Cientistas encontram desfiladeiros gigantes ocultos debaixo do gelo da Antártida

Uma nova pesquisa científica, que utilizou radares para obter “raios-X do gelo”, revelou a existência de extensos desfiladeiros debaixo do gelo no Polo Sul.

Uma equipe de cientistas da Universidade de Northumbria, no Reino Unido, utilizou radares capazes de penetrar no gelo para traçar um mapa geográfico da Antártida e descobriram três extensos desfiladeiros subterrâneos sob a camada de gelo.

Em 2017, um grupo de cientistas tinha descoberto uma dezena de fraturas geológicas de mais de um quilômetro de profundidade sob a superfície do gelo da Antártida. Mas as cavidades profundas agora descobertas se estendem por centenas de quilômetros, mas não são visíveis na superfície nevada do continente antártico.

O Foundation Trough, o maior desfiladeiro revelado pelas imagens, tem mais de 350 quilômetros de comprimento e quase 35 quilômetros de largura. Para alcançá-lo, seria necessário perfurar mais de dois quilômetros de gelo, revelou o estudo, publicado no início deste mês na Geophysical Research Letters.

Segundo os pesquisadores, os desfiladeiros desempenham um papel fundamental no controle do fluxo de gelo. Se o gelo da Antártida começar a derreter devido ao aquecimento global, então o relevo encontrado poderá acelerar a massa de água para o oceano, elevando ainda mais os níveis do mar.

“Se as condições climáticas mudarem na Antártida, podemos esperar que o gelo nesses desfiladeiros fluirá muito mais rápido para o mar, o que os torna realmente importantes e simplesmente não sabíamos até agora que eles existiam”, explicou à BBC Kate Winter, principal autora do estudo.

A cada ano, a Antártida perde mais de 2,8 quilômetros cúbicos de gelo. Em 2013, foi descoberto que metade do gelo desaparece por causa das correntes quentes que banham as camadas submarinas da cobertura de gelo do continente, através de um sistema de “rios” e canais submarinos.

(dr) Tom Jordan

Área da Antártida onde os desfiladeiros foram localizados

Embora existam numerosos satélites que permitem obter imagens da superfície da Terra e do seu interior, há uma grande parte do Polo Sul que não é registrada devido à inclinação das suas órbitas. O projeto PolarGAP, da Agência Espacial Europeia, ESA, foi lançado precisamente para preencher o vazio nos dados de satélite no Polo Sul.

Ciberia // Sputnik News / BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas resolvem enigma de esculturas de pedra de 3.200 anos da Turquia

Um recente estudo permitiu descobrir finalmente o significado e a função dos relevos em pedra criados há 3.200 anos no santuário de Yazilikaya, na Turquia, após 200 anos de conjeturas. No século XIII a.C., a alguns …

EUA não devem esperar retomada do diálogo com Pyongyang, diz irmã de Kim Jong-un

As expectativas de retomada do diálogo entre os EUA e a Coreia do Norte são erradas, podendo levar a uma "decepção ainda maior", declarou a irmã do líder norte-coreano. Na terça-feira (22), Kim Yo Jong, alta …

Ministro da Saúde diz que não há mudança de estratégia para a Coronavac

No início desta segunda-feira (21), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, revelou que não haverá qualquer mudança de estratégia para a aplicação da CoronaVac. A declaração do ministro foi feita em audiência ao Senado Federal, revelando …

Há 80 anos, Hitler invadia a URSS – e começava a perder a guerra

Adolf Hitler e seus generais vinham planejando há meses para este momento. No domingo, 22 de junho de 1941, havia chegado a hora: às 3h15 da manhã, a Wehrmacht, forças armadas nazistas, atacou a União …

Com apenas 2% da população imunizada, África quer fabricar suas próprias vacinas anticovid

A África do Sul anunciou nesta segunda-feira a primeira etapa para capacitar seu continente na produção de vacinas anticovid. A conclusão do projeto ainda não tem data prevista, mas a iniciativa já é vista …

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …