Donald Trump diz por que estava em bunker subterrâneo em meio a protestos

(dr) Boris Baldinger / Fórum Econômico Mundial Copyright do Fórum Econômico Mundial / Boris Baldinger

Em meio aos protestos violentos e pacíficos que têm varrido os EUA após a morte do afro-americano George Floyd, surgiram relatos de que Trump se escondeu dos manifestantes em um bunker.

Donald Trump atacou como “falsa” a notícia de que havia sido levado para um bunker subterrâneo na noite de sexta-feira (29) por os Serviços de Segurança temerem por sua segurança devido aos manifestantes se aproximarem da Casa Branca.

O presidente confirmou que ele esteve em um bunker, embora por um “muito, muito curto período de tempo” e por um motivo diferente, de acordo com sua entrevista exclusiva ao apresentador Brian Kilmeade da Fox Radio na quarta-feira (3).

“Bem, foi um relato falso. Eu não estava lá em baixo, eu desci durante o dia e estive lá por um pequeníssimo período de tempo, e foi muito mais para uma inspeção, não houve nenhum problema durante o dia”, disse o presidente a Kilmeade quando ele pediu para comentar sobre os relatos referidos.

O comandante-em-chefe dos EUA explicou então que ele havia feito ações semelhantes por “duas ou três vezes” no passado e “todas para inspeção”.

“Um dia você pode precisar, mas você vai lá e eu desci. Eu olhei para ele, foi durante o dia. Não foi um problema, e eu li sobre isso como se tivesse sido uma grande coisa. Nunca houve um problema. Nós nunca tivemos um problema”, continuou o presidente.

Começo da história

No domingo (31), o New York Times relatou que “agentes do Serviço Secreto encaminharam abruptamente o presidente para o bunker subterrâneo usado no passado durante ataques terroristas”, preocupados com a segurança do presidente na hora em que manifestantes se reuniam fora da Casa Branca, atirando garrafas e tijolos.

A informação teria sido confirmada à emissora Fox News por um alto funcionário da administração e também compartilhada pela CNN na segunda-feira (1º). O presidente, no entanto, criticou as reportagens sobre a natureza “de segurança” de sua suposta fuga para o abrigo subterrâneo como “notícias falsas”.

Nunca ninguém chegou perto de nós para criar um problema. O Serviço Secreto faz um trabalho inacreditável de manter o controle na Casa Branca, e além do Serviço Secreto temos muitas outras grandes pessoas lá fora, incluindo a Polícia de [Washington] DC e, claro, além disso, depois que eu vi à noite, que foi um pouco dura e certamente foi dura para Leland [Vittert, jornalista da Fox News], eu acho isso mais do que qualquer outra pessoa. Nós trouxemos as – trouxemos as tropas”, continuou Donald Trump.

Ele observou que os agentes do Serviço Secreto lhe disseram que “seria um bom momento” para inspecionar o bunker da Casa Branca, porque ele poderia precisar dele algum dia.

Manifestações recentes

Protestos pacíficos por todos os Estados Unidos pela morte do morador negro de Minneapolis George Floyd, em 25 de maio, tiveram uma mudança violenta na semana passada, quando saqueadores e amotinados começaram a aterrorizar várias grandes cidades dos Estados Unidos. Vários governadores dos Estados Unidos pediram a mobilização da Guarda Nacional, incluindo o chefe de Minnesota Tim Walz.

Donald Trump expressou simpatia pela morte brutal do homem afro-americano, mas insistiu que a lei e a ordem deveriam ser observadas em todo o país, condenando os “bandidos” que têm estado envolvidos na destruição de propriedades.

O presidente disse na segunda-feira (1º) que “milhares e milhares” de agentes militares deveriam ser destacados para Washington DC para enfrentar o vandalismo e os saques. Muitos protestos também se juntaram ao lado da Casa Branca e, segundo o diário Laredo Morning Times, alguns desses manifestantes foram detidos por policiais depois de pularem barricadas perto do Departamento do Tesouro na sexta-feira (29).

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …

O estudo que vacinará uma cidade inteira com a Coronavac

Serrana (SP), com 45 mil habitantes, se torna um dos laboratórios mundiais para analisar o coronavírus. Instituto Butantan quer avaliar impacto da imunização em massa na transmissão da covid-19. Wuhan é a cidade onde a pandemia …

Investigação revela terras protegidas da Amazônia à venda no Facebook

Pessoas que invadem e desmatam ilegalmente trechos da Floresta Amazônica estão anunciando as áreas no Facebook em busca de compradores. Uma investigação da BBC encontrou na plataforma dezenas de anúncios em que vendedores negociam pedaços da …

Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 17 no leste da Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando 17 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é …

Tiranossauros jovens impediram o desenvolvimento de espécies menores, diz estudo

A pesquisa demonstrou que grandes dinossauros, como o T-rex, que cresceram de um pequeno tamanho até se tornarem criaturas enormes, modificaram seus ecossistemas ao competirem com espécies rivais menores. Um estudo publicado nesta sexta-feira (26), no …

UE quer passaporte para vacinados até meio do ano

A União Europeia quer estabelecer um sistema de passaportes para vacinados contra covid-19 ainda antes de suas férias de verão, no meio do ano. O setor turístico é fundamental para várias economias do bloco, sobretudo …

Facebook encerra contas do exército birmanês devido ao recurso à violência

A rede Facebook anunciou hoje em comunicado ter encerrado as contas vinculadas à junta militar birmanesa devido ao uso da "violência mortífera" contra os manifestantes que têm protestado contra o golpe militar perpetrado no …

Malcolm X: carta indica plano do FBI e polícia de NY para assassinar líder negro

Morto em 1965, aos 39 anos, em Nova York, o ativista negro norte-americano Malcolm X não teve, até hoje, o assassinato totalmente esclarecido. Contudo, o surgimento recente de uma carta aponta para uma possível conspiração entre …

NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil

A Nvidia Enterprise e a Woopi, empresa do Grupo Stefanini focada em Inteligência Artificial (IA) anunciaram nesta quarta-feira (24) uma parceria para desenvolver soluções de IA e processamento de linguagem natural. E o primeiro projeto …

250 mil mortos por covid no Brasil: o que significa esse número

O Brasil acumula um quarto de milhão de mortes por covid-19, às vésperas de se completar um ano desde o primeiro caso de coronavírus ter sido identificado no país. Segundo as contas do consórcio de imprensa …