Hackers norte-coreanos afirmam ter roubado “planos de guerra dos EUA e da Coreia do Sul”

(dv) KNS / KCNA

Hackers norte-coreanos dizem ter roubado uma grande quantidade de documentos militares da Coreia do Sul, incluindo um plano para assassinar o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. Rhee Cheol-hee, um advogado sul-coreano, afirmou que a informação veio do Ministério da Defesa de seu país.

Os documentos comprometidos incluiriam planos de contingência elaborados pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul em caso de guerra com o Norte – além de relatórios feitos para os aliados dos altos comandantes.

Os hackers teriam acessado planos que seriam usados pelas forças especiais sul-coreanas, além de informações sobre plantas nucleares importantes e outras instalações militares no Sul.

Rhee pertence ao partido do governo sul-coreano e faz parte do comitê de Defesa do Parlamento. Segundo ele, 235 GB de documentos militares foram roubados do Centro Integrado de Dados de Defesa, e 80% destes documentos ainda precisam ser identificados.

O roubo teria ocorrido em setembro do ano passado. No último mês de maio, a Coreia do Sul afirmou que uma grande quantidade de dados havia sido roubada e que seu vizinho do norte poderia ter instigado o ciberataque – mas não deu detalhes do que teria sido roubado.

A Coreia do Norte negou participação no suposto roubo.

Até a publicação deste texto, o Ministério da Defesa da Coreia do Sul se recusou a comentar as alegações.

“Só uma coisa”

A agência de notícias sul-coreana Yonhap afirma que Seul foi vítima de uma série de ciberataques por seu vizinho comunista nos últimos anos – muitos alvejando sites e instalações governamentais.

Acredita-se que a Coreia do Norte tenha hackers especialmente treinados e baseados em outros países, inclusive na China. O país, no entanto, acusou seu vizinho do sul de “fabricar” as alegações.

As notícias de que Pyongyang teria acessado planos de Seul-Washington para uma guerra na península coreana certamente não ajudarão a diminuir as tensões entre os EUA e a Coreia do Norte.

Os dois países têm travado uma guerra verbal nos últimos meses a respeito das atividades nucleares da Coreia do Norte, com o governo de Donald Trump pressionando pela interrupção dos testes de mísseis e Pyongyang afirmando que vai mantê-los.

Recentemente, o Norte afirmou ter conseguido testar, com sucesso, uma bomba de hidrogênio miniaturizada, que poderia ser colocada em um míssil de longo alcance.

Em seu primeiro discurso na Assembleia Geral da ONU, em setembro, Trump ameaçou destruir a Coreia do Norte caso ela ameace seu país ou seus aliados, e disse que Kim Jong-un está em uma “missão suicida”.

Kim respondeu com um raro pronunciamento em que prometia “domar o americano mentalmente perturbado e senil com fogo”.

A resposta de Trump veio na forma de um tuíte enigmático no fim de semana, em que ele afirmou que “só uma coisa vai funcionar” nas negociações com a Coreia do Norte, após anos de tentativas frustradas de conversas. Ele não explicou o que quis dizer, no entanto.

Ciberia // BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …