Confirmado: a fome deixa mesmo as pessoas furiosas

Embora o mecanismo ainda seja um mistério para a ciência, a fome parece mesmo ser capaz de causar uma transformação no temperamento das pessoas.

Jennifer MacCormack, pesquisadora em psicologia e neurociência da Universidade da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, admite que o mecanismo ainda não está claro, mas a fome afeta mesmo as emoções e os processos emocionais das pessoas.

Para tentar descobrir, a cientista realizou algumas experiências pensadas em detalhes para irritar propositadamente pessoas famintas.

Na primeira experiência, MacCormack reuniu 118 estudantes universitários que estavam em jejum há cinco horas ou mais e 118 outros estudantes que comeram antes de irem para o laboratório onde a experiência foi realizada. Nenhum dos participantes sabia que a pesquisa era sobre as consequências de nos sentirmos famintos.

Em um primeiro momento, metade das pessoas de cada grupo teve que escrever uma redação sobre emoções, uma forma de fazê-las refletir sobre como se sentiam.

Em seguida, a pesquisadora pediu a todos os participantes para fazerem um longo e árduo exercício no computador, um exercício que envolvia vários círculos de cores diferentes, “muito brilhantes e desconfortáveis de se olhar”, explicou MacCormack.

Quando cada participante estava prestes a terminar a tarefa, o programa simulava uma falha (propositada). No computador, aparecia uma tela azul e no laboratório entrava um outro pesquisador que culpava cada participante pelo sucedido.

Nenhum dos participantes explodiu à frente do cientista que os culpou, mas algumas pessoas pareciam muito nervosas e chateadas. “Várias reviraram os olhos e cruzaram os braços”, descreveu MacCormack.

Todos os alunos ficaram um pouco chateados com a experiência, mas os famintos que não tinham escrito a redação sobre suas emoções foram os que ficaram especialmente irritados. “Esses alunos consideraram o pesquisador mais crítico em relação ao resto dos participantes, e disseram sentir mais ódio do que as outras pessoas”, afirmou.

Em uma segunda experiência, os participantes observaram fotografias positivas, negativas e neutras, como um gatinho fofo, um cão raivoso ou uma pedra.

Quando as pessoas olharam para as fotos positivas ou neutras, não houve nenhuma alteração emocional forte, independente de estarem com fome ou não. Contudo, quando os participantes famintos viram as imagens negativas, reagiram muito mais fortemente do que aqueles que tinham comido antes da experiência.

Elizabeth Davis, psicóloga da Universidade da Califórnia, que não participou das experiências, diz que os resultados sugerem que a fome não é suficiente para fazer alguém se irritar. “O contexto é que importa”, garante.

Pessoas famintas precisam estar perante uma situação negativa ou sujeitas a estímulos negativos para entrarem em um estado de irritação anormal.

Além disso, as experiências mostraram ainda que as pessoas são menos propensas a se irritarem se estiverem cientes das suas próprias emoções. Davis explica que a fome, por si só, já nos deixa um pouco aborrecidos, mas nem sempre percebemos de que o nosso humor está mudando.

Se algo desagradável acontecer nesse intervalo de tempo, os sentimentos negativos resultam em uma reação exagerada, sugere a psicóloga.

E MacCormack concorda. A pesquisadora sustenta que, se uma pessoa está ciente de que está se sentindo um pouco estressada porque está com fome, é mais fácil separar esses sentimentos. No entanto, o ideal é apenas corrigir a origem do problema: comer.

Os resultados foram publicados esta segunda-feira na revista científica Emotion.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Otan tenta exibir união, enquanto líderes são flagrados falando de Trump

Chefes de Estado e de Governo de 29 países participaram nesta quarta-feira (4) do segundo dia da cúpula de aniversário de 70 anos da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), em Watford, nos arredores …

Radar aéreo descobre um navio viking em uma fazenda

Um estudo do Instituto Norueguês de Pesquisa do Patrimônio Cultural (NIKU) descobriu um navio viking em uma fazenda usando radar aéreo. O achado foi uma surpresa e um golpe de sorte, uma vez que este local …

Casamentos entre pessoas do mesmo sexo saltam 61,7% no Brasil

O número de casamentos realizados entre pessoas do mesmo sexo em 2018 aumentou 61,7% em relação ao ano anterior, segundo dados divulgados nesta quarta-feira (04/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com …

Uber do entulho te ajuda a descartar resíduos corretamente

O lixo é definitivamente um problema contemporâneo de dimensões globais – e não só a qualidade, o material ou o destino desse lixo, mas também a forma de descarta-lo. Dos 387 quilos de resíduos que o …

Asteroide passará perto da Terra a 27.000 km/h na sexta-feira, alerta NASA

Um grande corpo celeste está se movendo na direção da Terra e chegará ao ponto mais próximo do nosso planeta nesta sexta-feira (6). De acordo com as estimativas da NASA, o asteroide 2019 WR3 mede entre …

Mensagem misteriosa pintada em urso polar na Rússia alarma pesquisadores

Imagens compartilhadas por perfis russos nas redes sociais com um urso polar pintado em spray com o símbolo "T-34" ter alarmado especialistas. Eles advertem que a pintura — cujas circunstâncias ainda não foram identificadas — pode …

Experimento deve provar que microgravidade inibe crescimento de tumores

De onde estiver, Stephen Hawking segue presente na ciência, e seus últimos conselhos devem render uma descoberta para lá de impressionante (e revolucionária). Em conversa com um pesquisador da Austrália, o gênio da física falou sobre …

Justiça absolve Lula e Dilma no caso "quadrilhão do PT"

Juiz que analisou caso afirma que denúncia apresentada por Rodrigo Janot contra cúpula do PT em 2017 foi tentativa de "criminalizar a atividade política". Ministério Público pediu absolvição dos réus em outubro. A Justiça Federal do …

Chineses ativam o primeiro radiotelescópio posicionado no lado afastado da Lua

Um experimento que levou mais de um ano para ser concluído no lado afastado da Lua finalmente está em funcionamento. Não está ainda 100%, mas o Netherlands-China Low-Frequency Explorer (NCLE) já consegue captar sinais de …

"Vão ter que mudar", diz Greta sobre Bolsonaro e Trump em retorno à Europa

A ativista chegou em Lisboa na tarde desta terça-feira (3), 21 dias depois de sair dos EUA a bordo de um veleiro. A jovem sueca retorna à Europa para participar da COP 25, a conferência …