Esfinge usada há 94 anos em filme épico de Hollywood é desenterrada na Califórnia

Uma equipe de arqueólogos conseguiu desenterrar uma esfinge de gesso, com 94 anos, que foi usada como adereço no filme de 1923 “Os Dez Mandamentos”, do diretor Cecil B. DeMille. Um achado surpreendente que testemunha a chamada era dourada de Hollywood.

O filme épico Os Dez Mandamentos, de 1923, foi a primeira versão do tema bíblico realizada pelo diretor Cecil B. DeMille. Trata-se de um filme mudo, em preto e branco, que tinha um dos maiores cenários de filmagens já construídos até a época.

Quase 100 anos depois, arqueólogos conseguiram chegar a uma das colossais esfinges de gesso, que pesa 136 quilos e utilizada no filme épico.

A peça foi encontrada nas Dunas de Guadalupe-Nipomo, região central da Califórnia, onde DeMille filmou Os Dez Mandamentos, pelo fato de o cenário natural local se assemelhar a um Egito arenoso e deserto.

O diretor do Centro das Dunas de Guadalupe-Nipomo, Doug Jenzen, disse à CBS News que a esfinge se encontra em ótimo estado de conservação, com “a tinta ainda intacta”, por ter sido “preservada pela areia”.

Jenzen atesta também que, apesar de terem sido construídas para “durarem apenas dois meses”, ou seja, durante as filmagens, o fato de se encontrar a esfinge, 94 anos depois, em tão excelente estado “demonstra o nível de perfeição e de perícia que os artesãos usavam”.

“Isto é significativo e mostra que ainda estamos aprendendo facetas inesperadas da produção de filmes históricos, como o fato de os objetos de filmes em preto e branco serem pintados com cores extremamente intensas“, acrescenta Jenzen.

(dr) Centro das Dunas de Guadalupe-Nipomo

Esfinge de gesso usada no filme “Os Dez Mandamentos” (1923), de Cecil B. DeMille, foi desenterrada na Califórnia

O especialista explica que “teriam usado pigmentos diferentes nos cenários de filmagens para a criação de sombras, luz e profundidade, para prevenir este aspecto muito sólido de uma só cor, ou preto ou branco”. “Por isso, no filme, os objetos são cinzentos”, conclui.

As filmagens de Os Dez Mandamentos incluíram 21 esfinges semelhantes à agora encontrada nas areias da Califórnia, que foram criadas pelo artista francês Paul Iribe, conhecido como “o pai do art déco“, conforme atesta o site Live Science.

No término das filmagens, DeMille teria dado ordens para que todos os adereços fossem enterrados nas dunas. Isto porque seria muito caro removê-los para outro local e porque não pretenderia que outros diretores os aproveitassem.

Em 1956, DeMille voltaria ao tema dos Dez Mandamentos, com um novo filme, já a cores e com som, e com Charlton Heston no papel principal.

A busca pelos adereços do primeiro Os Dez Mandamentos também originou um documentário intitulado “The Lost City of Cecil B. DeMille”, onde Peter Brosnan conta a busca de mais de 30 anos pela chamada “cidade egípcia perdida” do diretor.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …