Cientistas restauram parte da consciência de homem em coma há 15 anos

Um homem de 35 anos, em estado vegetativo desde os 20 devido a um acidente de automóvel, recuperou sinais de consciência e movimentos após o implante no peito de um estimulador de um nervo cerebral.

Ao fim de um mês de estimulação do nervo vago, a atenção, os movimentos e a atividade cerebral do doente melhoraram significativamente, segundo um estudo publicado na Current Biology, salientando que a pessoa “entrou no estado de consciência mínima“.

O homem, que se encontrava em estado vegetativo – isto é, vivo mas sem consciência de si e do que o cerca – começou a responder a ordens simples, como seguir com os olhos um objeto e virar a cabeça quando alguém lhe pedia, e aumentou a capacidade para se manter acordado quando ouvia o terapeuta ler um livro.

Pesquisadores do Instituto de Ciências Cognitivas Marc Jeannerod, em Lyon (França), observaram ainda respostas do paciente a “ameaças”, tais como reagir com surpresa, abrindo os olhos, quando a cabeça de alguém se aproximava de repente de seu rosto.

Registros da atividade cerebral também revelaram melhorias, como aumento da conetividade funcional e da ação metabólica nas regiões do córtex e subcórtex (responsáveis pela memória, atenção, consciência, linguagem e percepção).

Para os autores do estudo, a técnica de estimulação nervosa, que já é usada no tratamento da epilepsia e da depressão, desafia a convicção generalizada de que distúrbios da consciência que durem mais de um ano são irreversíveis.

O nervo vago, que liga o cérebro a outras partes do corpo, como pulmões, coração, estômago e intestino delgado, desempenha um papel importante no despertar e no estado de alerta.

Para testar a capacidade do estimulador na recuperação da consciência, a equipe de cientistas e médicos escolheu um caso difícil para ter a certeza de que qualquer melhoria ocorrida não tinha acontecido por acaso.

“A plasticidade e a reparação do cérebro são ainda possíveis mesmo quando a esperança parece ter desaparecido”, afirmou a autora principal do estudo, Angela Sirigu, pesquisadora do Instituto de Ciências Cognitivas Marc Jeannerod, citada em comunicado da Cell Press, que edita a Current Biology.

Os cientistas querem agora usar a mesma técnica em mais doentes para confirmarem os benefícios terapêuticos – o que poderia fazer com centenas de milhares de pessoas em estado vegetativo em todo o mundo atualmente regressassem à “vida”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …

Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência …

Coronavírus poderia ser a 1ª de muitas outras pandemias futuras, adverte cientista

Apesar do registro de mais de um milhão de infectados à escala mundial, a doença poderia ser suplantada por patologias bem mais perigosas. Comparando com as doenças que poderiam reaparecer como resultado do aquecimento global, o …

Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que …

Filipinas: presidente Duterte diz que polícia deve matar quem perturbar confinamento

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, disse que as forças de ordem podem abater qualquer pessoa que provoque “transtornos” nas regiões onde o confinamento da população foi decretado. As autoridades do país tentaram minimizar as declarações …

Evangélicos fazem coro com Bolsonaro e negam riscos do coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro gosta de copiar o seu ídolo americano, Donald Trump – da suposta inofensividade do coronavírus até os poderes de cura de medicamentos como cloroquina e hidroxicloroquina, passando pela teoria da conspiração …

'Estamos em guerra': França confiscou 1 milhão de máscaras destinadas à Espanha e Itália

Os dois países se envolveram em uma disputa diplomática depois que parte das máscaras com destino a outros países vindas da China foram retidas em cidades francesas. As autoridades francesas apreenderam milhões de máscaras que uma …

Sobrevivente da 2ª Guerra e Gripe Espanhola se cura do coronavírus ao 104 anos

Depois da Segunda Guerra Mundial e da pandemia de gripe espanhola, a nova inimiga do soldado aposentado William ‘Bill’ Lapschies, nascido em Salem em 1916, foi a Covid-19 – e ele venceu a batalha! Aos 104 …