Irã captura petroleiro britânico no Estreito de Ormuz

(dv) Agência Petrobras

A Guarda Revolucionária do Irã afirmou nesta sexta-feira (19/07) que capturou um petroleiro britânico por violar a lei marítima internacional quando cruzava o Estreito de Ormuz. A ação ocorreu duas semanas depois que o Reino Unido reteve um navio iraniano em Gibraltar e aumenta ainda mais as tensões ao longo da importante rota internacional de transporte de petróleo.

Segundo a Guarda Revolucionária, o navio, identificado como Stena Impero, foi detido a pedido da Organização de Portos e Assuntos Marítimos da província iraniana de Hormozgan.

Depois do anúncio iraniano, o Reino Unido afirmou que dois navios foram capturados pelo Irã na região, não apenas um como o divulgado. Além da embarcação britânica, um navio de bandeira liberiana também teria sido apreendido pelo país no Estreito de Ormuz. Teerã nega a detenção do outro petroleiro.

“Essas apreensões são inaceitáveis. É essencial que a liberdade de navegação seja mantida e que todos os navios possam se mover com segurança e liberdade na região”, afirmou o secretário britânico de Exterior, Jeremy Hunt.

Os Estados Unidos disseram que estão cientes sobre os relatos de apreensão e continuarão trabalhando com seus aliados para se defender contra o Irã. A Casa Branca afirmou que o presidente Donald Trump conversou por telefone com seu homólogo francês, Emmanuel Macron, sobre a situação.

A tensão nas relações entre o Irã e Ocidente aumentou nas últimas semanas após o Reino Unido apreender em 4 de julho o petroleiro iraniano sob suspeita de contrabando de petróleo para Síria, violando assim sanções impostas pela União Europeia devido ao conflito armado no país. Teerã prometeu retaliação.

A detenção do navio nesta sexta-feira aconteceu no mesmo dia em que a Suprema Corte de Gibraltar ampliou por mais 30 dias o período de detenção do petroleiro retido no território ultramarino britânico.

Na semana passada, Londres afirmou que uma fragata da marinha britânica abortou uma tentativa iraniana de interceptar um petroleiro britânico que navegava pelo Golfo Pérsico. Esse incidente foi desmentido pelas forças armadas iranianas.

Também no Estreito de Ormuz, os EUA garantiram que um de seus navios abateu na quinta-feira um drone iraniano, uma ação que foi negada categoricamente por Teerã. Esses são os últimos incidentes de muitos registrados desde maio na região, onde ocorreram sabotagens e ataques a navios-tanques dos quais os EUA responsabilizaram o Irã.

As autoridades iranianas negaram qualquer envolvimento nesses ataques, mas assumiram a autoria de uma ação que abateu em junho um drone americano que, segundo Teerã, violou seu espaço aéreo.

O Estreito de Ormuz possui uma considerável importância para a economia do planeta: pela rota marítima entre o Irã e Omã passa um terço do petróleo mundial transportado pelo mar. Esse estreito representa, portanto, um elo importante entre os produtores de petróleo da região – Arábia Saudita, Irã, Emirados Árabes Unidos, Kuwait e Iraque – e os mercados na Ásia, Europa e América do Norte.

A crise com o Irã começou após o presidente Donald Trump ter retirado os Estados Unidos do acordo nuclear assinado em 2015 pelos dois países com a participação ainda da Rússia, da China, do Reino Unido, da França e da Alemanha.

Desde que deixaram o acordo com o Irã, os Estados Unidos voltaram a impor sobre a economia iraniana todas as sanções que tinham sido suspensas após o pacto, incluídas medidas sobre o setor petrolífero.

Teerã concordou em permanecer no acordo com a condição de que os outros signatários apoiassem seu desejo de ter acesso aos mercados internacionais. O governo islâmico, no entanto, começou a reduzir seus compromissos depois de um ano, ao constatar que não compensava seguir no acordo por causa da pressão americana.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Emaranhamento quântico é transmitido a drones separados por 1 km de distância

Fótons emaranhados foram transmitidos entre dois drones pairando a um quilômetro de distância um do outro, demonstrando tecnologia que poderia ser a base de uma internet quântica. Quando dois fótons são emaranhados quanticamente, você pode deduzir …

Joe Biden empossado 46.º Presidente dos EUA

Joe Biden tomou posse, esta quarta-feira, como Presidente dos Estados Unidos, e Kamala Harris foi empossada a primeira vice-presidente norte-americana. No seu discurso, Biden disse que "este é o dia da América, da democracia …

Covid-19: Brasil deve enfrentar pior fase da pandemia nas próximas semanas

Nos últimos dias, a pandemia no Brasil foi marcada por imagens de dor e de esperança. De um lado, a falta de oxigênio em Manaus mostrou a tragédia causada pela falta de coordenação contra a …

Após meses, Jack Ma reaparece publicamente via vídeo em evento no interior da China

Sem aparecer publicamente desde o fim de outubro de 2020, Jack Ma faz sua primeira aparição em evento de bem-estar social para professores em área rural da China. O bilionário cofundador do grupo Alibaba, gigante do …

Donald Trump perdoa Steve Bannon e outros aliados

Nas suas últimas horas no cargo, o presidente dos EUA concede perdão a vários aliados e também políticos condenados por corrupção. Entre os perdoados está seu ex-estrategista-chefe. O presidente dos EUA, Donald Trump, usou suas últimas …

Máscara com nariz de fora rende eliminação de exame e prisão de candidato

Um homem de 49 anos foi preso no Japão após se recusar a utilizar corretamente uma máscara facial durante um exame de admissão para faculdade. Ele foi desqualificado da prova e acabou tomando as notícias …

Esconderijo moedas de ouro medievais são descobertas em uma fazenda na Hungria

No século XVI, um ataque do Império Otomano pode ter levado húngaros em pânico a enterrar um estoque de valiosas moedas de prata e ouro. Agora, arqueólogos descobriram este tesouro enterrado em uma fazenda moderna …

Vacina covid-19. As respostas para as 10 perguntas mais procuradas sobre vacinação nas últimas 24 horas

A aprovação da CoronaVac (Sinovac/Instituto Butantan) e da CoviShield (FioCruz/Universidade de Oxford/AstraZeneca) representou um enorme avanço para conter a pandemia de covid-19, que já vitimou quase 210 mil brasileiros. Essas duas vacinas são as primeiras …

Satélites Starlink agora são invisíveis a olho nu, mas não para telescópios

Quando a SpaceX lançou as primeiras 60 unidades da rede Starlink em maio de 2019, a comunidade científica expressou preocupações, prevendo que as observações astronômicas seriam afetadas pelo brilho das unidades que compõe a constelação …

Sites de Apostas Legalizados no Brasil: fique atento

Com o crescimento dos sites de apostas esportivas, é preciso ficar atento a quais deles atuam de maneira legal no mercado e quais estão trabalhando ilegalmente. Infelizmente, os novatos no mundo das apostas podem acabar tendo …