Estudante é preso por roubar quase R$ 20 milhões em criptomoedas

Um estudante americano de 20 anos foi preso pelo envolvimento em um esquema de invasão e comprometimento de smartphones que resultou em mais de US$ 5 milhões em moedas virtuais roubadas.

O estudante Joel Ortiz foi preso em 12 de julho no aeroporto da cidade de Los Angeles, na Califórnia, enquanto tentava embarcar em um voo para fugir para a Europa.

De acordo com as autoridades dos EUA, o jovem fazia parte de uma quadrilha que realizava ataques direcionados, focados, principalmente, em convenções de entusiastas das criptomoedas ou grandes nomes das redes sociais.

O principal método de ação do grupo era a engenharia social, na tentativa de convencer empresas de telefonia a transferirem números telefônicos de terceiros para cartões SIM sob o controle dos criminosos.

A partir daí, Ortiz e seus comparsas burlavam a autenticação em duas etapas da maioria dos serviços online, de olho em carteiras de criptomoedas e perfis em redes sociais com um bom número de seguidores.

O dinheiro era transferido para contas também sob o controle dos hackers, enquanto os logins e senhas roubados eram vendidos em fóruns online e também da Deep Web para outros criminosos também de olho em sua utilização para a aplicação de golpes.

Todo o esquema envolvia bitcoins, que eram a moeda usada para a compra dos perfis roubados e também transferida das carteiras para outros endereços sob o controle dos hackers. Ao ser capturado, Ortiz confessou fazer parte de uma quadrilha voltada para esse tipo de crime e citou mais cúmplices, cujas identidades não foram liberadas pela polícia.

De acordo com o hacker, uma das principais operações do grupo neste ano foi a conferência Consensus, que aconteceu em maio deste ano e foi promovida pela Coindesk, um dos principais veículos informativos e de análises sobre o mercado de criptomoedas.

Em um dos golpes aplicados durante o evento, US$ 1,5 milhão em bitcoins foram roubados de um empreendedor – parte do dinheiro estava empenhado em uma oferta inicial de moedas, que ele não pode honrar.

Um segundo executivo, cuja identidade não foi revelada, foi vítima de Ortiz duas vezes, perdendo acesso a serviços de e-mail, contas em redes sociais e carteiras de moedas. O caso chamou a atenção da polícia quando o hacker tentou assediar a filha e a esposa do empresário, fazendo ameaças em troca de bitcoins.

Ortiz foi indiciado com 13 acusações de furto de identidade, outras 13 por invasão de computadores e duas de roubo qualificado. Ele permanece preso pois, apesar dos números milionários de seus golpes, não possui US$ 1 milhão para pagar a fiança imposta pela justiça.

Ortiz tem uma audiência marcada para o dia 9 de agosto, quando estará diante de um juiz para negociar um acordo cujos termos não foram revelados, mas podem ir desde uma confissão e admissão de culpa até a concordância em cooperar com as investigações em troca de uma redução na pena.

Ciberia // CanalTech / Motherboard

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera – a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …

Freiras desviam 500 mil de escola católica para jogar em Las Vegas

Duas freiras norte-americanas admitiram terem desviado fundos escolares estimados em 500 mil de dólares para realizarem viagens aos cassinos de Las Vegas, anunciou esta semana a arquidiocese de Los Angeles. O desvio de fundos destinados a …

Uma selfie em meio aos protestos em Paris: “metáfora do nosso tempo”

Uma foto do jornalista russo Ilya Varlamov está correndo o mundo, sendo considerada por muitos internautas como um documento que “capta de forma precisa o espírito da nossa era”. A imagem de uma jovem tirando uma selfie …

Experiências de quase-morte: luz no fim do túnel pode ter explicação

Pessoas que estiveram à beira da morte afirmam ter visto uma luz branca brilhante no fim de um túnel e encontrado familiares ou animais de estimação. Apesar do tom sobrenatural, a ciência consegue explicar o …

Setenta anos depois, teste de DNA reúne mãe e filha pela primeira vez

Genevieve achava que sua bebê recém-nascida tinha morrido no parto. Mas não: foi adotada por uma família da Califórnia que mentiu sobre suas origens. Agora, mãe e filha se conheceram graças a um teste de …

“Lobisomem da Sibéria”: maior assassino em série da Rússia era policial e matou 78 mulheres

Um ex-policial russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado nesta segunda-feira (10) na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história …

Pacto Global para Migração da ONU é aprovado por mais de 150 países

O Pacto Global para uma Migração Segura, Ordenada e Regular das Nações Unidas (ONU) foi aprovado nesta segunda-feira (10) por mais de 150 países presentes na conferência intergovernamental da organização na cidade marroquina de Marraquexe. A …

Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social

O secretário de Previdência Social do Ministério da Fazenda, Marcelo Abi-Ramia Caetano, foi eleito para o cargo de secretário-geral da Associação Internacional de Seguridade Social (2019-2024). Ele será o primeiro brasileiro a ocupar a posição. Em …

Professora diz aos alunos que o Papai Noel não existe (e é demitida)

Uma professora substituta, em uma cidade norte-americana, já não vai voltar a ser chamada para dar aulas – além do Papai Noel, ela também “matou” o Coelhinho da Páscoa e a Fada do Dente. Por todo …

Maior quebra-cabeças do mundo é uma ilha congelada na Rússia

Localizado entre o Oceano Ártico e os mares gelados do norte da Sibéria, o aglomerado de rochas, conhecidas como as Ilhas da Nova Sibéria, é frio e remoto. As ilhas são uma tela quase desabitada coberta …