Fumar um maço por dia causa 150 mutações nos pulmões a cada ano

Estudo publicado na Journal Science demonstra a ligação direta entre o número de cigarros consumidos durante a vida toda de um fumante e o número de mutações em seu DNA.

A maior taxa de mutação foi observada em tumores de pulmões, mas outros tumores em outras partes do corpo também apresentam essas mutações relacionadas ao cigarro. Isso explica como o hábito causa câncer de vários tipos em várias partes do corpo.

Fumar mata pelo menos 6 milhões de pessoas todos os anos em todo o mundo, e se esta proporção continuar nas próximas décadas, a Organização Mundial da Saúde calcula que mais de 1 bilhão de pessoas vão morrer no século XIX por doenças causadas pelo cigarro.

O cigarro está associado a 17 tipos de câncer humanos, mas até agora nenhum estudo mostrou claramente como as substâncias dele causam esses tipos de tumor.

Para este estudo, publicado esta sexta-feira (04) na revista Science, pesquisadores do Wellcome Trust Sanger Institute, no Reino Unido, e do Los Alamos National Laboratory, nos Estados Unidos, compararam tumores de pacientes que fumavam com tumores de pacientes que não fumavam.

Eles encontraram danos específicos na impressão digital genética – chamados de assinaturas mutacionais – dos fumantes e fizeram a contagem de quantas dessas mutações particulares foram encontradas em diferentes tumores.

O resultado é que fumar um maço de cigarros por dia causa 150 mutações em cada célula do pulmão por ano de fumo. Essas mutações representam o início de uma cascata de danos genéticos que podem causar o câncer.

“Agora podemos observar e quantificar as mudanças moleculares no DNA causadas por fumar. Isso explica por que fumantes têm uma taxa de risco de câncer tão alta”, diz o pesquisador principal, Ludmil Alexandrov, do Los Alamos National Laboratory.

Outros órgãos muito afetados são a laringe, com 97 mutações, a boca, com 23 mutações, a bexiga, com 18 e o fígado, com 6 mutações em cada célula por ano de fumo.

O estudo revelou pelo menos cinco processos distintos de danos no DNA, sendo que o mais frequente deles é uma assinatura mutacional encontrada em todos os tipos de câncer. Neste caso, fumar tabaco parece acelerar a velocidade do relógio celular que causa as mutações de DNA prematuras.

“O genoma de cada câncer fornece um tipo de ‘registro arqueológico’, escrito no código do próprio DNA, sobre as exposições que causaram a mutação que levou ao câncer”, diz ao Science Daily o pesquisador Mike Stratton, um dos autores do artigo e profissional do Wellcome Trust Sanger Institute.

“Este estudo nos diz que observar o DNA do câncer pode fornecer novas dicas provocativas sobre como o câncer se desenvolve e como, potencialmente, pode ser prevenido”, conclui o pesquisador.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …