Família viveu isolada na Sibéria durante 42 anos sem saber da 2ª Guerra Mundial

Wikimedia

A família Lykov

A família Lykov

Durante mais de quatro décadas, a família Lykov viveu completamente isolada da civilização, no sul da Sibéria, para fugir da morte pelas mãos do regime soviético.

Enquanto viviam sem rádio ou televisão, Karp, Akulina, Savin, Dmitriy, Natalia e Agafia nunca tiveram conhecimento dos horrores da Segunda Guerra Mundial ou até do primeiro homem que foi à Lua.

A família só foi descoberta em 1978, quando quatro geólogos que exploravam a região de helicóptero avistaram o jardim dos Lykov e, depois, a cabana de madeira onde moravam há 42 anos. Até então, não havia qualquer registo de atividade humana naquela zona, e a civilização mais próxima ficava a 200 km de distância.

“Quando nos aproximamos da cabana, vimos um senhor com uma barba comprida um pouco assustado. Era Karp, o pai”, disse a geóloga Galina Pismenskaya ao jornalista russo Vasily Peskov, que revelou a história em 1994.

Segundo Peskov, o interior da cabana onde a família vivia parecia medieval – o chão era forrado com folhas do bosque, e as paredes não tinham janelas, porque não havia vidro para protegê-los do frio.

Wikimedia

A cabana onde a família Lykov morou, no sul da Sibéria

A cabana onde a família Lykov morou, no sul da Sibéria

“Cumprimentamos o homem mas não fomos logo correspondidos. Depois de alguns minutos, ele nos convidou a entrar”, destacou.

Pouco a pouco, os geólogos começaram a interrogar os membros da família para saber como tinham chegado até ali e, principalmente, como é que tinham conseguido sobreviver ao clima da Sibéria durante tanto tempo.

Depois de várias visitas à família, os geólogos conseguiram saber o motivo que os levou àquele lugar. Karp e sua mulher, Akulina, eram o que se chama na Igreja Ortodoxa Russa de “velhos crentes” – não aceitavam as profundas mudanças que ocorreram na igreja em 1654 com a chamada Reforma de Nikon e, por isso, foram perseguidos.

Assim, começaram uma nova vida, longe das patrulhas que queriam executá-los pelas suas crenças. Durante o tempo em que a família viveu isolada do resto do mundo aconteceram a 2ª Guerra Mundial, o assassinato do presidente americano John F. Kennedy, e a primeira ida do homem à Lua.

Enquanto isso, a família dedicava-se a ler a Bíblia, a semear e a caçar sua própria comida e a fazer roupas a partir da pele de animais. Foi só através de uma televisão disponibilizada pelos geólogos que a família se deu conta de tudo que aconteceu, desde os horrores da guerra aos avanços da ciência.

Quando souberam da existência de satélites, compreenderam o que tinham visto no céu, mas não conseguiam explicar: “Ah, essas são as estrelas que pareciam girar cada vez mais rápido”.

A princípio, a única coisa que a família recebeu dos geólogos foi sal. “Foi uma tortura viver por todos esses anos sem isso”, disse o patriarca, que, a não ser por isso, pretendia continuar a levar a mesma vida.

Ainda que Peskov e Dash digam que o que se passou a seguir não se deveu ao contato com a civilização, três dos cinco integrantes da família morreram em 1981 por causa de diferentes doenças.

O pai da família, Karp, morreu em 1988. A única sobrevivente, Agafia, decidiu ficar longe das cidades – queria morrer no mesmo lugar onde tinha aprendido a viver.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual

O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de …

Brasil é o maior hub de fintech da América Latina

O Brasil é o maior país da América Latina — tanto em massa quanto em população — e ocupa uma posição influente no cenário global. Depois dos Estados Unidos, o Brasil lidera a lista do …

Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte

O entomólogo William Romoser, professor emérito da Universidade de Ohio (EUA), analisou fotos captadas por rovers da NASA em Marte e afirma ter achado nelas fósseis de insetos. Romoser analisou detalhadamente estruturas parecidas a abelhas, bem …

China se irrita com decisão americana sobre Hong Kong e convoca diplomata

Pequim convocou nesta quarta-feira (20) um diplomata do alto escalão dos Estados Unidos após a adoção na terça-feira (19), pelo Senado americano, de um texto que apoia os "direitos humanos e democracia" em Hong Kong. Os …

Porteiro que citou Bolsonaro no caso Marielle recua em novo depoimento

O porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista, Anderson Gomes, depôs nesta terça-feira (19/11) à Polícia Federal e recuou da versão que havia …

Anistia Internacional denuncia mais de 100 mortes em protestos no Irã

ONG relata uso de munição real contra manifestantes e diz que total de mortos pode ser ainda maior. Presidente e líder supremo dizem que país teve êxito ao lidar com distúrbios provocados por inimigos externos. A …

Áustria decide sobre polêmica do destino da casa onde nasceu Hitler

Por enquanto, parece ter se encerrado a polêmica sobre qual destino dar à residência onde nasceu Adolf Hitler. O edifício, que fica na Áustria, se tornará uma delegacia de polícia, segundo anunciou o governo austríaco …

Satélites Starlink já estão atrapalhando observações astronômicas

Em maio, Elon Musk garantiu que seus satélites Starlink não causariam impactos nas observações astronômicas — declaração dada pelo Twitter logo após o lançamento dos primeiros 60 satélites do projeto que visa pelo menos 12 …

As celebridades no esporte que adoram poker - 7 esportistas que jogam poker por lazer!

O poker está cada dia mais alcançando um status como esporte e poderá até mesmo se tornar um esporte olímpico. Desde 2009, o poker é considerado mundialmente como um esporte da mente pela International Mind Sports …

Tiro de PM causou morte da menina Ágatha no Rio, aponta inquérito

A Polícia Civil do Rio de Janeiro afirmou nesta terça-feira (19/11) que um cabo da Polícia Militar foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) pela morte de Ágatha Vitória Sales Félix, de …