Trump avisa o Irã: “Nunca, nunca mais voltem a ameaçar os EUA”

Kevin Lamarque / Reuters

Donald Trump

Continua a troca acesa de ameaças entre os presidentes dos Estados Unidos e do Irã. Em letras maiúsculas e tom de fúria, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou o Twitter para responder ao presidente iraniano Hassan Rohani e deixar claro que não irá tolerar ameaças.

“Para o presidente Rohani: Nunca mais volte a ameaçar os EUA, ou vai sofrer as consequências como poucos na história sofreram. Já não somos um país que apoia suas palavras dementes de violência e morte. Tenha cuidado”, escreveu Donald Trump.

Neste domingo (22), o presidente iraniano, Hassan Rohani, advertiu os Estados Unidos para não “brincarem com a cauda do leão“, assegurando que um conflito com Teerã será “a mãe de todas as guerras“. As declarações de Rohani foram feitas poucas horas antes de um esperado discurso do secretário de Estado norte-americano sobre o Irã.

“Declaram a guerra e depois falam da vontade de apoiar o povo iraniano”, disse Rohani dirigindo-se ao presidente dos EUA, Donald Trump, em reunião de diplomatas iranianos na capital do país.

“Não pode provocar o povo contra a segurança e os próprios interesses”, disse o presidente. Rohani voltou a avisar que o Irã poderá fechar o estreito estratégico de Ormuz, que controla o Golfo e por onde passa cerca de 30% do petróleo mundial transportado por via marítima.

“Nós somos a garantia de segurança desse estreito desde sempre, não brinque com a cauda do leão, vai se arrepender”, avisou, acrescentando: “A paz com o Irã será a mãe das pazes e a guerra com o Irã representará a mãe das guerras”.

“Sempre que a Europa procurou um acordo conosco a Casa Branca semeou discórdia”, disse Rhoani, acrescentando: “Não devemos pensar que a Casa Branca ficará para sempre neste nível de oposição ao direito internacional, contra o mundo muçulmano”.

EUA sem medo de aplicar sanções

Também em resposta a Rohani, Mike Pompeo, secretário de Estado norte-americano, disse que os Estados Unidos da América “não têm medo” de impor sanções “no mais alto nível” ao regime de Teerã.

Em discurso na diáspora iraniana na Califórnia, Pompeo confirmou que Washington quer que todos os países reduzam suas importações de petróleo iraniano “perto de zero” até 4 de novembro, caso contrário enfrentarão sanções dos EUA.

O presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou a saída dos EUA do acordo internacional de 2015, assinado com o objetivo de impedir que o Irã adquirisse armas nucleares, e o retorno das sanções norte-americanas.

Enquanto muitos dos aliados dos Estados Unidos tentam salvar o acordo nuclear iraniano, o chefe da diplomacia norte-americana reiterou seu desejo de que “o regime iraniano mude significativamente seu comportamento, tanto dentro do Irã como no cenário mundial”, se recusando a distinguir entre radicais e moderados.

Mike Pompeo anunciou ainda o fortalecimento da campanha de propaganda norte-americana com o lançamento de um canal multimídia (televisão, rádio, redes digitais e sociais) 24 horas por dia em farsi (a língua persa), “para que os iranianos comuns, no Irã e em todo o mundo, saibam que a América está do seu lado”, bem como medidas “para ajudar os iranianos a contornar a censura na internet”.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …