“Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”: Jair Bolsonaro é eleito o novo Presidente do Brasil

Fabio Rodrigues Pozzebom / ABr

Em Brasília, os eleitores do candidato eleito à presidência da República, Jair Bolsonaro (PSL), concentram a comemoração pela vitória na Esplanada dos Ministérios

Jair Bolsonaro (PSL), 63 anos, foi eleito, em segundo turno, neste domingo (28), o novo presidente do Brasil.

Com todos os votos apurados, o capitão soma 55,13% (57.97.456 votos) dos votos válidos contra os 44,87% (47.040.819 votos) de Fernando Haddad (PT).

Jair Messias Bolsonaro (Glicério, 21 de março de 1955) é um militar da reserva e político brasileiro, filiado ao Partido Social Liberal (PSL). É deputado federal desde 1991, atualmente em seu sétimo mandato, eleito pelo Partido Progressista (PP).

Seu irmão Renato Bolsonaro e três de seus filhos também são políticos: Carlos Bolsonaro (vereador do Rio de Janeiro pelo PSC), Flávio Bolsonaro (deputado estadual do Rio de Janeiro pelo PSL e agora recém eleito Senador no estado) e Eduardo Bolsonaro (deputado federal de São Paulo também pelo PSL).

Formou-se na Academia Militar das Agulhas Negras em 1977 e serviu nos grupos de artilharia de campanha e paraquedismo do Exército Brasileiro.

Tornou-se conhecido do público em 1986, quando escreveu um artigo para a revista Veja criticando salários de oficiais militares, depois do qual foi preso por quinze dias apesar de receber cartas de apoio de colegas do exército. Foi absolvido dois anos depois.

Bolsonaro ingressou na reserva em 1988, com o posto de capitão, para concorrer à Câmara Municipal do Rio de Janeiro naquele ano. Foi eleito vereador pelo Partido Democrata Cristão, partido que hoje está extinto.

Em 1990, candidatou-se a deputado federal pelo Estado do Rio de Janeiro. Bolsonaro foi o candidato mais votado, com apoio de 6% do eleitorado fluminense (464 mil votos), sendo reeleito por seis vezes. Durante seus 27 anos na Câmara dos Deputados, Bolsonaro ficou conhecido por ser uma personalidade controversa, por conta de suas visões políticas populistas e de extrema-direita.

Bolsonaro anunciou sua pré-candidatura à Presidência do Brasil em março de 2016 pelo Partido Social Cristão. Em janeiro de 2018, no entanto, anunciou sua filiação ao Partido Social Liberal (PSL), o nono partido político de sua carreira desde que foi eleito vereador em 1988.

Sua campanha presidencial foi lançada em agosto de 2018, com o general aposentado Hamilton Mourão como seu vice na chapa. Ele se apresentou como “defensor dos valores familiares”.

Em 7 de outubro, Bolsonaro ficou em primeiro lugar no primeiro turno das eleições presidenciais de 2018, com o candidato Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), em segundo.

Os dois duelaram novamente no segundo turno, neste domingo (28) com vitória de Bolsonaro quebrando uma sequência de 4 vitórias consecutivas do Partido dos Trabalhadores nas eleições presidenciais.

Vladimir Platonow / Agencia Brasil

O novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

Bolsonaro promete “democracia e liberdade”

O discurso de vitória de Jair Bolsonaro foi muito particular. “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, disse o agora presidente, em referência à Bíblia e a Deus. Além disso, garantiu ainda que seu “governo será defensor da Constituição, da democracia e da liberdade”.

Em declaração à imprensa na porta de casa, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o novo presidente eleito do Brasil começou por afirmar que sua eleição é “uma missão de Deus”. No discurso, Bolsonaro frisou que “a liberdade é um princípio fundamental“, referindo-se à liberdade “de andar nas ruas, de empreender, política e religiosa, de informar e ter opinião, de fazer escolhas e ser respeitado por elas”.

“Como defensor da liberdade, vou guiar um governo que defenda e proteja os direitos do cidadão, que cumpre seus deveres e respeite as leis. Elas são para todos nós. Assim será o nosso governo, constitucional e democrático”, garantiu Jair Bolsonaro.

Trump ligou ao presidente eleito

O presidente norte-americano, Donald Trump, também felicitou Jair Bolsonaro, parabenizando-o pela vitória nas eleições e manifestando sua vontade de “trabalhar lado a lado” com ele.

Segundo o jornal Público, ambos os líderes concordaram “em trabalhar lado a lado para melhorar a vida das pessoas dos Estados Unidos e do Brasil e, enquanto líderes regionais, das pessoas da América”, afirmou a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders.

Foi um contato bastante amigável. Queremos nos aproximar de vários países do mundo, sem viés ideológico”, disse Bolsonaro em transmissão ao vivo no Facebook, dizendo que Trump lhe desejou sorte e também que recebeu outras chamadas de líderes internacionais, como os presidentes do Chile, Sebástian Piñera, e do Paraguai, Mario Benítez.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Vacinação contra COVID-19 será facultativa em Portugal; especialistas divergem sobre o tema

Portugal anunciou seu plano nacional de vacinação contra COVID-19 nesta quinta-feira (3). As vacinas serão distribuídas em 1.200 centros de saúde pública a partir de janeiro, de forma gratuita e facultativa. Especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil …

Nosso sistema solar será destruído antes do que pensávamos

Embora o solo sob nossos pés pareça sólido e reconfortante (na maioria das vezes), nada neste Universo dura para sempre. Um dia, nosso sol morrerá, ejetando uma grande proporção de sua massa antes que seu núcleo …

Mãe em Estocolmo não é mais suspeita de aprisionar filho

Promotores suecos estão retirando seu caso contra uma mulher acusada de prender o filho por vários anos. De acordo com as últimas informações, não há provas suficientes de que ele havia sido detido contra sua …

Mistério de galáxia desprovida de matéria escura é revelado

As observações astronômicas apontam para forças de "maré" e comportamento "canibal" de uma galáxia vizinha, que explicariam a escassez deste componente invisível. Se alguma galáxia é pobre em matéria escura, pode ser devido a uma interação …

Maioria das vacinas da Moderna será reservada no início para os Estados Unidos

A Moderna espera disponibilizar entre 100 e 125 milhões de doses de sua vacina contra a Covid-19 no primeiro trimestre de 2021. A empresa anunciou, nesta quinta-feira que, no início, entre 85 e 100 …

Amazonas é 3º estado com mais queimadas, emissões e desmatamento

Pela primeira vez, o Amazonas assume a terceira posição nos três principais rankings que indicam o avanço da degradação florestal na Amazônia brasileira, incluindo indicadores de queimadas, emissões de gases de efeito estufa e desmatamento …

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …

Namíbia elege deputado chamado Adolf Hitler

O nome de um recém-eleito político da Namíbia, vem chamando atenção na mídia nacionais e internacionais. "Adolf Hitler teve uma vitória esmagadora nas eleições regionais na Namíbia", relatou o portal de notícias alemão Spiegel Online nesta …

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …