Cemitério aborígene mais antigo que as pirâmides egípcias é descoberto na Austrália

Depois de restos humanos terem sido descobertos no interior de vários montes de areia misteriosos em uma parte remota de Queensland, na Austrália, suas origens podem ter finalmente sido reveladas.

Os restos humanos, enterrados em montanhas na cidade de Mapoon, na Austrália, podem ter até 6 mil anos, sendo mais antigos que as pirâmides egípcias, de acordo com os arqueólogos.

Enquanto o povo indígena Tjungundji acreditava há muito tempo que os montes continham restos dos seus antepassados, outros sugeriram que se tratavam de formações naturais. “As origens, idade e funções desses montes foram debatidas por cientistas há décadas e a idade desses elementos é incerta“, comentou o arqueólogo Mary Jean Sutton.

O arqueólogo contou que os restos descobertos podem ter mais de 6 mil anos, ou podem ter sido estabelecidos mais recentemente: “Esta é a data provável, não há como saber exatamente sem cavar. São muito antigos”.

“Nossa pesquisa indica, nesta área do norte da Austrália, que as sociedades antigas tinham práticas culturais e fúnebres mais complexas do que as reconhecidas anteriormente, que continuaram durante a era da missão”.

Veritas Heritage / ABC

Montes de areia foram confirmados como locais fúnebres para os aborígenes australianos

A pesquisa inicial do radar de penetração no solo (GPR, na sigla em inglês) em 11 montes detectou muitos restos humanos enterrados. Mais de 250 montes de terra foram mapeados ao longo dos 60 quilômetros da costa em Mapoon.

A tecnologia utilizada contava com uma combinação de GPR e magnetometria, reconhecida pelos antigos aborígenes como culturalmente aceitável, pois não danifica a área. “Valorizamos a tecnologia não invasiva porque é culturalmente apropriada e não perturba os lugares de descanso dos nossos antepassados. Isso ajuda a manter a nossa lei cultural e ajuda a proteger e gerir nosso patrimônio cultural”, disse Aunty Diane Nicholls.

A confirmação de que os montes são covas aborígenes surgiu devido ao aumento da mineração na área. Apesar das promessas da mineradora de trabalhar com a comunidade para reconhecer os locais do patrimônio cultural, os moradores locais pedem melhores condições de proteção para os lugares fúnebres.

“Saber que estes montes estão aqui agora – e que estiveram aqui por muitos anos – mas agora, devido à mineração, deve haver alguma proteção e uma lei para protegê-los“, disse Aunty Diane.

Na Austrália, Mapoon é conhecida pelos abusos históricos da população aborígene. Na década de 1960, a população foi expulsa e muitos edifícios locais foram queimados para facilitar a instalação das empresas de mineração. Os arqueólogos agora vão mapear os montes na área para determinar se são de origem natural ou cultural.

Ciberia // Sputnik News / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil

A Nvidia Enterprise e a Woopi, empresa do Grupo Stefanini focada em Inteligência Artificial (IA) anunciaram nesta quarta-feira (24) uma parceria para desenvolver soluções de IA e processamento de linguagem natural. E o primeiro projeto …

250 mil mortos por covid no Brasil: o que significa esse número

O Brasil acumula um quarto de milhão de mortes por covid-19, às vésperas de se completar um ano desde o primeiro caso de coronavírus ter sido identificado no país. Segundo as contas do consórcio de imprensa …

Na diplomacia das vacinas, Israel troca imunizante por reconhecimento de Jerusalém como capital

No combate à Covid-19, Israel é exemplo mundial. A metade da população do Estado hebreu já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus e um terço está completamente imunizada, com as …

"Subestimar Rússia de Putin é sempre um erro", diz indicado de Biden para chefiar CIA

Nesta quarta-feira (24), William Burns, o indicado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o cargo de diretor da CIA, disse que subestimar a Rússia é sempre um erro e acusou a China de …

Chinês é condenado a pagar indemnização à ex-mulher por trabalho doméstico

Um tribunal na China ordenou um homem a pagar compensações a sua ex-esposa pelo trabalho doméstico realizados por ela durante os cinco anos em que estiveram casados, segundo divulgou a imprensa chinesa nesta quarta-feira (24/02). O …

Oceano Atlântico cresce e Pacífico encolhe. Ciência tem nova resposta para fenômeno

Durante a era paleozoica, entre 200 a 540 milhões de anos atrás, o planeta Terra possuía somente um único e imenso continente – a Pangeia, rodeada por um único oceano, intitulado Pantalassa. Depois de uma série …

Um acelerador de partículas cósmico, muito mais poderoso do que o LHC foi descoberto no espaço

Cientistas rastrearam uma partícula fantasma para uma estrela despedaçada e descobriram um gigantesco acelerador de partículas cósmico. A partícula subatômica, chamada de neutrino, foi lançada em direção à Terra depois que a estrela condenada chegou muito …

Mulher de 'El Chapo' Guzmán é presa nos EUA acusada por narcotráfico

Foi presa nesta segunda-feira (22/02) nos Estados Unidos Emma Coronel Aispuro, 31, mulher de Joaquín "El Chapo" Guzmán, ex-líder do cartel de drogas mexicano Sinaloa. Aispuro, que tem cidadania mexicana e americana, foi presa no aeroporto …

Gana é o primeiro país do mundo a receber vacinas do programa Covax, da OMS

Gana recebeu nesta quarta-feira o primeiro lote mundial de vacinas financiadas pelo programa Covax, que proporciona aos países de renda baixa e média as primeiras doses de fármacos antiCovid. Os imunizantes foram enviados de …

Variante da Califórnia parece ser mais contagiosa e resistente a vacinas, aponta estudo

Um novo estudo confirma que a mutação do SARS-CoV-2 na Califórnia, EUA, é mais contagiosa e mais resistente a vacinas, embora a escala de sua ameaça ainda não esteja clara. Uma variante descoberta pela primeira vez …