Caça às bruxas: escoceses buscam ossos de bruxa do século XVIII

(dr) Żurkiewicz

Com o intuito de fazer justiça histórica, a pequena cidade escocesa de Fife busca os restos mortais da única “bruxa” a ser condenada e a não ser queimada viva no país.

Lilias Adie, uma mulher escocesa do século XVIII teve um fim trágico após uma duvidosa acusação. Tudo começou quando em uma noite de 1704, uma vizinha sua, sob efeitos do álcool, teria visto Lilias tendo contato com “demônios”. A mulher acreditou que Lilias procurava fazer algum mal a ela com a ajuda de seres malignos.

Ouvindo a acusação, autoridades da pequena cidade de Torryburn prenderam Lilias para ininterruptas sessões de interrogatório. Na época, homens e mulheres acusados de bruxaria eram queimados vivos.

Segundo especialistas, Lilias teria contado uma incrível história de como se encontrou com o “diabo” após torturas físicas e psicológicas. Em um dos momentos, Lilias disse que teria tido relações sexuais com um espírito maligno e dançado com o mesmo.

A confissão chocou as autoridades. No entanto, perguntada sobre os nomes de outras bruxas que teriam participado de tais encontros sobrenaturais, Lilias não mencionou nenhuma pessoa além das que as autoridades já haviam acusado.

Lilias foi condenada à morte, mas seu destino foi diferente. Ela teria cometido suicídio um mês antes da data da consumação da sentença, segundo especialistas de hoje. Logo em seguida, seu corpo foi enterrado no litoral escocês, e sua tumba coberta por uma pedra, informou o The Washington Post.

As acusações feitas a Lilias demonstram os absurdos cometidos em uma época negra da história da Europa. O número de vítimas da caça às bruxas em séculos passados chegou a milhares. No entanto, relembrar as vítimas não é uma tarefa fácil. Ao que tudo indica, Lilias foi a única “bruxa” a ser enterrada, enquanto as outras foram queimadas e delas nada restou senão cinzas.

Tentando resgatar a memória de Lilias Adie, a cidade de Fife, onde ela foi enterrada, busca os ossos da mulher para a construção de um memorial. De acordo com dados históricos, eles foram tomados por colecionadores em 1852. Além disso, seu crânio foi exibido ao público em 1938, estando desaparecido desde então.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

“Não existe gene gay”, afirma estudo genético feito com meio milhão de DNAs

Como ser baixo ou alto, mais ou menos inteligente, o fato de amar homens ou mulheres não é definido por um único gene, mas por várias regiões do genoma e, como qualquer aspecto humano complexo, …

Este projeto social está buscando 7 pessoas para viajar o mundo com tudo pago

A empresa portuguesa YourBestLife está recrutando sete pessoas para viajar o mundo realizando trabalhos de impacto social com tudo pago. As inscrições vão até o dia 31 de outubro e podem se candidatar pessoas que …

Pela primeira vez na história cientistas conseguem reverter envelhecimento

Nenhuma pessoa está livre do tempo: seja um jovem, uma criança, um recém-nascido ou um adulto em idade madura, todo mundo irá envelhecer e sentir os efeitos desse processo. Essa é uma verdade incontestável em qualquer …

Greta Thunberg protesta em frente à Casa Branca ao lado de estudantes pelo clima

A militante do meio ambiente, Greta Thunberg, participou nesta sexta-feira (13) de uma pequena manifestação sobre o clima em frente à Casa Branca. “Nunca desistam”, disse a ativista aos jovens que foram até o local …

Snowden alerta para propagação de mentiras na internet

Há seis anos, ex-analista da NSA causou terremoto político ao revelar atividades ilícitas do serviço secreto dos EUA. Em entrevistas a jornais alemães, Snowden conta que ainda almeja asilo político na Alemanha. Seis anos após divulgar …

Visita de objeto interestelar intriga comunidade científica

  O objeto interestelar foi detectado por um astrônomo amador, e desde então o visitante passou a intrigar a comunidade científica. Gennady Borisov, astrônomo amador, utilizou um telescópio que ele mesmo construiu para avistar o objeto. Sua …

Homem morto há 22 anos é encontrado com ajuda do Google Earth

Os restos mortais de um homem desaparecido há duas décadas, nos EUA, foram encontrados dentro de um carro submerso em um lago graças ao Google Earth. William Moldt foi dado como desaparecido em Lantana, na Flórida, …

O plano japonês de jogar ao mar água radioativa de Fukushima

Nesta semana, o ministro do Meio Ambiente do Japão, Yoshiaki Harada, declarou que despejar no Oceano Pacífico mais de 1 milhão de toneladas de água contaminada pelo desastre nuclear de Fukushima seria a "única opção" …

Incêndio no Hospital Badim deixou 11 mortos no Rio de Janeiro

Um incêndio atingiu o Hospital Badim, no Maracanã, zona norte do Rio de Janeiro, na noite de quinta-feira, deixando pelo menos onze mortos, conforme noticiado pela imprensa brasileira. Os pacientes foram retirados às pressas da unidade …

Origem dos cometas é revelada em novo estudo

Pesquisadores da Universidade de Leiden (Holanda) aplicaram modelos químicos em 14 cometas e encontraram um padrão em sua composição. Os cometas são bolas de gelo, poeira e pequenas partículas parecidas com pedras. Seus núcleos podem alcançar …