Índia é o país com maior número de mortos devido a selfies

Na próxima vez que visitar a Índia e ir ao Taj Mahal, se estiver em um barranco ou na trajetoria de um trem em alta velocidade, não pense que é um bom lugar para fazer uma selfie.

Nos últimos dois anos, 76 pessoas morreram na Índia enquanto posavam para um foto, tornando-se o país com maior número de casos como esse.

O Paquistão ocupa o segundo lugar da lista, com nove vítimas, seguido por Estados Unidos, com oito mortos e Rússia com seis. O levantamento foi feito pela Universidade de Carnegie Mellon e pelo Instituto Indraprasth de Tecnologia da Informação, em Nova Délhi.

“Este fenômeno das selfies é na realidade tão desastroso que, durante todo o ano de 2015, houve mais mortos por selfie que por ataques de tubarões em todo mundo”, escreveram os pesquisadores que participaram do estudo.

Segundo a pesquisa, a motivação de quem faz tantas selfies é colecionar um maior número de curtidas e comentários nas redes sociais. Mas os pesquisadores não explicam porque a Índia é o país com maior numero de mortes devido às selfies.

No norte do país, três estudantes morreram ao ser atropelados por um trem enquanto tentavam fazer uma selfie nas vias. Outro estudante morreu quando a rocha na qual subiu para fazer uma foto cedeu e ele caiu no barranco.

No Taj Mahal, um turista japonês morreu ao se desequilibrar na escada do monumento enquanto tentava tirar uma foto.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Com Google acusado de monopólio, Apple estaria agilizando seu próprio buscador

No mês de agosto, o Canaltech noticiou que a Apple poderia estar trabalhando em seu próprio motor de busca para não ter mais que utilizar os recursos do Google. Agora, novas informações divulgadas pelo jornal Financial …

Ataque com faca deixa três mortos em Nice, na França

Mulher é decapitada dentro de igreja e mais duas pessoas são mortas com golpes de faca. Segundo prefeito, agressor teria repetido "Allah Akbar". Atentado ocorre em meio a tensões devido a caricaturas do profeta Maomé. Ao …

Trabalhador encontra carta secreta de 1941 escondida em teto de igreja

A igreja de Saint James, na Antuérpia, é um dos locais históricos mais importantes da cidade belga. Há séculos, ela costuma ser uma das paradas para peregrinos que vão até Santiago de Compostela visitar o …

É possível que o Covid-19 esteja envelhecendo o cérebro de pacientes em 10 anos

Além de poder prejudicar o seu coração o Covid-19 pode afetar o seu cérebro. Os efeitos cognitivos do coronavírus podem durar meses em certos casos, de acordo com os pesquisadores. Pessoas se recuperando do COVID-19 podem …

Nokia é a marca de Android mais durável e segura, aponta pesquisa

A Counterpoint Research divulgou um novo relatório sobre o índice de confiabilidade das fabricantes de smartphones e destacou o desempenho da HMD/Nokia, que liderou o ranking pelo segundo ano. Em resumo, a empresa foi a …

Rejeição à França aumenta no mundo islâmico

Após governo Macron sair em defesa do secularismo e iniciar ofensiva contra o islã radical, líderes como o presidente turco Erdogan passam a insuflar suas populações como forma de distração de problemas internos. Na esteira do …

Meteoro explode no céu e causa tremor em cidades da Bahia

Um meteoro brilhou nos céus de algumas cidades da Bahia nesta segunda-feira (26). O bólido (nome que recebem os meteoros que explodem na atmosfera terrestre tornando-se extremamente brilhantes), foi detectado e registrado por câmeras de …

O salmão consumido no Brasil está acabando com a costa chilena

Comer em um rodízio de japonês pode soar como uma ótima ideia para quem gosta das iguarias orientais. O que muita gente não sabe é que o salmão comprado como matéria prima em restaurantes do …

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …