Donald Trump visita Papa Francisco, que o recebeu com frieza e ar sério

O Papa Francisco recebeu nesta quarta-feira o presidente dos EUA, Donald Trump, em um encontro que durou apenas 27 minutos. A frieza do habitualmente carismático Francisco marcou o encontro com o líder norte-americano.

Donald Trump se reuniu, pela primeira vez, com o Papa Francisco, no primeiro ato oficial da sua visita à Europa. Foi um encontro de apenas 27 minutos, o que contrasta com os mais de 50 minutos que Francisco passou com Barack Obama, quando recebeu o ex-presidente dos EUA.

A reunião juntou dois homens que têm manifestado posições muito distintas sobre questões como as migrações e as alterações climáticas. Não se esperava assim, grande afetividade entre ambos e o jornal El País destaca que havia “alguma tensão” no encontro.

O jornal espanhol nota a “extrema seriedade” no rosto do Papa que é habitualmente muito sorridente, destacando que recordou Trump a importância de garantir a paz no mundo e de preservar o meio ambiente.

Depois do encontro, o Papa e Trump reafirmaram à colaboração “serena” entre o Estado e a Igreja Católica, “comprometida no serviço à população nos campos da saúde, da educação e da assistência aos imigrantes”, informa um comunicado divulgado à imprensa.

O documento indica ainda que as conversas “permitiram uma troca de pontos de vista sobre alguns temas relacionados com a atualidade internacional e com a promoção da paz no mundo”, através da negociação política e do diálogo inter-religioso.

Durante a campanha eleitoral, Donald Trump manifestou sua vontade de construir muros para impedir a entrada de imigrantes ilegais nos EUA. Na época, o Papa Francisco disse que “uma pessoa que pensa em fazer muros em vez de pontes, não é cristão“, ao que Trump respondeu que o próprio Vaticano é protegido por muros de 30 metros de altura.

O Papa Francisco criticou também a bomba lançada pelos EUA no Afeganistão, alertando que a palavra “mãe” não deve ser usada em referência a uma arma mortal.

Roupas de Melania e Ivanka dão que falar

Na visita ao Vaticano, o presidente norte-americano chegou acompanhado pela mulher, Melania, a filha mais velha, Ivanka, e o genro, Jared Kushner.

A vestimenta das já chamadas “mulheres de Trump” é um dos temas comentados na atualidade mundial, uma vez que optaram por usar vestidos e véus pretos, respeitando o protocolo do Vaticano.

Um dado que contrasta com a decisão que tomaram na Arábia Saudita, onde Melania e Ivanka prescindiram do véu.

Donald Trump encontrou-se ainda com o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, acompanhado por D. Paul Gallagher, secretário do Vaticano para as relações com os Estados.

O presidente dos EUA segue agora para um encontro com o presidente italiano e participa depois de encontro da Otan, em Bruxelas.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Investigação revela terras protegidas da Amazônia à venda no Facebook

Pessoas que invadem e desmatam ilegalmente trechos da Floresta Amazônica estão anunciando as áreas no Facebook em busca de compradores. Uma investigação da BBC encontrou na plataforma dezenas de anúncios em que vendedores negociam pedaços da …

Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 17 no leste da Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando 17 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é …

Tiranossauros jovens impediram o desenvolvimento de espécies menores, diz estudo

A pesquisa demonstrou que grandes dinossauros, como o T-rex, que cresceram de um pequeno tamanho até se tornarem criaturas enormes, modificaram seus ecossistemas ao competirem com espécies rivais menores. Um estudo publicado nesta sexta-feira (26), no …

UE quer passaporte para vacinados até meio do ano

A União Europeia quer estabelecer um sistema de passaportes para vacinados contra covid-19 ainda antes de suas férias de verão, no meio do ano. O setor turístico é fundamental para várias economias do bloco, sobretudo …

Facebook encerra contas do exército birmanês devido ao recurso à violência

A rede Facebook anunciou hoje em comunicado ter encerrado as contas vinculadas à junta militar birmanesa devido ao uso da "violência mortífera" contra os manifestantes que têm protestado contra o golpe militar perpetrado no …

Malcolm X: carta indica plano do FBI e polícia de NY para assassinar líder negro

Morto em 1965, aos 39 anos, em Nova York, o ativista negro norte-americano Malcolm X não teve, até hoje, o assassinato totalmente esclarecido. Contudo, o surgimento recente de uma carta aponta para uma possível conspiração entre …

NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil

A Nvidia Enterprise e a Woopi, empresa do Grupo Stefanini focada em Inteligência Artificial (IA) anunciaram nesta quarta-feira (24) uma parceria para desenvolver soluções de IA e processamento de linguagem natural. E o primeiro projeto …

250 mil mortos por covid no Brasil: o que significa esse número

O Brasil acumula um quarto de milhão de mortes por covid-19, às vésperas de se completar um ano desde o primeiro caso de coronavírus ter sido identificado no país. Segundo as contas do consórcio de imprensa …

Na diplomacia das vacinas, Israel troca imunizante por reconhecimento de Jerusalém como capital

No combate à Covid-19, Israel é exemplo mundial. A metade da população do Estado hebreu já recebeu pelo menos uma dose da vacina contra o coronavírus e um terço está completamente imunizada, com as …

"Subestimar Rússia de Putin é sempre um erro", diz indicado de Biden para chefiar CIA

Nesta quarta-feira (24), William Burns, o indicado do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para o cargo de diretor da CIA, disse que subestimar a Rússia é sempre um erro e acusou a China de …