Campanha mundial por pessoas com deficiência é lançada em Tóquio

Uma campanha global em favor de 1,2 bilhão de pessoas com deficiência no mundo foi lançada na quinta-feira (19) sob a liderança do Comitê Paralímpico Internacional (IPC), apoiado por uma ampla gama de organizações internacionais. Um primeiro caso de Covid-19 foi registrado na Vila Paralímpica, segundo os organizadores dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, a menos de uma semana do início do evento, em um momento de alta dos contágios no Japão.

Batizada de #WeThe15 (“Nós, os 15”), a campanha internacional pretende ser “o maior movimento de direitos humanos” de todos os tempos, representando 15% da população mundial com deficiência, segundo dados das Nações Unidas. Reunindo organizações do mundo do esporte, dos direitos humanos e das artes e apoiada por empresas, a campanha é lançada a menos de uma semana antes da abertura dos Jogos Paraolímpicos em Tóquio (24 de agosto a 5 de setembro).

Achamos que isso será uma verdadeira virada de jogo“, disse o presidente do IPC, Andrew Parsons, à AFP. “As Paraolimpíadas de Tóquio podem ser uma plataforma para isso. É incrível.”

Mais de 125 monumentos ao redor do mundo, do Empire State Building, em Nova York, ao Coliseu de Roma, passando pelo palácio presidencial do Eliseu, em Paris, e pelo Estádio Mineirão, em Belo Horizonte, serão iluminados na cor roxa adotada por WeThe15, que é inspirada por outros movimentos de direitos humanos como Black Lives Matter ou #MeToo.

“Queremos colocar a deficiência no centro da agenda de inclusão”, disse o porta-voz do IPC, Craig Spence. “Houve muito progresso nos últimos anos em termos de diversidade racial, sexual e de gênero. Mas a deficiência foi esquecida, apesar de estar na encruzilhada dessas três áreas.”

A campanha será veiculada nas redes sociais e apoiada por celebridades como o ex-jogador de futebol inglês David Beckham ou a diva da televisão americana Oprah Winfrey. Os Jogos Invictus, uma competição para soldados feridos e com deficiência lançada por iniciativa do príncipe Harry, também estão envolvidos.

Uma década de apoio

A campanha terá a duração de dez anos, sendo cada ano dedicado a um aspecto diferente da discriminação contra as pessoas com deficiência, incluindo emprego e educação. Os Jogos Paralímpicos são uma força promotora da inclusão e de chamar a atenção para a discriminação, segundo os organizadores, que esperam que o evento seja visto por “mais de quatro bilhões” de telespectadores em todo o mundo.

O evento paralímpico em Londres em 2012 teria mudado “a atitude de uma em cada três pessoas em relação à deficiência” na Grã-Bretanha, de acordo com Spence. Ele cita números que mostram que, seis anos após os Jogos de Londres, mais um milhão de pessoas com deficiência estavam empregadas. “Os Jogos Paraolímpicos claramente tiveram um impacto sobre isso.”

Caso positivo na Vila Paralímpica

Uma pessoa relacionada com os Jogos, mas que não mora no Japão, foi testada positivo para a Covid-19, informou o comitê organizador, que não revelou mais detalhes. Assim como nos Jogos Olímpicos, os eventos paralímpicos não terão público.

Até o momento, os organizadores registram 74 casos de Covid-19 vinculados aos Jogos Paralímpicos, que acontecerão de 24 de agosto a 5 de setembro. A maioria dos casos é de funcionários e pessoas contratadas residentes no Japão.

Outros seis casos foram detectados por municípios que recebem delegações paralímpicas que estão treinando antes da competição. Mas até agora não havia sido registrado nenhum caso na vila paralímpica. Os alojamentos dos atletas dos Jogos de Tóquio foram construídos na orla de Harumi. As unidades serão depois vendidas como apartamentos residenciais.

O comitê organizador dos Jogos Olímpicos, encerrados em 8 de agosto, consideram que conseguiram impedir uma propagação importante das infecções graças às medidas sanitárias rígidas.

O balanço inclui 546 casos de Covid-19 vinculados aos Jogos Olímpicos. Porém, alguns especialistas apontaram que a celebração dos Jogos foi uma contradição com a mensagem do governo sobre a situação da saúde e que contribuiu para o aumento das infecções no país.

Os casos diários de Covid-19, que não param de aumentar no arquipélago, bateram um novo recorde na quarta-feira com quase 24.000 contágios. Diante da nova onda, o estado de emergência em vigor em parte do Japão desde julho foi prolongado até 12 de setembro e ampliado a 13 departamentos, incluindo Tóquio.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Anistia Internacional acusa empresas farmacêuticas de deixar países pobres sem vacinas anticovid

A ONG Anistia Internacional divulgou um relatório nesta quarta-feira acusando os grandes grupos farmacêuticos que produzem vacinas contra a Covid-19 de alimentar uma crise de direitos humanos sem precedentes. Por essa razão, a entidade …

Descobrem na Espanha dezenas de pegadas de espécie extinta de elefantes

Paleontólogos descobriram em Huevla, na Espanha, em um sítio da época do Pleistoceno Superior, trilhas e rastros de elefantes recém-nascidos e juvenis atribuídos a elefantes de presas retas (Palaeoloxodon antiquus). Os elefantes de presas retas são …

Na ONU, Bolsonaro defende ineficaz "tratamento precoce"

O presidente Jair Bolsonaro usou nesta terça-feira (21/09) seu discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral das Nações Unidas para defender o desacreditado "tratamento precoce" promovido pelo seu governo, que consiste num coquetel de drogas ineficazes …

Turismo em reservas naturais federais no Brasil triplica em 13 anos

Cerca de 15 milhões de turistas visitaram reservas ambientais federais no Brasil em 2019, uma alta de 300% nos últimos 13 anos. Se por um lado esse aumento reflete um maior interesse dos brasileiros em …

Presidente do Conselho da UE acusa EUA de "falta de lealdade" após ruptura de contrato com a França

O presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel, acusou nesta segunda-feira (20) os Estados Unidos de falta de lealdade depois que a Austrália cancelou um amplo contrato com a França para comprar submarinos …

Morcegos das cavernas de Laos podem revelar origem da COVID-19

Descobriu-se que os morcegos que habitam as cavernas do norte de Laos transportam um coronavírus que compartilha uma característica importante com o SARS-CoV-2, dando pistas aos cientistas para desvendar a causa da COVID-19. Uma equipe de …

Em Nova York, Bolsonaro vai se reunir com Boris Johnson

O presidente Jair Bolsonaro viajou neste domingo (19/09) para Nova York, nos Estados Unidos, onde participará nesta semana da Assembleia Geral das Nações Unidas e terá seu primeiro encontro bilateral com o primeiro-ministro do Reino …

Os softwares de home office mais importantes

A pandemia de COVID-19 obrigou muita gente a trabalhar a partir de casa. Nesse momento, se uma pessoa pode fazer seu trabalho em home office, ela deve seguir este caminho. Toda essa situação ajudou as empresas …

Vacina Pfizer/BioNTech gera resposta eficaz para crianças de 5 a 11 anos

A vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 é "segura" e "tolerada" pelas crianças de 5 a 11 anos, nas quais a dose adaptada gera uma resposta imunológica "robusta", segundo os resultados de um estudo …

Carro voador da NASA levanta voo pela primeira vez; veja como foi

A NASA anunciou que os testes com o eVTOL (veículo elétrico voador com decolagem vertical) mais promissor do mercado foram bem-sucedidos. Desenvolvido pela Joby Aviation, o carro voador experimental realizou uma série de procedimentos para coleta …