Crianças que utilizam celulares e tablets dormem menos

Um estudo publicado na Scientific Reports indica que cada hora que as crianças com idades entre os seis meses e os três anos passam utilizando aparelhos eletrônicos pode significar 15 minutos a menos de sono.

Ao mesmo tempo, a pesquisa também revelou que brincar com esse tipo de tecnologia ajuda a desenvolver habilidades motoras mais rapidamente.

O estudo foi realizado pela Birkbeck, que faz parte da Universidade de Londres, com 715 pais de crianças com até três anos de idade.

Os especialistas perguntaram com que frequência é que os bebês brincavam com smartphones e tablets e também detalhes do padrão de sono das crianças.

Concluiu-se que 75% das crianças usavam aparelhos do tipo diariamente – essa percentagem era de 51% entre crianças de seis e 11 meses, e de 97% entre crianças de 25 e 36 meses de idade.

As crianças que brincam com esse tipo de aparelho dormem menos à noite e mais durante o dia. E, de um modo geral, contabilizam 15 minutos a menos de sono para cada hora que passam a utilizar tablets ou smartphones.

Um dos pesquisadores do estudo, Tim Smith, afirma que o tempo de sono perdido não é muito quando se dorme um total de 10, 12 horas por dia, “mas cada minuto importa no desenvolvimento infantil por causa dos benefícios do sono”.

As conclusões não são definitivas, mas Smith diz que a pesquisa indica que as tecnologias “touch” podem estar associadas a problemas de sono.

Mas, afinal, crianças devem ou não brincar com aparelhos eletrônicos interativos?

“É muito complicado responder a isso agora. A ciência ainda está imatura, estamos realmente atrasados em relação à tecnologia e é muito cedo para fazer afirmações definitivas”, diz Smith.

Segundo o especialista, a melhor aposta é manter as mesmas regras usadas para estabelecer o tempo que as crianças passam em frente à televisão. Isso significa que os pais devem impor limites para o uso de celulares e tablets, assegurando que o conteúdo seja adequado à idade e evitando que o uso seja feito antes da hora de dormir.

“Como é o primeiro estudo a investigar as associações entre o sono e o uso de tecnologias touch, trata-se de uma investigação oportuna”, afirma Anna Joyce, especialista em desenvolvimento cognitivo da Universidade de Coventry, na Inglaterra.

“Com base nestas descobertas e no que sabemos através de outros estudos, talvez valha a pena limitar o uso de outros aparelhos eletrônicos nas horas anteriores ao momento que a criança vai para a cama dormir”, completa Joyce.

Mas, para a pesquisadora, “até que se saiba como é que este tipo de tecnologias afeta o sono, esses aparelhos não devem ser banidos por completo”.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Satélites podem facilmente ser manipulados por hackers, alerta pesquisador

Talvez você já esteja por dentro da confusão toda em relação aos problemas que os satélites Starlink, da SpaceX, estão causando na comunidade astronômica. Os relativamente poucos satélites lançados (cerca de 240, como parte de um …

Na Índia, campanha faz semáforo voltar ao vermelho se os motoristas buzinarem demais

Se a Índia é um país famoso por sua religiosidade, sua culinária, suas belezas naturais e, sendo o segundo país mais populoso, por ser a maior democracia por eleitorado do mundo, ela também carrega a …

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …