Família viveu isolada na Sibéria durante 42 anos sem saber da 2ª Guerra Mundial

Wikimedia

A família Lykov

A família Lykov

Durante mais de quatro décadas, a família Lykov viveu completamente isolada da civilização, no sul da Sibéria, para fugir da morte pelas mãos do regime soviético.

Enquanto viviam sem rádio ou televisão, Karp, Akulina, Savin, Dmitriy, Natalia e Agafia nunca tiveram conhecimento dos horrores da Segunda Guerra Mundial ou até do primeiro homem que foi à Lua.

A família só foi descoberta em 1978, quando quatro geólogos que exploravam a região de helicóptero avistaram o jardim dos Lykov e, depois, a cabana de madeira onde moravam há 42 anos. Até então, não havia qualquer registo de atividade humana naquela zona, e a civilização mais próxima ficava a 200 km de distância.

“Quando nos aproximamos da cabana, vimos um senhor com uma barba comprida um pouco assustado. Era Karp, o pai”, disse a geóloga Galina Pismenskaya ao jornalista russo Vasily Peskov, que revelou a história em 1994.

Segundo Peskov, o interior da cabana onde a família vivia parecia medieval – o chão era forrado com folhas do bosque, e as paredes não tinham janelas, porque não havia vidro para protegê-los do frio.

Wikimedia

A cabana onde a família Lykov morou, no sul da Sibéria

A cabana onde a família Lykov morou, no sul da Sibéria

“Cumprimentamos o homem mas não fomos logo correspondidos. Depois de alguns minutos, ele nos convidou a entrar”, destacou.

Pouco a pouco, os geólogos começaram a interrogar os membros da família para saber como tinham chegado até ali e, principalmente, como é que tinham conseguido sobreviver ao clima da Sibéria durante tanto tempo.

Depois de várias visitas à família, os geólogos conseguiram saber o motivo que os levou àquele lugar. Karp e sua mulher, Akulina, eram o que se chama na Igreja Ortodoxa Russa de “velhos crentes” – não aceitavam as profundas mudanças que ocorreram na igreja em 1654 com a chamada Reforma de Nikon e, por isso, foram perseguidos.

Assim, começaram uma nova vida, longe das patrulhas que queriam executá-los pelas suas crenças. Durante o tempo em que a família viveu isolada do resto do mundo aconteceram a 2ª Guerra Mundial, o assassinato do presidente americano John F. Kennedy, e a primeira ida do homem à Lua.

Enquanto isso, a família dedicava-se a ler a Bíblia, a semear e a caçar sua própria comida e a fazer roupas a partir da pele de animais. Foi só através de uma televisão disponibilizada pelos geólogos que a família se deu conta de tudo que aconteceu, desde os horrores da guerra aos avanços da ciência.

Quando souberam da existência de satélites, compreenderam o que tinham visto no céu, mas não conseguiam explicar: “Ah, essas são as estrelas que pareciam girar cada vez mais rápido”.

A princípio, a única coisa que a família recebeu dos geólogos foi sal. “Foi uma tortura viver por todos esses anos sem isso”, disse o patriarca, que, a não ser por isso, pretendia continuar a levar a mesma vida.

Ainda que Peskov e Dash digam que o que se passou a seguir não se deveu ao contato com a civilização, três dos cinco integrantes da família morreram em 1981 por causa de diferentes doenças.

O pai da família, Karp, morreu em 1988. A única sobrevivente, Agafia, decidiu ficar longe das cidades – queria morrer no mesmo lugar onde tinha aprendido a viver.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

NASA detecta 150 objetos voadores não identificados orbitando a Terra

Para além de qualquer especulação vaga ou teoria da conspiração, os famosos Objetos Voadores Não-Identificados – mais conhecidos como OVNIs – são uma realidade, cada vez mais documentada e tornada publica por agências espaciais como …

Reino Unido aprova vacina da Pfizer para uso já na semana que vem

O governo do Reino Unido anunciou nesta quarta-feira (02/11) a aprovação da vacina para covid-19 produzida em parceria pela Pfizer e pela Biontech e adiantou que ela estará disponível já na próxima semana. O governo comunicou …

Com 14 prêmios no Oscar do turismo, Portugal tenta se reinventar na pandemia de COVID-19

Portugal conquistou 14 prêmios no World Travel Awards 2020, considerado o Oscar do turismo mundial, na noite de sexta-feira (27). Lisboa, Madeira e Algarve foram os destaques como melhores destinos do mundo na premiação, feita …

Um traumatizado veterano SEAL da Marinha dos EUA disse que uma viagem "mágica" de cogumelo pôs fim à sua depressão

Antes de sua primeira viagem guiada de cogumelos “mágicos”, Chad Kuske era prisioneiro de sua própria raiva no trânsito. Se um carro parasse na frente dele, ele ficava consumido pela raiva, ultrapassando todos os veículos em …

Esta espécie rara de uva é maior que um ovo de galinha

Não, as fotos de uvas gigantes (do tamanho de ovos de galinha) não são falsas. Se você passa um tempo considerável na internet, deve ter visto imagens dessas frutas atípicas por aqui. Para a surpresa …

Reino Unido anuncia novas restrições após fim do lockdown para tentar conter segunda onda de covid-19

O Reino Unido sai na próxima semana de um novo lockdown, mas, diante do aumento de casos de covid-19 no país, não entra em um período de flexibilização das medidas de distanciamento social. Nesta quinta-feira (26/11), …

Neandertais podem ter usado as mãos de maneira diferente à dos humanos modernos

Os neandertais podem ter feito um uso diferente das mãos em comparação à forma como os humanos modernos as usam, para eles seria difícil repetir muitos gestos normais para nós hoje em dia. Os dedos do …

Catarro? Som da tosse? Conheça métodos alternativos para detectar a covid-19

Desde o início da pandemia, a realização de testes para detectar a covid-19 fez-se extremamente necessária. No entanto, com o passar dos meses, instituições e empresas privadas ao redor do mundo deram início ao desenvolvimento …

Ativistas preparam protesto global contra a Amazon

Um grupo internacional de ativistas climáticos, aliados a trabalhadores de armazéns da Amazon, lançou uma campanha online global, cujo objetivo é pressionar a gigante do e-commerce a oferecer melhores condições de trabalho para seus funcionários …

Pesquisadores descobrem em cometa elemento essencial para vida na Terra

A descoberta indica que os elementos imprescindíveis para o surgimento da vida podem ter chegado à Terra por meio de cometas. Pesquisadores identificaram fósforo e flúor em partículas de poeira sólida coletadas no interior do cometa …