Governo britânico multa Facebook por falhas de privacidade

O presidente da Comissão de Imprensa do Parlamento do Reino Unido disse, nesta quarta-feira (11), que o departamento do governo que investigou o escândalo Cambridge Analytica multou o Facebook em 500 mil libras por falhar na proteção dos dados dos utilizadores.

Damian Collins disse que o Gabinete do Comissário da Informação concluiu que a empresa Facebook “violou a lei ao não salvaguardar a informação sobre as pessoas” ao “não ser transparente sobre a forma como os dados são recolhidos por terceiros”, de acordo com a SIC Notícias.

Tendo em conta essas duas violações à Lei da Proteção de Dados, o regulador britânico para a proteção de dados anunciou a “intenção de impor uma multa de 500 mil libras“, salientando que o Facebook tem ainda a possibilidade de responder antes da decisão final ser tomada.

O Facebook tem sido criticado desde que surgiram informações de que a consultora política Cambridge Analytica usou indevidamente dados de 87 milhões de contas de utilizadores da rede social para ajudar a campanha presidencial de Donald Trump nos Estados Unidos, em 2016.

Em março de 2018, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, reconheceu “erros” e prometeu melhorar a rede social depois de ter sido revelado o uso indevido de dados pessoais pela empresa britânica Cambridge Analytica.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Detergentes podem contribuir para excesso de peso em crianças

Os produtos habitualmente utilizados na limpeza da casa podem promover alterações na microbiota intestinal (antes conhecida por flora intestinal) e provocar o excesso de peso em crianças. A conclusão é de um novo estudo realizado …

Em nome da ciência, polvos tomaram ecstasy (e teve muito amor envolvido)

O que acontece quando um polvo consome drogas, mais precisamente ecstasy? Cientistas norte-americanos tiveram a oportunidade de descobrir. De acordo com o Science Alert, a equipe de pesquisadores deu MDMA, substância psicoativa também conhecida por ecstasy, …

Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou nesta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico (material fabricado a partir desse recurso natural). A inovadora tecnologia, batizada de ReOil, …

Múmia e amuletos divinos são descobertos no Egito

Um grupo de arqueólogos descobriu várias múmias antigas no Egito – incluindo os restos de um misterioso indivíduo extremamente bem conservado – em uma sepultura comum na margem oeste do Rio Nilo.  A tumba foi encontrado …

Em caso raro, mulher doa órgãos e transmite câncer a quatro pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos da mesma doadora desenvolveram posteriormente câncer de mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara. Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de …

Criatura “alienígena” é encontrada em praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontrou uma bizarra criatura vermelha em forma de bolha. A criatura, que foi identificada como uma espécie específica de medusa, tem um …

Veneza quer proibir turistas de sentarem ou deitarem no chão

Veneza, famosa pelos seus canais, testemunhou um dilúvio de turistas nos últimos anos, que ultrapassa em muito a população residente e sobrecarrega a cidade. As autoridades da cidade italiana têm tomado várias medidas para travar …

Teia de aranha gigantesca cobre praia na Grécia

Um enorme teia de aranha com cerca de 300 metros cobriu uma área à beira-mar na cidade de Aitoliko, na região oeste da Grécia. A época de acasalamento das aranhas transformou a praia no pior …

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blinda política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …