Cientistas prevêem grande terremoto com tsunami devastador

Sismólogos chilenos e franceses acreditam que conseguiram prever onde vai acontecer o próximo grande terremoto, seguido de um tsunami devastador.

O Chile, palco habitual de sismos de grande magnitude, será o epicentro de um fenômeno que pode ter efeitos avassaladores, de acordo com os autores de um estudo publicado no Journal of Geophysical Research.

As previsões apontam que esse terremoto, e consequente tsunami, deverá acontecer nas proximidades da cidade de Santiago, capital do Chile, com epicentro em Valparaíso. Nesta cidade chilena ocorreu, em 22 de maio de 1960, o mais forte terremoto já registrado, desde que há registros sismográficos, com uma magnitude de 9.5.

Outro estudo publicado na revista Earth and Planetary Science Letters se debruçou especialmente sobre o sismo que assolou o Chile em 2015, com magnitude de 8.3.

Sismólogos chilenos e franceses chegaram a conclusões semelhantes quanto aos riscos que as placas tectônicas sul-americana e de Nazca representam para futuros terremotos na região.

Padrão regular a cada 80 anos

Graças a simulações de vários terremotos hipotéticos, de diversas magnitudes e a profundidades distintas, na costa do Chile, os cientistas calcularam a inundação que um tsunami provocaria.

Essas conclusões foram comparadas com dados relativos ao terremoto de 1730, que foi seguido de tsunami, concluindo que teria tido “uma magnitude de 9.1 a 9.3 no mar central do Chile, rompendo a entre 600 a 800 quilômetros da crosta e causando seu desvio em entre 10 a 14 metros”.

Segundo pesquisadores citados pelo GeoSpace, blog da União Americana de Geofísica, o terremoto de 1730 no Chile teria causado tsunamis que provocaram danos tão extensos que chegaram ao Japão, destruindo edifícios ao longo de mais de mil quilômetros, nas zonas costeiras.

E a culpa desse evento devastador teria sido da placa tectônica de Nazca, que está constantemente a convergir por baixo da placa sul-americana. “Poderosos terremotos, na América do Sul, são resultado da submersão da placa de Nazca, por baixo do continente, a grande velocidade, a cerca de 80 milímetros por ano“, frisam os pesquisadores.

Metropolitan Museum of Art / Wikimedia

Debaixo da Onda de Kanagawa, ilustração de Katsushika Hokusai, 1823.

Debaixo da Onda de Kanagawa, ilustração de Katsushika Hokusai, 1823. O terramoto de 1730 no Chile teria causado tsunamis que provocaram danos tão extensos que chegaram ao Japão.

Todos os anos ocorrem terremotos causados pelo acúmulo de tensão tectônica nas zonas da América do Sul, Central e Norte, com as placas se friccionando umas nas outras. Essa libertação de energia provoca os tremores de terra.

Os cientistas identificaram “um padrão, de certa forma regular, de características de sismos com mais de 8 Mw, ocorrendo a cada 60 a 80 anos“.

Atualmente, o deslocamento da placa de Nazca é de oito centímetros por dia, o que provoca uma brecha de cerca de 4,5 metros que será compensada a cada 70 anos, provocando assim, fortes sismos.

Uma quietude preocupante

O grande problema e motivo de preocupação é que a área de ruptura tem estado muito quieta desde o grande sismo de 1730.

“Uma vez que o último terremoto da região envolveu pouco ou nenhum deslizamento a profundidades rasas, um futuro próximo terremoto, no Chile Metropolitano, pode libertar o deslizamento raso acumulado desde 1730 e assim, levar a uma forte tsunami”, explica Matías Carvajal, da Escola de Ciências do Mar da Universidade Católica Pontifícia de Valparaíso, no Chile, no Journal of Geophysical Research.

“A agitação moderada de um sismo raso pode atrasar a evacuação perante um tsunami, na zona costeira mais povoada do Chile”, onde vive cerca de um milhão de pessoas, acrescenta Carvajal.

“Rupturas sísmicas rasas ocorrem perto de fossas oceânicas, onde a profundidade do oceano é, habitualmente, maior do que em qualquer outro lado. Quanto mais funda a água sob a fonte da região, maior seria o tsunami“, explica ainda o pesquisador.

Matías Carvajal diz ainda que essa futura “grande ruptura de terremoto terá uma magnitude maior do que 9, com significativo deslizamento raso no norte e um deslizamento mais profundo no sul”.

Nos últimos dias, o Chile foi abalado por diversos terremotos ao longo do mês de abril, quando um dos sismos chegou a atingir os 6.9 de magnitude, não causando danos significativos.

O Chile é um dos países mais propensos do mundo a sofrer sismos e tsunamis.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …