Facebook testa algoritmo para prevenir suicídios

O Facebook está levando muito a sério a recente onda de suicídios transmitidos ao vivo na plataforma e anunciou testes de um sistema que pode ajudar a detectar quando um usuário estiver apresentando comportamentos desse tipo.

A empresa está trabalhando ao lado de serviços de apoio, que terão suas mensagens, links e contatos exibidos caso seja necessário.

A empresa não deu detalhes sobre a iniciativa nem disse de que maneira ela vai funcionar, mas psicólogos também estão envolvidos nos experimentos.

A ideia é que o algoritmo funcione mesmo sem a denúncia de um outro usuário, identificando padrões de comportamento e postagens que possam levar a uma tentativa de tirar a própria vida.

Também não há previsão de quando, nem se, o sistema será aplicado a todos os utilizadores ao redor do mundo.

Sob muitas críticas devido à ausência de moderação e ao fato de transmissões ao vivo e vídeos de suicídio terem permanecido no ar por diversas horas, o Facebook também anunciou recentemente a contratação de três mil novos funcionários para seu time de moderação.

A ideia é levar as denúncias relacionadas a abusos e atentados de forma mais séria, além de dar uma resposta mais veloz para os casos relatados por seus usuários.

Entretanto, o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, também citou o outro lado dessa questão, contando a história de como, em pelo menos duas situações, a permanência de vídeos no ar ajudou a salvar vidas.

Em um caso, autoridades conseguiram entrar em contato com o suicida a partir da própria transmissão ao vivo, convencendo-o a procurar ajuda e desistir da ideia de tirar a própria vida.

Em outro caso, na cidade de Bibb, no estado americano da Geórgia, uma garota foi encontrada ainda viva após uma tentativa de suicídio transmitida ao vivo.

Ela havia tomado remédios e colocado um saco sobre a cabeça, exibindo tudo para sua rede de amigos. Um deles, entretanto, era primo do xerife local, o que ajudou a salvar a vida da usuária.

Após contato com a escola em que a jovem estudava, ela foi localizada em casa, já inconsciente, mas ainda com pulsação. Socorrida, a adolescente foi levada ao hospital e está em recuperação, devendo sair sem sequelas.

As autoridades locais consideraram o Facebook uma ferramenta fundamental para que o auxílio pudesse ser feito de forma imediata, efetivamente salvando vidas.

Para a rede social, então, trata-se de encontrar um balanço entre a necessidade de investigar tais casos e ajudar as vítimas, ao mesmo tempo em que não se pode permitir que a plataforma se transforme em um show de horrores.

No caso da Geórgia, a transmissão ao vivo era fechada apenas para os amigos da adolescente, o que ajudou nesse sentido. Mas como configurações desse tipo estão nas mãos dos usuários, a empresa ainda precisa achar uma maneira de lidar com isso.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …