Floresta Trump: “onde a ignorância faz árvores crescer”

Mesmo entre tantas declarações e propostas polêmicas já proferidas por Donald Trump desde que começou sua campanha à presidência dos Estados Unidos, seu descaso quanto às questões ambientais consegue se destacar.

Ele já anunciou a saída dos EUA do acordo de Paris, nega que o aquecimento global seja causado pelas atividades humanas e anulou o esforço do governo Obama de diminuir o uso de carvão como fonte de energia.

Embora muitos de seus apoiadores concordem com cada um desses pontos, ambientalistas de todo o mundo estão assustados com o que o futuro nos reserva caso Trump siga na contramão do esforço mundial por diminuir a emissão de carbono.

Como fazer o presidente norte-americano mudar de ideia não parece tão simples, um grupo decidiu traçar uma meta mais fácil de se atingir: plantar 100 bilhões de árvores até 2025, o que neutralizaria o aumento da emissão de carbono que os planos de Trump parecem encaminhar.

De acordo com especialistas, o plano de Obama para fazer com que os EUA utilizassem energia mais limpa reduziria as emissões de carbono do país em 650 megatoneladas de 2017 a 2025. Após Trump decidir cancelar o programa, foi criado o projeto Trump Forest, cujo slogan é “onde a ignorância faz árvores crescer”.

Um britânico, um norte-americano e um neozelandês se juntaram para buscar a ambiciosa meta de anular a emissão das 650 megatoneladas de carbono. Para isso são necessárias 100 bilhões de novas árvores no planeta até 2025.

“Só uma pequena porcentagem do planeta votou em Trump, mas todos nós precisamos lidar com as consequências de sua ignorância em relação ao clima”, diz Adrien Taylor, um dos fundadores do projeto.

Para alcançar o objetivo, eles pedem a colaboração de pessoas de todo o mundo de duas maneiras: é possível fazer doações financeiras a parceiros, que usam o dinheiro para plantar as árvores, ou plantar por conta própria e enviar um comprovante pelo site para que os organizadores possam mapear as árvores já cultivadas.

A meta é super ambiciosa, mas os números são animadores: o projeto começou em março, e já foi responsável por plantar 260 mil árvores em vários pontos do planeta – no Brasil foram apenas dez, graças a uma doação feita por uma moradora de Nova York. Já são mais de 900 colaboradores, e o número segue crescendo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência …

Coronavírus poderia ser a 1ª de muitas outras pandemias futuras, adverte cientista

Apesar do registro de mais de um milhão de infectados à escala mundial, a doença poderia ser suplantada por patologias bem mais perigosas. Comparando com as doenças que poderiam reaparecer como resultado do aquecimento global, o …

Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que …

Filipinas: presidente Duterte diz que polícia deve matar quem perturbar confinamento

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, disse que as forças de ordem podem abater qualquer pessoa que provoque “transtornos” nas regiões onde o confinamento da população foi decretado. As autoridades do país tentaram minimizar as declarações …

Evangélicos fazem coro com Bolsonaro e negam riscos do coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro gosta de copiar o seu ídolo americano, Donald Trump – da suposta inofensividade do coronavírus até os poderes de cura de medicamentos como cloroquina e hidroxicloroquina, passando pela teoria da conspiração …

'Estamos em guerra': França confiscou 1 milhão de máscaras destinadas à Espanha e Itália

Os dois países se envolveram em uma disputa diplomática depois que parte das máscaras com destino a outros países vindas da China foram retidas em cidades francesas. As autoridades francesas apreenderam milhões de máscaras que uma …

Sobrevivente da 2ª Guerra e Gripe Espanhola se cura do coronavírus ao 104 anos

Depois da Segunda Guerra Mundial e da pandemia de gripe espanhola, a nova inimiga do soldado aposentado William ‘Bill’ Lapschies, nascido em Salem em 1916, foi a Covid-19 – e ele venceu a batalha! Aos 104 …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

UE teme que política autoritária adotada na Hungria por causa do coronavírus tenha efeito dominó no bloco

Em nome da luta contra o novo coronavírus, a Hungria estabeleceu estado de emergência e concedeu poderes ilimitados ao governo de Viktor Orbán. A Europa condena o uso político da pandemia da Covid-19 e …

Grécia põe campo de refugiados em quarentena após infeção

Autoridades confirmam ao menos 20 infecções, todas sem sintomas. Exames foram feitos após uma mulher que deu à luz ter testado positivo para o novo coronavírus no hospital. A Grécia colocou em quarentena o campo de …