Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Doses da vacina CoronaVac.

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista como uma esperança em uma região do mundo onde apenas 2% da população foi imunizada.

O presidente sul-africano Cyril Ramaphosa, impulsionador da luta pela suspensão temporária da propriedade intelectual das vacinas, justificou a necessidade de capacitação produtiva regional devido ao fato de que “não se pode contar com as vacinas produzidas fora da África, porque nunca chegam” ao continente.

“Elas nunca chegam a tempo e as pessoas continuam morrendo”, disse ele da África do Sul, durante uma coletiva de imprensa da Organização Mundial da Saúde (OMS) dedicada a esse projeto.

Seu país representa mais de 35% do número total de casos de Covid-19 registrados na África e atualmente sofre uma terceira onda massiva de infecções. Como outros países em desenvolvimento, a África do Sul vê as vacinas indo para países ricos ou para os que, como a Índia, as fabricam em larga escala.

Apenas 2% da população do continente africano tomou pelo menos uma dose, disse o presidente Ramaphosa, enquanto os Estados Unidos e a Europa pretendem ter 70% de sua população totalmente imunizada nos próximos meses.

O anúncio desta segunda-feira deve aliviar esse desequilíbrio no longo prazo. O objetivo é criar um “centro de transferência de tecnologia” para vacinas anticovid de RNA mensageiro, que se mostraram muito eficazes, como as da Pfizer-BioNTech e Moderna, e que parecem mais fáceis de se adaptar às novas variantes em circulação.

O projeto é promovido por um consórcio sul-africano formado pelas empresas de biotecnologia Biovac e Afrigen Biologics and Vaccines, uma rede de universidades e centros africanos de controle de doenças. A OMS já criou um centro desse tipo com o objetivo de estimular a produção mundial de vacinas contra a gripe.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

“Bolsonaro não está dando os anéis, mas os dedos para tentar salvar o braço”, diz cientista política

O novo ministro super poderoso do governo de Jair Bolsonaro, Ciro Nogueira, nomeado para a Casa Civil, toma posse esta semana. Apesar de todo o fisiologismo, a analista Graziella Testa, da Escola de Políticas …

Não vacinados ameaçam combate à covid nos EUA

Em meio à disseminação de teorias da conspiração e a uma alta das infecções pelo coronavírus entre não vacinados, autoridades de saúde dos EUA lutam para convencer mais pessoas a se imunizarem contra a covid-19. Em …

Helicóptero da NASA estabelece novo recorde durante seu 10º voo em Marte

Neste sábado (24) o pequeno helicóptero da NASA em Marte, Ingenuity, conseguiu ultrapassar a marca de 1,6 km de distância percorrida acumulada após sobrevoar uma região rochosa na cratera Jezero. No sábado, o helicóptero robótico completou …

A curiosa rejeição de parte dos franceses ao passaporte sanitário na pandemia

No país onde o debate é uma espécie de esporte nacional, qualquer imposição verticalizada do governo pode ser considerada um acinte. Desde a Revolução, os franceses alimentam uma espécie de ojeriza ao compulsório que …

Astrônomo amador descobre nova lua na órbita de Júpiter

O corpo celeste recebeu o nome provisório de EJc0061 e mais provável é que seja um novo membro do grupo Carme, que orbita o planeta junto a outras 78 luas. O estudante Kai Ly se tornou …

Microsoft diz que 70% dos brasileiros já foram alvos do golpe de suporte técnico

Imagine estar navegando pela internet e se deparar com uma janela afirmando que há algo de errado com sua instalação do Windows. Ao clicar, você consegue entrar em contato com um técnico, que dá instruções …

Orçamento recorde não salva Jogos Olímpicos de Tóquio do desânimo causado pela Covid-19

Os jornais franceses desta detalharam o desafio dos organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, que começaram oficialmente nesta sexta-feira (23) sob a ameaça da Covid-19 e uma impopularidade recorde no Japão. Para a imprensa …

Comunidade LGBTQ da Hungria teme repressão e perseguições

Nos últimos meses, Boldizsár Nagy teve que lidar com situações que nunca imaginara. Por muito tempo, ele foi um jornalista e editor de livros infantis desconhecido, "ninguém especial", em suas próprias palavras. Quando, em 2020, ele …

68 anos! Conheça a história do homem com a maior crise de soluço do mundo

Você provavelmente já teve soluços ao longo da vida, certo? Alguns minutos de soluço são suficientes para deixar qualquer um emburrado. Mas já pensou soluçar por nada menos que 68 anos seguidos? Pois foi isso …

Mesmo após crise gerada por pandemia, Brasil terá 10 milhões de desempregados, dizem economistas

Com a aceleração da vacinação na maior parte do país, os brasileiros já começam a vislumbrar uma luz no fim do túnel da pandemia do coronavírus. Diante da perspectiva de gradual volta à normalidade, espera-se …