Celular pode ouvir o que você assiste na televisão

E se os seus hábitos televisivos estivessem sendo escutados pelo seu celular? Há mais de duzentos aplicativos móveis que fazem uso do microfone no smartphone para identificar séries, filmes e programas televisivos mais vistos pelos usuários.

A Alphonso, startup indiana que desenvolveu a tecnologia, reúne a informação para a vender posteriormente a publicitários. O curioso é que este programa funciona mesmo quando o aplicativo não está sendo utilizada.

Há perto de 250 aplicativos na loja online do Google usando o Alphonso, e uma pesquisa na App Store mostrou que algumas estão também disponíveis para iOS.

De acordo com o New York Times, a maior parte dos aplicativos são jogos, muitos dos quais destinados a crianças, como o Doodle Flip ou o Rat Rescue. Segundo a informação que consta no site da startup, a tecnologia está presente em mais de 40 milhões de “televisões inteligentes, boxes e dispositivos móveis” no total.

O objetivo da tecnologia, segundo o Público, é identificar as séries, filmes e programas televisivos mais vistos por cada pessoa para que os aplicativos móveis consigam apresentar conteúdo publicitário personalizado, de acordo com os gostos e preferências pessoais de cada um.

Segundo consta na política de privacidade publicada no site da empresa, “a Alphonso apenas recebe pequenas amostras de áudio do microfone do dispositivo em que o app está instalado se o usuário concordar“. No entanto, realça o Público, são feitas poucas perguntas aos utilizadores.

Mas como funciona a autorização? Esta surge quando um aplicativo móvel que use o sistema da Alphonso é instalada. Primeiro, parte-se do pressuposto de que o usuário leu a descrição completa do app na loja online do Google. “O aplicativo vem integrado com o Sistema de Reconhecimento de Conteúdo da Alphonso (ACR)”, lê-se.

Depois de instalada, o app pergunta ao usuário se pode gravar o áudio e, em caso de resposta afirmativa, o dispositivo passa a conseguir acessar o microfone do aparelho.

O reconhecimento do áudio é feito pela Shazam, aplicação para smartphones capaz de reconhecer conteúdo de áudio. No entanto, segundo a empresa, o sistema não reconhece conversas humanas ou som ambiente.

O problema reside no fato de muitos consumidores não saberem sobre a autorização. “Parece um pouco de especulação ligar o microfone através aplicativos instalados em 50 mil dispositivos e esperar que o Shazam reconheça”, diz Justin Brookman, diretor de política de privacidade da Consumers Union, organização dos direitos dos consumidores nos EUA.

“Ainda assim, é bom clarificar estes tipos de modelos e tecnologias dúbias antes que fiquem mais sofisticadas”, refere.

Através das definições do smartphone, é possível saber se ele tem este tipo de funcionalidades instaladas. Se um determinado aplicativo autoriza o uso do microfone e não é um app de mensagens, voz ou um jogo que necessite dele, então pode estar sendo utilizado para fins publicitários.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Coronavírus: Reino Unido proíbe entrada de viajantes vindos da América do Sul e de Portugal por variante encontrada no Brasil

Chegadas ao Reino Unido da América do Sul e Portugal serão proibidas a partir de sexta-feira (15/01) devido a preocupações com a variante brasileira do coronavírus. O secretário de transportes, Grant Shapps, disse que a mudança …

Vacinação nacional contra a COVID-19 começa no dia 20, às 10h

Ao que tudo indica o Brasil já tem uma data oficial para o início da vacinação, em massa, contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2). Nesta quinta-feira (14), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, informou que a …

"Futuro assustador de extinção em massa" nos espera, elite dos cientistas alerta

O planeta enfrenta um “futuro assustador de extinção em massa, declínio da saúde e distúrbios climáticos” que ameaçam a sobrevivência humana por causa da ignorância e da inação, de acordo com um grupo internacional de …

Oferta de perfuração do Ártico tem fracasso histórico por falta de interessados

O recente leilão que oferecia arrendamentos de perfuração de petróleo no Ártico foi um fracasso. Esperava-se que a chamada atraísse muitos interessados em explorar a área no Alasca, mas a realidade foi outra. A notícia é …

Palácio mais antigo da China de 5.300 anos é descoberto perto de antiga capital

Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem cerca de 5.300 anos, sendo possivelmente a …

Variante da Covid-19 no Brasil faz Reino Unido banir viajantes da América Latina e Portugal

O governo britânico proibiu, nesta quinta-feira, as chegadas de todos os países da América do Sul e do Panamá, além de Portugal, em resposta à nova variante da Covid-19, descoberta no Brasil. A decisão …

CEO do Twitter defende banimento de Trump da rede social

Jack Dorsey diz que medida resulta do “fracasso” da plataforma em mediar diálogo saudável e admite que pode abrir “precedente perigoso”. Proibição veio após presidente dos EUA insuflar apoiadores que invadiram Capitólio. O CEO da rede …

O zumbido de fundo do universo pode ter sido ouvido pela primeira vez

Baseado no que sabemos sobre ondas gravitacionais, o Universo deve estar cheio delas. Cada par de buracos negros ou estrelas de nêutrons e colisão, cada supernova com núcleo em colapso — até mesmo o próprio …

Monocultura da soja destruiu mais de 30% do cerrado brasileiro entre 2004 e 2017, alerta WWF

Os 24 principais focos de desmatamento no mundo provocaram a perda de uma superfície equivalente ao tamanho do Paraguai em menos de uma década, aponta um relatório do Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na …

Coreia do Sul eleva capacidades de combate para conter ameaça norte-coreana

A Coreia do Sul planeja elevar suas capacidades militares para conter as ameaças de mísseis de curto alcance dos norte-coreanos, declarou o Ministério da Defesa sul-coreano. A declaração ocorreu após os norte-coreanos prometerem elevar o arsenal …