Estudante é preso por roubar quase R$ 20 milhões em criptomoedas

Um estudante americano de 20 anos foi preso pelo envolvimento em um esquema de invasão e comprometimento de smartphones que resultou em mais de US$ 5 milhões em moedas virtuais roubadas.

O estudante Joel Ortiz foi preso em 12 de julho no aeroporto da cidade de Los Angeles, na Califórnia, enquanto tentava embarcar em um voo para fugir para a Europa.

De acordo com as autoridades dos EUA, o jovem fazia parte de uma quadrilha que realizava ataques direcionados, focados, principalmente, em convenções de entusiastas das criptomoedas ou grandes nomes das redes sociais.

O principal método de ação do grupo era a engenharia social, na tentativa de convencer empresas de telefonia a transferirem números telefônicos de terceiros para cartões SIM sob o controle dos criminosos.

A partir daí, Ortiz e seus comparsas burlavam a autenticação em duas etapas da maioria dos serviços online, de olho em carteiras de criptomoedas e perfis em redes sociais com um bom número de seguidores.

O dinheiro era transferido para contas também sob o controle dos hackers, enquanto os logins e senhas roubados eram vendidos em fóruns online e também da Deep Web para outros criminosos também de olho em sua utilização para a aplicação de golpes.

Todo o esquema envolvia bitcoins, que eram a moeda usada para a compra dos perfis roubados e também transferida das carteiras para outros endereços sob o controle dos hackers. Ao ser capturado, Ortiz confessou fazer parte de uma quadrilha voltada para esse tipo de crime e citou mais cúmplices, cujas identidades não foram liberadas pela polícia.

De acordo com o hacker, uma das principais operações do grupo neste ano foi a conferência Consensus, que aconteceu em maio deste ano e foi promovida pela Coindesk, um dos principais veículos informativos e de análises sobre o mercado de criptomoedas.

Em um dos golpes aplicados durante o evento, US$ 1,5 milhão em bitcoins foram roubados de um empreendedor – parte do dinheiro estava empenhado em uma oferta inicial de moedas, que ele não pode honrar.

Um segundo executivo, cuja identidade não foi revelada, foi vítima de Ortiz duas vezes, perdendo acesso a serviços de e-mail, contas em redes sociais e carteiras de moedas. O caso chamou a atenção da polícia quando o hacker tentou assediar a filha e a esposa do empresário, fazendo ameaças em troca de bitcoins.

Ortiz foi indiciado com 13 acusações de furto de identidade, outras 13 por invasão de computadores e duas de roubo qualificado. Ele permanece preso pois, apesar dos números milionários de seus golpes, não possui US$ 1 milhão para pagar a fiança imposta pela justiça.

Ortiz tem uma audiência marcada para o dia 9 de agosto, quando estará diante de um juiz para negociar um acordo cujos termos não foram revelados, mas podem ir desde uma confissão e admissão de culpa até a concordância em cooperar com as investigações em troca de uma redução na pena.

Ciberia // CanalTech / Motherboard

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

NASA não consegue “despertar” Opportunity, a sonda adormecida em Marte

Os especialistas da NASA não conseguiram reestabelecer ligação com a sonda marciana Opportunity, embora o volume de pó na atmosfera de Marte já tenha reduzido a níveis muito próximos dos normais, revelou a agência norte-americana. “Neste …

Centenas de argentinos fazem renúncia coletiva ao catolicismo

Quase duas semanas depois da rejeição da legalização do aborto pelo Senado argentino, centenas de cidadãos participaram de uma apostasia coletiva no último fim de semana em Buenos Aires. O objetivo dos manifestantes era não apenas …

Cientistas identificam destino fatal da perdida 8ª Maravilha do Mundo

Os Terraços Rosa e Branco da Nova Zelândia, conhecidos como a 8ª Maravilha do Mundo, desaparecerem misteriosamente há mais de 130 anos. Agora, um grupo de cientistas acredita ter descoberto o que levou ao fatídico …

Revelada identidade das múmias do enorme sarcófago preto do Egito

No início de julho, um enorme sarcófago negro foi descoberto em Alexandria, no Egito. O misterioso túmulo foi aberto dias depois e os especialistas identificaram no interior três múmias danificadas pela água que tinha se …

2 mil anos depois, a rede de estradas romanas ainda gera riquezas

“Todos os caminhos levam a Roma”. Todo mundo já ouviu dizer e a ciência já nos mostrou que o ditado popular é realmente verdade. Um novo estudo mostra agora que a riqueza gerada pelas estradas …

Com apenas 3 anos, Ophelia tem um QI superior ao de Einstein

Ophelia Morgan-Dew tem apenas 3 anos, vive na cidade de Herefordshire, no Reino Unido, e pode ser o mais novo gênio do mundo. A menina fez o teste para medir o QI e os resultados …

Ex-diretor da CIA admite recorrer à Justiça contra Donald Trump

O ex-diretor da CIA John Brennan admitiu neste domingo (19) recorrer à Justiça, depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter cancelado seu acesso a informação confidencial e à Casa Branca. “Se esse é …

Roraima volta a pedir ao STF limite de entrada de venezuelanos

O governo de Roraima voltou a pedir ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspensão temporária de entrada de imigrantes em território brasileiro para tentar conter o perigo de conflitos e o “eventual derramamento de sangue …

Aumento do Judiciário compromete orçamento de 13 Estados

Metade dos 26 estados ligou o alerta orçamentário: o aumento que os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) concederam a si mesmos – ainda depende de aprovação no Senado – pode inviabilizar a folha de …

Universidade de São Paulo abre inscrições para curso gratuito sobre Harry Potter

O universo de Harry Potter continua conquistando gerações. Desde o lançamento do primeiro romance em 1997 (A Pedra Filosofal), foram mais de 450 milhões de cópias vendidas, traduções para 73 idiomas e o surgimento de …