Foto de assassino de embaixador russo vence World Press Photo

(dv) Burhan Ozbilici, The Associated Press / WPP

"An Assassination in Turkey" - Fotografia cedida pela World Press Photo (WPP), que mostra a imagem tomada pelo fotógrafo Burhan Ozbilici da Associated Press (AP) momentos depois de que o agente da polícia Mevlut Mert Altintas (esq.) disparou contra o embaixador russo na Turquia, Andrey Karlov (dir.), no dia 19 de dezembro de 2016. (clique para ver)

“An Assassination in Turkey” – imagem tomada pelo fotógrafo Burhan Ozbilici, momentos depois de que o agente da polícia Mevlut Mert Altintas disparou contra o embaixador russo na Turquia, Andrey Karlov, 19 dezembro 2016. (clique para ver)

Uma fotografia do assassino do embaixador da Rússia na Turquia, com a pistola ainda na mão e o corpo do diplomata estendido no chão em segundo plano, ganhou nesta segunda-feira o World Press Photo, o prêmio mais importante do fotojornalismo internacional.

A imagem “Um assassinato na Turquia” é obra do fotojornalista turco Burhan Ozbilici, que trabalha há 28 anos para a agência “Associated Press”.

A fotografia foi feita no dia 19 de dezembro de 2016, quando um policial que estava de folga, Mevlüt Mert, atirou contra o embaixador da Rússia na Turquia, Andrei Karlov, em uma sala de exposições em Ancara.

“Felicito ao fotojornalista, que teve muita coragem e fez seu trabalho de forma heroica”, disse em entrevista coletiva o presidente do concurso, Stuart Franklin.

“Não é fácil se imaginar em uma situação assim, sem saber o que está acontecendo, colocando sua própria vida em risco. A série de fotografias que ele fez é impressionante”, acrescentou Franklin.

Ozbilici compareceu ao local da premiação emocionado e disse que “tinha duas possibilidades: ficar e fazer o trabalho de jornalista ou sair correndo”, mas que sentiu “a responsabilidade de representar o jornalismo”, por isso decidiu continuar fotografando, mesmo depois que o terrorista chegou a apontar sua arma em direção ao público.

“O homem armado tinha assassinado uma pessoa inocente, mas decidi seguir fazendo meu trabalho”, disse Ozbilici. “Minha força interna, baseada em valores humanos que todos nós compartilhamos, me dizia para permanecer de pé”, acrescentou.

O fotojornalista disse que não prestou atenção às palavras do terrorista, que após disparar contra o diplomata gritou: “Alá é grande! Alá é grande! Nós morremos em Aleppo, vocês morrem aqui!“, em referência à intervenção da Rússia na guerra da Síria.

“Se eu tivesse me concentrado em suas palavras não teria conseguido estabilizar-me em seus movimentos”, disse o fotógrafo, que admitiu que sentiu medo, mas que, nesse momento, também sentiu “o apoio de todos os colegas, do jornalismo de todo o mundo”.

O júri, que recebeu mais de 80.400 fotos, reconheceu em comunicado que selecionar a imagem de um atentado terrorista como fotografia do ano foi “uma decisão muito difícil”, mas que reflete “o ódio de nossos tempos“.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

'TikTok foi feito para ser viciante': o homem que investigou as entranhas do aplicativo

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e que já …

Vacinação contra COVID-19 será facultativa em Portugal; especialistas divergem sobre o tema

Portugal anunciou seu plano nacional de vacinação contra COVID-19 nesta quinta-feira (3). As vacinas serão distribuídas em 1.200 centros de saúde pública a partir de janeiro, de forma gratuita e facultativa. Especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil …

Nosso sistema solar será destruído antes do que pensávamos

Embora o solo sob nossos pés pareça sólido e reconfortante (na maioria das vezes), nada neste Universo dura para sempre. Um dia, nosso sol morrerá, ejetando uma grande proporção de sua massa antes que seu núcleo …

Mãe em Estocolmo não é mais suspeita de aprisionar filho

Promotores suecos estão retirando seu caso contra uma mulher acusada de prender o filho por vários anos. De acordo com as últimas informações, não há provas suficientes de que ele havia sido detido contra sua …

Mistério de galáxia desprovida de matéria escura é revelado

As observações astronômicas apontam para forças de "maré" e comportamento "canibal" de uma galáxia vizinha, que explicariam a escassez deste componente invisível. Se alguma galáxia é pobre em matéria escura, pode ser devido a uma interação …

Maioria das vacinas da Moderna será reservada no início para os Estados Unidos

A Moderna espera disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 no primeiro trimestre de 2021. A empresa anunciou, nesta quinta-feira que, no início, entre 85 e 100 …

Amazonas é 3º estado com mais queimadas, emissões e desmatamento

Pela primeira vez, o Amazonas assume a terceira posição nos três principais rankings que indicam o avanço da degradação florestal na Amazônia brasileira, incluindo indicadores de queimadas, emissões de gases de efeito estufa e desmatamento …

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …

Namíbia elege deputado chamado Adolf Hitler

O nome de um recém-eleito político da Namíbia, vem chamando atenção na mídia nacionais e internacionais. "Adolf Hitler teve uma vitória esmagadora nas eleições regionais na Namíbia", relatou o portal de notícias alemão Spiegel Online nesta …

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …