EUA e México chegam a acordo para substituir Nafta

presidenciamx / Flickr

Os presidentes do México, Enrique Peña Nieto, e dos Estados Unidos, Donald Trump

Crítico do atual pacto comercial entre os países da América do Norte, Trump anuncia avanço nas negociações com o México para um novo tratado, que chamou de “incrível”. Futuro do Canadá no acordo segue em aberto.

Os Estados Unidos e o México chegaram nesta segunda-feira (27/08) a um acordo preliminar para substituir o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Nafta), que também inclui o Canadá. As negociações com o governo em Ottawa devem começar em breve.

O presidente americano, Donald Trump, ao anunciar a novidade a partir da Casa Branca, chamou o novo pacto de Acordo Comercial Estados Unidos-México, antecipando sua ambição de abolir o nome Nafta, que, segundo o republicano, tem “conotação negativa”.

“É um grande dia para o comércio. É um grande dia para o nosso país“, afirmou Trump a repórteres no Salão Oval, de onde ele manteve um telefonema televisionado com o presidente do México, Enrique Peña Nieto. “É um acordo incrível para ambas as partes.”

Peña Nieto, por sua vez, que continuou chamando o pacto de Nafta, saudou o “entendimento” entre os dois países, mas pressionou por incluir o governo canadense nas negociações. “É nosso desejo agora que o Canadá possa ser incorporado [ao acordo]”, disse.

Trump garantiu que “as negociações serão iniciadas em breve“, mas admitiu que as conversas com Ottawa, o segundo maior parceiro comercial dos Estados Unidos, podem não ser fáceis.

Podemos fechar um acordo separado ou incluí-lo no mesmo acordo“, afirmou o presidente americano, que prometeu conversar em breve com o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau. “Se eles quiserem negociar justamente, nós faremos isso.”

Recentemente, Trump fez pressão sobre o Canadá ao ameaçar taxar as importações de carros canadenses e deixar o país de fora de um novo bloco comercial regional.

O escritório da ministra canadense do Exterior, Chrystia Freeland, informou que ela vai viajar a Washington nesta terça-feira para dar início às negociações. “A assinatura do Canadá é necessária”, defendeu um porta-voz de Freeland, antecipando que Ottawa “só vai firmar um novo Nafta que seja bom para o Canadá e para a classe média”.

O ministro do Exterior mexicano, Luis Videgaray, por sua vez, garantiu que um pacto entre Cidade do México e Washington vai existir mesmo se, “por alguma razão, o governo do Canadá e dos Estados Unidos não chegarem a um acordo”.

Trump vem há tempos criticando o Nafta, assinado em 1994 pelo então presidente democrata Bill Clinton, tachando-o de “o pior” acordo comercial da história. Ele culpa o pacto trilateral pelas grandes quedas no número de empregos no setor manufatureiro dos Estados Unidos.

Apesar de o Nafta ter reduzido a maioria das barreiras comerciais entre os três países, o presidente e outros críticos argumentam que o acordo incentivou os fabricantes americanos a atravessaram a fronteira ao sul para explorar a mão de obra mexicana, de salários mais baixos.

As negociações para reformular o Nafta começaram há cerca de um ano e se mostraram conflituosas. Representantes americanos e mexicanos trabalharam ao longo deste fim de semana para aparar as diferenças.

Entre os termos do novo acordo preliminar, segundo autoridades americanas, está que 75% do conteúdo automotivo seja fabricado dentro do bloco, em vez dos atuais 62,5%. Além disso, de 40% a 45% desses itens devem ser produzidos por trabalhadores que ganhem ao menos 16 dólares por hora.

Qualquer novo acordo precisa passar pelo aval do Congresso, e o tempo está ficando curto. Peña Nieto vai deixar o cargo em breve, e não há garantias de que seu sucessor, Andrés Manuel López Obrador, vá concordar com os mesmos termos.

A Casa Branca disse que pretende formalizar o pacto ainda nesta semana, seja com um ou dois países. O governo emitiria uma notificação ao Congresso na sexta-feira, informando-o que Trump vai assinar o pacto dentro de 90 dias. Os parlamentares teriam, então, que aprová-lo ou rejeitá-lo.

O representante comercial dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, disse a repórteres que, se as conversas com o Canadá não avançarem até o fim desta semana, Trump planeja notificar o Congresso de que chegou a um acordo somente com o México, mas que se mantém aberto a negociações com Ottawa para que este ingresse no pacto mais tarde.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Centro Gamalei, desenvolvedor de vacina russa, explica como funciona e se há riscos para o paciente

O diretor do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamalei falou sobre os testes da vacina, que será registrada oficialmente na quarta-feira (12). As partículas do coronavírus na vacina da COVID-19 não podem prejudicar …

Mistura inusitada de amônia e água cria raios superficiais e granizos em Júpiter

Júpiter, o maior gigante gasoso do Sistema Solar, é um lugar coberto por tempestades estranhas. O que os cientistas ainda não sabiam é que no meio dessas tormentas, existem raios de natureza bem diferente dos …

Emocionante avanço da teoria para a realidade: bizarro efeito quântico é observado

No núcleo toda estrela anã branca — o denso resto de uma estrela que queimou todo seu combustível — existe um fenômeno quântico enigmático: enquanto ganha massa ela reduz de tamanho chegando a um ponto …

Estudo prevê 300 mil mortes por covid até fim do ano nos EUA

Pesquisadores da Universidade de Washington pintam cenário sombrio caso restrições não sejam respeitadas. Enquanto primeiros epicentros registram queda, outros estados americanos divulgam taxas de infecções recordes. A epidemia de covid-19 deve matar aproximadamente 300 mil americanos …

Coronavírus: Exportações devem cair mais de 20% na América Latina, diz ONU

As exportações da América Latina e do Caribe podem cair mais de 20% em 2020 devido às consequências da pandemia do coronavírus, que também terá um impacto negativo nas importações, disse uma agência da …

O que é nitrato de amônio, que pode provocar explosões como a de Beirute?

A recente tragédia no país árabe trouxe de novo à tona preocupações sobre o armazenamento do perigoso material, tornando necessário saber como esses incidentes ocorrem para os prevenir. A explosão de nitrato de amônio em Beirute, …

Astrônomos descobrem nuvens gigantes "escondidas" em Vênus há 35 anos

Uma equipe de astrônomos encontrou nuvens venenosas, com gotas de ácido sulfúrico em sua formação, em meio à densa atmosfera de Vênus. Curiosamente, essas nuvens já estavam presente na atmosfera venusiana há pelo menos 35 anos, …

Japão lembra 75 anos de bomba de Hiroshima e pede união contra armas nucleares

Esta quinta-feira (6) marca o 75º aniversário do primeiro ataque com bomba atômica do mundo. Cerca de 140 mil pessoas morreram no bombardeio à cidade japonesa, realizado pelo Estados Unidos no fim da Segunda Guerra …

Donald Trump determina bloqueio do TikTok e WeChat nos EUA em 45 dias

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump assinou na noite de ontem (6) uma ordem executiva determinando o fim de relações com as empresas responsáveis pelos apps TikTok e WeChat no país norte-americano. Em comunicado emitido …

Brasil caminha para ter 200 mil mortes pelo coronavírus até outubro, diz especialista

Na semana em que o Brasil deverá registrar 100 mil mortes pelo novo coronavírus, um especialista brasileiro indica que o país caminha para dobrar esse número em dois meses, atingindo 200 mil óbitos pela pandemia …