Documento secreto da URSS revela planos para receber sinais da Lua, Vênus e Marte

(cv) NASA 360

A empresa Rossiyskie Kosmicheskie Sistemy publicou um documento de 1961 sobre a criação do complexo de comunicações espaciais de longa distância que assegurou voos de sondas espaciais soviéticas até a Lua, Vênus e Marte.

De acordo com RKS, o documento está cheio de otimismo dos criadores, que no momento da elaboração tinham acabado de construir as antenas.

No ano do primeiro voo espacial tripulado, eles não tinham dúvidas de que as pessoas se deslocariam pelo Sistema Solar e que os voos de sondas espaciais para outros planetas aconteceriam em breve.

O documento histórico de 1961 era dedicado à criação e modernização do complexo de comunicações espaciais de longa distância na Crimeia, que assegurou os voos de sondas espaciais soviéticas até a Lua, Vênus e Marte.

“O desenvolvimento do centro espacial em Eupatória permitirá ter comunicação bidirecional via rádio com as sondas espaciais dentro do Sistema Solar e manter comunicação telefônica e fototelegráfica com as sondas espaciais com alcance de 1 bilhão de quilômetros (cerca da órbita de Júpiter)”, diz a mensagem da empresa russa.

O documento, intitulado “Desenvolvimento de um sistema de comunicação de longa distância baseado no centro de Eupatória Pluton (Plutão)” não estava disponível para o público geral.

O projeto reflete as perspectivas para modernização do Centro Pluton, construído em Eupatória em tempo recorde – cinco anos antes do surgimento de um centro semelhante nos EUA – e capaz de trabalhar com objetos a uma distância que atingia a órbita de Júpiter.

Segundo os autores do documento, era necessário desenvolver o centro para poder se comunicar via rádio até a órbita de Júpiter, transmitir um sinal de televisão a partir de Vênus e comunicação vídeotelefónica a partir de Marte.

A transmissão de uma imagem desde Vênus demoraria cinco segundos, de Marte um minuto e de Júpiter 15 minutos.

“Todos esses planos são descritos sem reservas, os autores do documento parecem estar totalmente convencidos: todas essas missões são apenas uma questão de tempo, e seriam realizadas nos tempos mais próximos“, relata a mensagem da empresa russa.

Segundo explica RKS, em 1962 o complexo de comunicações espaciais remotas em Eupatória foi modernizado e assegurou a comunicação com todas as sondas espaciais soviéticas. Com ajuda desse centro, foi possível realizar o reconhecimento via radar das superfícies de Marte, Mercúrio e Vênus e cumprir quase tudo o que os criadores haviam planejado em 1961.

Ciberia // Sputnik / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Há uma espiral misteriosa na atmosfera de Vênus

A nave espacial não tripulada Akatsuki, do Japão, encontrou gigantescas estruturas espirais na atmosfera de Vênus, formadas por ventos polares e pela rápida rotação do planeta. A atmosfera de Vênus ganha atenção de astrônomos há quase …

Tem “barriga de cerveja”? Seu cérebro pode estar encolhendo

Uma equipe de pesquisadores britânicos concluiu que quem acumula mais gordura na zona do abdômen apresenta uma maior probabilidade de redução do cérebro e de aparecimento de demência. Com a linha da cintura em expansão, surgem …

Até os antigos egípcios faziam tarefa de casa

Uma tarefa de casa, escrita por uma criança do Antigo Egito, ficou preservada desde o segundo século a.C. – e as palavras podem parecer familiares até nos dias de hoje. Uma lição antiga preservada em uma …

Dinamarca avança com plano ambicioso de criar 9 ilhas na costa de Copenhague

O governo dinamarquês e a prefeitura de Copenhague, em conjunto com um gabinete de arquitectura e planejamento urbano, vão avançar com um ambicioso plano de criar nove ilhas na costa da capital do país. Um grandioso …

(cv) Euronews

Submarino alemão da Primeira Guerra Mundial aparece na costa da França

Os destroços de um submarino alemão da Primeira Guerra Mundial emergiram em uma praia de Wissant, no norte da França. Há décadas enterrada na areia, a carcaça enferrujada da embarcação naufragada em 1917 agora pode …

Não somos só o que comemos, “somos o que vemos” no dia a dia

No que diz respeito à saúde física, somos o que comemos. Mas e quanto à saúde mental? Segundo o médico David Fryburg, endocrinologista, somos o que vemos. Conforme aponta Fryburg, a comida é uma mistura complicada de fontes …

Detectados misteriosos sinais de rádio de galáxia a 1,5 bilhão de anos-luz

Uma equipe de cientistas do Canadá detectou sinais de rádio provenientes de uma galáxia a 1,5 bilhões de anos-luz de distância da Terra. As rajadas rápidas de rádio, impulsos de energia com duração de apenas alguns …

Companhia aérea portuguesa é a primeira a voar sem qualquer plástico a bordo

A companhia aérea portuguesa Hi Fly tornou-se a primeira do mundo a voar sem qualquer plástico a bordo. A viagem aconteceu no dia 26 de dezembro. De acordo com o comunicado da companhia, o voo teve origem em …

Overstock é a primeira empresa norte-americana a pagar impostos com bitcoins

A Overstock é a primeira empresa norte-americana com presença nacional a anunciar que pagará os impostos no estado do Ohio com bitcoins, opção disponível desde novembro do ano passado. A Fortune informou, na semana passada, que a decisão da …

Jovem que criou plástico de maracujá será a primeira brasileira a assistir ao Nobel

Juliana Davoglio se tornou a primeira jovem brasileira da história a ser selecionada para acompanhar uma cerimônia do Prêmio Nobel. Ela foi a aluna que criou o plástico feito a partir da sobra de Maracujá. A …