EUA apreendem cargueiro da Coreia do Norte

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (09/05) que apreenderam um dos principais cargueiros da Coreia do Norte, o Wise Honest, por violar as sanções impostas pela comunidade internacional ao país. Essa foi a primeira vez que uma embarcação de Pyongyang é capturada neste contexto.

Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, a embarcação estava sendo utilizada para o transporte de carvão e maquinaria pesada, o violando as sanções impostas ao regime de Kim Jong-un.

“A ação civil de hoje é a primeira apreensão de um cargueiro norte-coreano por violar as sanções internacionais“, afirmou o promotor do Distrito Sul de Nova York, Geoffrey Berman, em comunicado divulgado pelo Departamento de Justiça.

O Wise Honest é um dos principais cargueiros do país e, segundo o governo americano, era usado para transportar de maneira ilícita carvão produzido pelas indústrias norte-coreanas e para trazer de volta maquinaria pesada para abastecer o regime de Kim Jong-un.

O comunicado divulgado pelo Departamento de Justiça diz que os pagamentos para a manutenção e para realizar melhorias na embarcação foram feitas em dólares e através do sistema financeiro americano. Essas operações também violam a legislação do país e as resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

O Departamento de Justiça tomou posse do cargueiro um ano após sua detenção na Indonésia. Em abril de 2018, a embarcação foi apreendida pelo governo indonésio após violar as sanções. Carregado com uma remessa de carvão estimada em 3 milhões de dólares, o navio entrou em águas indonésias com seu sistema de rastreamento desligado e operando com registros da Coreia do Norte e Serra Leoa. Na época, o capitão foi preso acusado de navegar com uma bandeira falsa.

Diante dos usos ilícitos do navio, em julho de 2018, um juiz americano emitiu um mandato de captura da embarcação. Segundo autoridades dos EUA, o cargueiro foi confiscado da Indonésia e será rebocado até a Samoa Americana.

Uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, aprovada contra a Coreia do Norte devido aos lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais realizados pelo regime de Kim, proíbe, desde agosto de 2017, a venda de produtos minerais extraídos no país.

O texto aprovado também afirma que os governos devem proibir seus cidadãos de iniciar novos negócios com empresas e indivíduos norte-coreanos e, com certas exceções, expandir os já existentes.

A medida foi negociada pelos EUA com a China, principal aliado da Coreia do Norte na ONU, e se soma a outras sanções econômicas similares já aplicadas contra o governo de Kim Jong-un.

A apreensão do navio ocorreu horas depois de a Coreia do Norte ter lançado dois mísseis de curto alcance. O lançamento foi o segundo em menos de uma semana e é mais um sinal de que o país está retomando o seu programa nuclear. O ato ocorre num momento no qual as conversações sobre a desnuclearização da península e as negociações com os EUA se encontram estagnadas. A divulgação de que agora o cargueiro está sob custódia dos Estados Unidos pode aumentar ainda mais a tensão.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …