Cientistas descobriram como fazer as células impedirem a disseminação do câncer

Cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausana (Suíça) descobriram uma nova maneira de bloquear a metástase, ou seja, impedir que as células de um tumor se espalhem pelo corpo. Esse é um dos maiores desafios no combate ao câncer. A técnica mostrou ótimos resultados em experimentos com ratos.

A equipe de pesquisadores encontrou uma “barreira” que impede o câncer de realizar a metástase. Ela é construída por uma proteína chamada Activina B e um receptor chamado ALK7 – a combinação dos dois parece desempenhar um papel crucial em prevenir os tumores de se espalharem.

Os complexos de proteínas chamados ativinas, dos quais a Activina B faz parte, desempenham um papel crucial em muitas partes diferentes do corpo – estão envolvidos na manipulação do crescimento e disseminação das células, no metabolismo, na resposta imune do corpo e na regulação do ciclo menstrual.

Os resultados até agora indicam que a barreira cria uma via de sinalização que faz com que as células cancerígenas se matem naturalmente (apoptose), impedindo a formação de tumores (tumorigênese) e sua disseminação.

Os pesquisadores suíços encontraram uma associação entre a presença de ALK7 e uma menor chance de retorno do tumor em pacientes humanos com vários tipos de câncer. A metástase também pareceu ser impedida por mais tempo quando níveis mais altos de ALK7 estavam presentes, particularmente nos casos de câncer de mama.

Isso reforça a ideia de que o ALK7 – em parceria com a Activina B – pode ser um agente útil na prevenção de metástases, embora precisemos de mais pesquisas antes que essa descoberta se torne a base de um tratamento real.

Embora a maior parte dos testes tenha sido realizada apenas em ratos, os cientistas disseram que compartilhamos suficiente semelhança biológica e química com esses animais, especialmente no que diz respeito a como o câncer se desenvolve, para que essa “barreira” seja considerada um alvo promissor para novas drogas que combatem o câncer.

Quanto mais maneiras tivermos de lidar com o câncer, melhor: os cientistas continuam a fazer progressos em diferentes abordagens de ataque, e agora podemos adicionar o ALK7 ao nosso arsenal de armas potenciais.

“Compreender como as células cancerígenas conseguem superar os vários ‘pontos de verificação de segurança’ do corpo para prevenir a malignidade é um passo importante para entender a biologia do tumor e a patogênese da doença”, explicou um dos pesquisadores do estudo, Iacovos Michael.

Um artigo sobre a pesquisa foi publicado na revista científica Developmental Cell.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …