20% dos imperadores romanos foram assassinados; e a culpa pode ser da chuva

Um novo estudo sugere que os assassinatos de imperadores romanos podem estar ligados com épocas de pouca precipitação e, por isso, de menos comida.

Roma Antiga foi um lugar perigoso para ser imperador. Afinal, durante os mais de 500 anos da sua história, cerca de 20% dos 82 imperadores foram assassinados quando estavam no poder, escreve o Live Science.

De acordo com um novo estudo, que será publicado na edição de outubro da revista científica Economics Letters, podemos culpar a chuva. O raciocínio dos cientistas é que, quando a precipitação era baixa, as tropas romanas – que dependiam da chuva para que os alimentos cultivados pelos agricultores crescessem – podiam morrer de fome.

“Isso levava os militares ao limite de partirem para um motim”, afirma o principal pesquisador do estudo, Cornelius Christian, professor assistente de Economia na Brock University, em Ontário, no Canadá. “E esse motim, por sua vez, fazia com que o apoio ao imperador entrasse em colapso, tornando-o mais propenso a ser assassinado”.

O pesquisador chegou à conclusão ao utilizar dados antigos, relacionados com o clima, provenientes de um estudo publicado, em 2011, na revista Science.

Na pesquisa, a equipe de cientistas analisou milhares de anéis de árvores fossilizados da França e da Alemanha e calculou os valores de precipitação nesses locais (expressos em milímetros) em todas as primaveras dos últimos 2.500 anos. Esta área já fez parte da fronteira romana, onde as tropas militares ficaram “estacionadas”.

Em seguida, Christian recolheu dados sobre motins militares e assassinatos de imperadores romanos. A partir daí, “foi apenas uma questão de juntar os diferentes pedaços de informação”, explica.

O cientista ligou todos os dados através de uma fórmula e descobriu que “menores valores de precipitação significava que havia mais probabilidades de virem a acontecer assassinatos, isto porque pouca chuva também significava menos comida“.

Um desses casos é o Imperador Vitellius, assassinado em 69 d.C., um ano de pouca chuva no Império Romano. “Foi um imperador aclamado pelas tropas”, explica o cientista da universidade canadense. “Infelizmente, foi surpreendido pelas chuvas escassas daquele ano. As tropas se revoltaram e, eventualmente, foi assassinado em Roma“.

Mas, como é frequentemente, muitos fatores podem levar a um assassinato. Por exemplo, o Imperador Commodus foi assassinado em 192 d.C. porque, em parte, os militares ficaram indignados quando ele começou a agir acima da lei, inclusive fazendo com que os gladiadores perdessem de forma propositada no Coliseu.

Não foi uma seca que levou ao assassinato de Commodus, “mas geralmente há uma seca que precede ao assassinato do imperador”, afirma Christian. “Não estamos tentando dizer que a chuva é a única explicação para todas as coisas. É apenas uma das muitas variáveis potenciais que podem levar ao crime”.

Contudo, este é um estudo preliminar que precisa de uma pesquisa mais profunda defendem outros cientistas, até porque a maioria dos assassinatos na Roma Antiga aconteceram simultaneamente com outros fenômenos como inflação, surtos de doenças e guerras externas.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo de terapia com MDMA é tão poderoso que 67% dos voluntários foram curados de trauma

Um teste clínico em humanos inovador alcançou resultados extremamente estatisticamente significativos e uma excelente taxa de segurança, demonstrando que a terapia psicodélica assistida por MDMA pode ser um tratamento eficaz para transtorno de estresse pós-traumático …

Bolsonaro diz que pessoas que cumprem isolamento são "idiotas"

Presidente critica apelos para que brasileiros restrinjam os contatos sociais em meio à pandemia, que já provocou 435 mil mortes no país. "Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa", diz. O Presidente Jair Bolsonaro …

EUA vão fornecer 20 milhões de vacinas contra Covid-19 para outros países

Os Estados Unidos fornecerão 20 milhões de doses adicionais de vacinas contra a Covid-19 para outros países até o final de junho, elevando o total destinado ao exterior para 80 milhões de doses. O …

Demi Lovato vai comandar programa de TV investigativo sobre OVNIs

A atriz e cantora Demi Lovato está prestes a se aventurar em um desafio de outro mundo. A artista anunciou na última semana a sua participação em uma série limitada para a plataforma de streaming …

CPI da Covid: como 'isolamento vertical' pode virar arma contra Bolsonaro

Uma das linhas de investigação da CPI da Covid apura se o governo federal adotou a estratégia da imunidade de rebanho, ou seja, a obtenção da imunidade coletiva por meio da infecção da população, no …

Astrônomos continuam encontrando inexplicáveis anéis circulares misteriosos no céu

Nos últimos anos, astrônomos avistaram vários objetos de rádio gigantescos e quase perfeitamente circulares no universo distante. Embora ninguém tenha uma explicação para essas entidades misteriosas ainda, uma equipe adicionou recentemente outra ao seu catálogo, …

Conflito tem seu dia mais sangrento em Gaza

Bombardeios israelenses deixam pelo menos 42 palestinos mortos e elevam total de vítimas a 188. Netanyahu diz que ataques continuarão. Sem um cessar-fogo à vista, o atual conflito entre Israel e Hamas teve neste domingo (16/05) …

Apple é acusada de enganar usuários através de aplicativos fraudulentos na App Store

A Apple segue batendo recordes financeiros. No entanto, escândalos um atrás do outro aumentam a preocupação em torno da App Store. Após chamar a atenção internacional com as recentes revelações sobre a existência de cassinos ocultos …

Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. …

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …