Detrito espacial humano acabou de danificar a Estação Espacial Internacional

NASA

A ISS, Estação Espacial Internacional, em órbita

O inevitável ocorreu. Um pedaço de lixo espacial muito pequeno para ser rastreado atingiu e danificou parte da Estação Espacial Internacional (EEI)- ou seja, o braço robótico Canadarm2.

O instrumento ainda está operacional, mas o objeto perfurou a cobertura térmica e danificou o a parte interna. É um lembrete preocupante de que o problema do lixo espacial na órbita baixa da Terra é uma bomba relógio.

Obviamente, agências espaciais ao redor do mundo estão cientes do problema dos detritos espaciais. Mais de 23 mil pedaços estão sendo rastreadas na órbita baixa da Terra para ajudar satélites e a EEI a evitar colisões, mas todas as partículas tem o tamanho de uma bola de tênis ou são maiores.

Qualquer coisa menor do que isso é muito diminuta para ser rastreada, mas viaja a velocidades orbitais e pode causar danos significativos, incluindo perfurar placas de metal.

Canadarm2 — formalmente conhecido como O Sistema de Manipuladores Remotos da Estação Espacial (SSRMS, na sigla em inglês), projetado pela Agência Espacial Canadense — está instalado na EEI há 20 anos. É um braço robótico de titânio multi-articulado que permite a manobra de objetos fora da EEI, incluindo veículos de carga, e manutenções na estação.

Não está claro exatamente quando o impacto ocorreu. O dano foi notado pela primeira vez em 12 de maio, durante uma inspeção de rotina. A NASA e a CSA trabalharam juntas para realizar fotos detalhadas e avaliar os danos.

“Apesar do impacto, os resultados da análise em andamento indicam que o desempenho do braço permanece inalterado”, escreveu o CSA em um post. “O dano é limitado a uma pequena parte do braço a cobertura térmica. O Canadarm2 continua a conduzir suas operações…”

Embora a ISS pareça ter tido sorte nesse episódio, o problema dos detritos espaciais parece estar aumentando. No ano passado, a ISS teve que realizar manobras de emergência três vezes para evitar colisões com detritos espaciais em sua altitude de cerca de 400 quilômetros.

Desde o lançamento do Sputnik 1 em 1957, detritos espaciais vêm se acumulando. De acordo com um relatório da Agência Espacial Europeia, estima-se que 130 milhões de fragmentos de material criado por humanos, menores do que um milímetro, estão orbitando a Terra neste momento. Essa estimativa não inclui poeira espacial natural.

“Para continuar se beneficiando da ciência, tecnologia e dados que a operação espacial nos traz, é vital que alcancemos uma melhor conformidade com as diretrizes de mitigação de detritos espaciais existentes no projeto e nas operações das naves espaciais”, disse o chefe do Escritório de Detritos Espaciais da ESA, Tim Florer, no ano passado.

“Não pode ser enfatizado o suficiente – isso é essencial para o uso sustentável do espaço.”

As operações de robótica na ISS usando o Canadarm2 continuarão como planejado no futuro próximo, disse a CSA. Mas ambas as agências espaciais continuarão coletando dados para realizar uma análise do evento, tanto para entender como ocorreu, quanto para avaliar o risco futuro.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …