Fio magnético poderá ser usado para detectar câncer

(dr) Sam Gambhir

Uma simulação desse fio magnético que pode vir a ser usado para detectar câncer

Cientistas da Escola de Medicina da Universidade de Stanford, nos EUA, desenvolveram um fio magnético que pode vir a ser utilizado para detectar células cancerígenas.

A ideia é que esse fio magnético seja inserido na veia de um paciente para depois poder encontrar células cancerígenas que possam estar pela corrente sanguínea. Os resultados da pesquisa foram publicados, na segunda-feira (16), na Nature Biomedical Engineering.

Por enquanto, a técnica só foi testada em porcos, mas detectou de 10 a 80 vezes mais células tumorais do que os atuais métodos de detecção de câncer através do sangue, tornando-se uma poderosa ferramenta para diagnosticar a doença mais cedo.

As células que esse fio magnético pega são as que andam pela corrente sanguínea livremente, conhecidas como células tumorais circulantes, e que podem servir como biomarcadores do câncer, sinalizando a presença da doença.

No entanto, essas células circulantes são escassas e, por isso, uma amostra de sangue normal normalmente não as detecta – afinal, estamos falando de alguns mililitros do volume total de sangue que, em humanos adultos, é de cerca de 5 litros.

É aqui que esse fio magnético pode fazer a diferença. Em primeiro lugar, os cientistas inseriram nos porcos nanopartículas especiais com propriedades magnéticas e um anticorpo que se liga às células tumorais circulantes.

Em seguida, inseriram o fio numa veia perto da orelha dos animais, que é semelhante às veias do braço de um ser humano e, quando as células do tumor flutuaram pelo fio, que tem aproximadamente o comprimento de um dedo mindinho e a espessura de um clipe, aderiram ao material. Foi então que o fio magnético foi removido das veias dos porcos, com as células tumorais “presas” nele.

“Acreditamos que seria preciso recolher 80 amostras de sangue para conseguir o que esse fio faz em 20 minutos”, explica Sam Gambhir, um dos cientistas do estudo. “Por isso, esperamos que a nova abordagem possa enriquecer nossa capacidade de detectar o câncer e nos dar uma melhor percepção de quão raras são essas células, e quão cedo aparecem uma vez que o câncer esteja presente”.

No futuro, os pesquisadores acreditam que a técnica também pode ser usada para recolher informações genéticas sobre tumores localizados em locais onde é difícil realizar uma biopsia ou para verificar se um determinado tratamento funciona ou não.

Ou até mesmo se tornar um tratamento em si mesmo. “Se conseguirmos que seja realmente bom em sugar células cancerígenas, quase que age como um filtro que as agarra e as impede de se espalhar para outras partes do corpo”, sugere Gambhir.

Por enquanto, a equipe prepara a técnica para ser testada em humanos, o que envolve entender o que acontece com as nanopartículas magnéticas que ficam no corpo. Segundo o cientista, eles estão neste momento fazendo testes em ratos e, até agora, não se revelaram tóxicas e até se desintegraram em algumas semanas.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Asteroide Psyche poderia ser núcleo de planeta que não se formou, dizem cientistas

Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides. Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, …

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …