EUA e México chegam a acordo para substituir Nafta

presidenciamx / Flickr

Os presidentes do México, Enrique Peña Nieto, e dos Estados Unidos, Donald Trump

Crítico do atual pacto comercial entre os países da América do Norte, Trump anuncia avanço nas negociações com o México para um novo tratado, que chamou de “incrível”. Futuro do Canadá no acordo segue em aberto.

Os Estados Unidos e o México chegaram nesta segunda-feira (27/08) a um acordo preliminar para substituir o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), que também inclui o Canadá. As negociações com o governo em Ottawa devem começar em breve.

O presidente americano, Donald Trump, ao anunciar a novidade a partir da Casa Branca, chamou o novo pacto de Acordo Comercial Estados Unidos-México, antecipando sua ambição de abolir o nome Nafta, que, segundo o republicano, tem “conotação negativa”.

“É um grande dia para o comércio. É um grande dia para o nosso país“, afirmou Trump a repórteres no Salão Oval, de onde ele manteve um telefonema televisionado com o presidente do México, Enrique Peña Nieto. “É um acordo incrível para ambas as partes.”

Peña Nieto, por sua vez, que continuou chamando o pacto de Nafta, saudou o “entendimento” entre os dois países, mas pressionou por incluir o governo canadense nas negociações. “É nosso desejo agora que o Canadá possa ser incorporado [ao acordo]”, disse.

Trump garantiu que “as negociações serão iniciadas em breve“, mas admitiu que as conversas com Ottawa, o segundo maior parceiro comercial dos Estados Unidos, podem não ser fáceis.

Podemos fechar um acordo separado ou incluí-lo no mesmo acordo“, afirmou o presidente americano, que prometeu conversar em breve com o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau. “Se eles quiserem negociar justamente, nós faremos isso.”

Recentemente, Trump fez pressão sobre o Canadá ao ameaçar taxar as importações de carros canadenses e deixar o país de fora de um novo bloco comercial regional.

O escritório da ministra canadense do Exterior, Chrystia Freeland, informou que ela vai viajar a Washington nesta terça-feira para dar início às negociações. “A assinatura do Canadá é necessária”, defendeu um porta-voz de Freeland, antecipando que Ottawa “só vai firmar um novo Nafta que seja bom para o Canadá e para a classe média”.

O ministro do Exterior mexicano, Luis Videgaray, por sua vez, garantiu que um pacto entre Cidade do México e Washington vai existir mesmo se, “por alguma razão, o governo do Canadá e dos Estados Unidos não chegarem a um acordo”.

Trump vem há tempos criticando o Nafta, assinado em 1994 pelo então presidente democrata Bill Clinton, tachando-o de “o pior” acordo comercial da história. Ele culpa o pacto trilateral pelas grandes quedas no número de empregos no setor manufatureiro dos Estados Unidos.

Apesar de o Nafta ter reduzido a maioria das barreiras comerciais entre os três países, o presidente e outros críticos argumentam que o acordo incentivou os fabricantes americanos a atravessaram a fronteira ao sul para explorar a mão de obra mexicana, de salários mais baixos.

As negociações para reformular o Nafta começaram há cerca de um ano e se mostraram conflituosas. Representantes americanos e mexicanos trabalharam ao longo deste fim de semana para aparar as diferenças.

Entre os termos do novo acordo preliminar, segundo autoridades americanas, está que 75% do conteúdo automotivo seja fabricado dentro do bloco, em vez dos atuais 62,5%. Além disso, de 40% a 45% desses itens devem ser produzidos por trabalhadores que ganhem ao menos 16 dólares por hora.

Qualquer novo acordo precisa passar pelo aval do Congresso, e o tempo está ficando curto. Peña Nieto vai deixar o cargo em breve, e não há garantias de que seu sucessor, Andrés Manuel López Obrador, vá concordar com os mesmos termos.

A Casa Branca disse que pretende formalizar o pacto ainda nesta semana, seja com um ou dois países. O governo emitiria uma notificação ao Congresso na sexta-feira, informando-o que Trump vai assinar o pacto dentro de 90 dias. Os parlamentares teriam, então, que aprová-lo ou rejeitá-lo.

O representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, disse a repórteres que, se as conversas com o Canadá não avançarem até o fim desta semana, Trump planeja notificar o Congresso de que chegou a um acordo somente com o México, mas que se mantém aberto a negociações com Ottawa para que este ingresse no pacto mais tarde.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …