Projeto brasileiro de apoio a mulheres com câncer ultrapassa fronteiras

A blogueira, escritora e modelo brasileira Flávia Flores, que já foi uma paciente no tratamento de câncer, criou um projeto para ajudar mulheres com essa doença a retomar a autoestima que já está fazendo sucesso até fora do Brasil, o Banco de Lenços.

O câncer é a segunda doença que mais mata no Brasil, perdendo apenas para os problemas cardiovasculares. Além do sofrimento que os pacientes sentem por conta do tratamento com a quimioterapia, a queda de cabelo decorrente da mesma também afeta muitos deles de maneira profunda, sobretudo as mulheres.

Para manter a autoestima dessas mulheres e fazer com que elas não percam a vaidade, mesmo nesse momento difícil, Flávia Flores criou em 2014 uma campanha de doação de lenços de todos os tipos.

Passados três anos, o Banco de Lenços, que faz parte do seu instituto Quimioterapia e Beleza, já está fazendo sucesso até fora do país, principalmente em Portugal, que, junto com o Brasil, já recebeu 4.500 lenços do projeto só nos seis primeiros meses deste ano.

Em entrevista à Sputnik Brasil, Flávia contou que a ideia da iniciativa surgiu em 2012, quando foi diagnosticada com câncer de mama. Na época, era modelo atuante e não queria se esconder. Como não encontrou na internet informações suficientes sobre cuidados com a beleza durante o tratamento, decidiu encarar o desafio de desenvolver essa área.

“Não tinha nada, não tinha material sobre beleza e moda para paciente oncológica. Então, eu resolvi fazer uma página no Facebook para mostrar aos meus amigos que estava passando bem pelo tratamento, que eu não estava definhando, como as pessoas imaginam, que estava bonita“, disse ela.

Segundo a blogueira, ao contar sobre o seu cotidiano nas redes sociais, ela começou a ser procurada por muitas mulheres na mesma situação, ao mesmo tempo em que começou a ganhar muitos lenços, que passaram a se acumular em sua casa. “Nossa, quantos lenços eu poderia estar distribuindo para milhares de mulheres”, destacou Flávia, lembrando o pensamento que teve na época.

De lá pra cá, o projeto ganhou forma, através de doações, e só cresceu, chegando a arrecadar mais de 15 mil lenços no ano passado. Hoje, Flávia diz receber pedidos do mundo inteiro.

“Tem meninas que fazem tratamento no Canadá, meninas que estão morando nos Estados Unidos, Europa…”, ressalta. “Elas chegam pela internet e pedem. E a gente atende“, explicou, acrescentando que mantém uma parceria mais formal mesmo apenas em Portugal, com o projeto Partilhas, que pertence a uma amiga.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA:

Pessoas criativas têm 90% mais de probabilidade de ter esquizofrenia

Um grupo de cientistas da Universidade de Cambridge encontrou uma forte ligação entre formação em artes e o transtorno bipolar, depressão e esquizofrenia. Um estudo publicado no fim de abril no British Journal of Psychiatry aponta para uma forte ligação entre uma formação …

Psicólogo cria técnica para despertar a memória das testemunhas e vítimas de crimes

Um pesquisador da Universidade do Minho, no norte de Portugal, criou uma técnica para ajudar as testemunhas a recordarem com maior precisão o que aconteceu no local do crime. A eficácia da técnica já foi …

Familiares das vítimas do voo MH17 levam Rússia a tribunal

Nesta sexta-feira (25), cerca de 270 familiares de vítimas da queda do avião da Malaysia Airlines (MH17), anunciou que vai levar a Rússia perante o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo (França). Jerry Skinner, o advogado especialista …

Brasil precisa dobrar investimento por 25 anos para ter infraestrutura de transporte com "mínimo de qualidade"

O brasileiro paga caro por energia elétrica, por uma banda larga de baixa qualidade, tem acesso precário a saneamento e um sistema de transportes insuficiente para conectar um território de dimensões continentais. A deficiência de infraestrutura …

Trump muda de ideia e retoma o “romance” com Kim Jong-un

Donald Trump diz que, afinal, a cúpula com o líder da Coreia do Norte ainda pode acontecer. Depois de ter cancelado abruptamente o encontro com Kim Jong-un, que estava previsto para 12 de junho, o …

Abastecido por balsas, Amapá passa à margem da crise dos combustíveis

Com praticamente todo o abastecimento de combustíveis feito por balsas, o estado do Amapá é das poucas unidades da federação que, até o momento, não sentiu o impacto direto da paralisação nacional dos caminhoneiros. “Temos recebido …

Japão tem bolsas de estudo para brasileiros

Quer estudar no Japão? O país oriental está com seis tipos de bolsas de estudo abertas para brasileiros em universidades japonesas. A oferta é do governo nipônico através do Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência …

Votação histórica na Irlanda acaba com a proibição do aborto

A Irlanda está pronta para acabar com a proibição do aborto. Estudos de boca de urna dão vantagem de 68% para 32% aos que votaram pela despenalização.  Esta é uma votação histórica na católica Irlanda. O país …

Ministro da Fazenda: greve dos caminhoneiros pode ter impacto relevante no PIB

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta sexta-feira (25) que, a persistir o desabastecimento causado pela greve dos caminhoneiros, pode haver impacto "relevante" no crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma …

Descoberto o método mais eficaz para abandonar o cigarro

O novo estudo tentou desafiar a teoria de que os cigarros eletrônicos são a melhor solução para quem pretende parar de fumar. Segundo o Washington Post, apesar de os cigarros eletrônicos serem fervorosamente defendidos, a verdade …