Grécia elege primeira presidente mulher

Orestis Panagiotou / EPA

Katerina Sakellaropoulou, a nova Presidente da Grécia

Juíza é escolhida nova chefe de Estado pelo Parlamento, com votos de governistas e opositores. Katerina Sakellaropoulou presidiu tribunal superior e foi indicada ao cargo pelo premiê conservador Kyriákos Mitsotákis.

A juíza Katerina Sakellaropoulou se tornará a primeira mulher presidente da Grécia, após ter sido eleita nesta quarta-feira (22/01) por uma ampla maioria dos deputados do Parlamento, em uma rara demonstração de unidade no tumultuado mundo político grego.

Sakellaropoulou, de 63 anos, foi presidente do Conselho de Estado, o principal tribunal administrativo da Grécia. Ela sucederá Prokopis Pavlopoulos, cujo mandato de cinco anos termina em março.

O primeiro-ministro grego, o conservador Kyriákos Mitsotákis, nomeou Sakellaropoulou como uma candidata apartidária que desfrutaria de amplo apoio através de todo o espectro político do país.

Todos os principais partidos votaram a favor da nomeação, o que possibilitou que Sakellaropoulou fosse eleita por 261 contra 33, margem bem superior aos 200 votos necessários. Seis legisladores estavam ausentes.

Sakellaropoulou, da cidade de Tessalônica, no norte do país, se tornou a primeira mulher a chefiar o Conselho de Estado em 2018, tendo sido apoiada nessa posição pelo governo anterior, de esquerda.

Divorciada, ela vive no centro de Atenas e é ativa nas redes sociais. Sakellaropoulou escreveu numerosos artigos sobre proteção ambiental e preside uma sociedade sobre leis ambientais.

Falando depois de ser formalmente informada da votação no Parlamento, Sakellaropoulou disse que buscaria “o consenso mais amplo possível” durante seu mandato.

Em seus primeiros comentários como presidente eleita, a juíza se referiu às “difíceis condições e desafios do século 21, incluindo crise financeira, mudança climática, movimento em massa de populações e a consequente crise humanitária, a erosão do Estado de direito e todo tipo de desigualdades e exclusões”.

A Grécia tem um número historicamente baixo de mulheres em cargos de chefia na política, e Mitsotákis foi criticado por selecionar um gabinete quase todo masculino depois de vencer as eleições gerais em julho de 2019. No atual gabinete grego, todos, exceto um dos 18 cargos, estão nas mãos de homens.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Secularismo e tolerância a minorias predizem a prosperidade de um país

Pesquisadores da Universidade de Bristol e Universidade do Tennesse analisaram dados de quase 500 mil pessoas de 109 países e concluíram que mudanças na cultura geralmente vêm antes da melhora na riqueza, educação e democracia. Os …

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …

Os efeitos políticos e religiosos do encontro entre Lula e o papa

Reunião no Vaticano vai além de troca de gentilezas entre dois líderes sul-americanos. Para especialistas, audiência tem repercussões para o ex-presidente, o PT e a própria Igreja Católica, que vive disputa de poder. A reunião entre …

Candidato de Macron à prefeitura de Paris renuncia devido a escândalo sexual

Reviravolta na campanha pelas eleições municipais em Paris a apenas um mês da votação. O candidato do partido presidencial, Benjamin Griveaux, renunciou nesta sexta-feira (14) à corrida pela prefeitura da capital. A decisão foi anunciada …