O designer holandês Frank Holkman criou um dispositivo de realidade virtual que permite experimentar o que sente uma pessoa na hora da morte.

A morte faz parte da vida do ser humano, mas pode acarretar consequências psicológicas, como a ansiedade, que poderiam ter repercussões no nosso bem-estar.

Para combater a “ansiedade da morte” em pacientes terminais, o designer Frank Kolkman criou um dispositivo que simula uma experiência de “quase-morte” fazendo uso da realidade virtual. Kolkman espera que a experiência possa reduzir a angústia provocada pelo conhecimento prévio da morte.

O dispositivo chama-se Outrospectre e é composto por uma cabeça robótica, equipada com uma câmara 3D em cada olho. Uma vez acionado, o aparelho se afasta pouco a pouco da pessoa que está a experimentá-lo.

A cabeça artificial segue os movimentos da cabeça da pessoa em tempo real, e transmite a imagem e o som – através de óculos de realidade aumentada e fones – fazendo com que a pessoa tenha a percepção de que está se afastando de si mesma.

O dispositivo de Kolkman se baseia em imagens do ambiente real, em vez de se basear em imagens geradas por computador. Para que a experiência se torne ainda mais real, o designer acrescentou um pequeno martelo que bate no peito do participante, imitando o bater de um coração.

“A experiência torna-se mais credível quando o participante percebe o que está acontecendo — do ponto de vista mental — mas é, ao mesmo tempo, contrariado pelos seus sentimentos”, afirma Kolkman.

Os visitantes da Dutch Design Week, em Eindhoven, na Holanda, foram convidados a experimentar o dispositivo que explora como as novas tecnologias podem ser capazes de resolver problemas psicológicos, como o medo da morte.

Segundo a Dezeen, a maioria das pessoas que experimentaram o Outrospectre afirma que tiveram a sensação física de estar em dois locais distintos ao mesmo tempo.

Com o Outrospectre, Kolkman pretende provar que os designers podem ser capazes de introduzir uma nova cultura de aceitação da morte. “Atualmente, o foco da medicina é manter os pacientes vivos, em vez de melhorar a qualidade do tempo que lhes resta”, diz o designer, formado no Royal College of Art.

O medo da morte é um tema negligenciado“, diz o designer. “Se começássemos a tratar a ansiedade em torno da morte, o processo poderia se tornar mais confortável”. Frank Kolkman realça ainda que a maioria das pessoas morreu no hospital e que “as mortes foram, assim, transformadas em experiências médicas“.

A tecnologia ainda está em fase de desenvolvimento, mas o próximo passo é realizar testes científicos para que o instrumento possa ser utilizado no tratamento de doentes terminais, a fim de aliviar o seu último período de vida e combater o medo da morte.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

COVID-19: produção de vacina pode causar morte de meio milhão de tubarões, alertam especialistas

Óleo natural feito a partir do fígado dos tubarões é um componente-chave entre os ingredientes utilizados por vários candidatos a vacina contra a COVID-19. A Shark Allies, uma organização de defesa aos tubarões, da Califórnia, EUA, …

Quem é Amy Barrett, a indicada de Trump para Suprema Corte?

Se aprovada pelo Senado, atual juíza federal e católica devota poderá influenciar a vida pública dos EUA por décadas e mover de vez a composição da Corte para uma orientação conservadora. Se no Brasil o presidente …

Uber ganha 18 meses de licença para atuar em Londres

Após uma longa batalha jurídica, a Uber ganhou uma licença para restabelecer suas operações em Londres pelos próximos 18 meses. Em novembro de 2019, a empresa havia sido impedida de atuar na capital inglesa, depois que …

Testes de DNA da moda não identificam indígenas brasileiros

Testes de DNA estão na moda. Se você pensou em exames para comprovar paternidade ou algo nesse sentido: não é disso que estamos falando (embora pudéssemos). A nova tendência — entre aqueles que têm condições para …

EUA e Brasil querem barrar governo Maduro na Organização Pan-Americana da Saúde

Os Estados Unidos, o Brasil e outros 11 países rejeitaram nesta segunda-feira (28) a legitimidade do governo de Nicolás Maduro na Venezuela para participar do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A …

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …

Covid-19 já causou a morte de um milhão de pessoas no mundo

Nove meses após seu surgimento na China, a pandemia de Covid-19 superou, neste domingo (27), o número simbólico de um milhão de mortos no mundo. No total, o coronavírus causou 1.000.009 mortes e 33.018.877 casos …

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …