Demitido por assédio, maestro James Levine processa Ópera de Nova York

Demitido epois de uma investigação apontar má conduta sexual, o maestro James Levine acusa a Ópera Metropolitana de Nova York de difamação, alegando que a companhia analisou alegações sem fundamento.

“Aproveitando-se da boa vontade do movimento #MeToo, agarraram-se descaradamente a essas alegações como pretexto para porem fim a uma campanha pessoal antiga para forçar a saída de Levine”, lê-se no processo interposto em um tribunal de Manhattan, citado pela Associated Press.

No processo, James Levine acusa a Ópera Metropolitana de Nova York e seu diretor geral, Peter Gelb, de difamação e quebra de contrato. O maestro pede, pelo menos, 5,8 milhões de dólares de indenização por danos e para “repor o nome de James Levine, sua reputação e carreira”.

Na semana passada, o maestro foi demitido da Ópera Metropolitana de Nova York, na sequência de uma investigação que confirmou casos de abuso e assédio sexuais.

Depois de uma investigação interna que durou três meses, a Metropolitan Opera concluiu que há “provas credíveis” de que James Levine, seu diretor musical durante 40 anos, abusou sexualmente de “artistas vulneráveis em início de carreira“.

Em dezembro, a Ópera Metropolitana de Nova York já tinha suspendido toda a colaboração com o maestro e dado início à investigação, depois de o New York Times ter publicado testemunhos de três pessoas que alegavam terem sido vítimas de abusos sexuais por parte de James Levine. Depois disso, surgiu uma quarta vítima.

Durante a investigação, mais de 70 pessoas foram ouvidas. Não ficou provada a suspeita de que o comportamento de James Levine tivesse tido cobertura por parte de elementos da direção da Ópera.

James Levine, de 74 anos, que negou todas as acusações, estava aposentado, mas se mantinha como diretor musical honorário e diretor artístico do programa para jovens artistas da companhia.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Alemanha libera entrada para brasileiros que apresentem teste negativo

A Alemanha vai deixar de considerar o Brasil como área de alto risco na pandemia do novo coronavírus a partir deste domingo, anunciou nesta sexta-feira (17/09) o Instituto Robert Koch (RKI), a agência governamental alemã …

Assembleia-Geral da ONU: exigência de vacina ainda não está decidida, mas é improvável que Bolsonaro seja barrado

Perdeu força a possibilidade de que líderes de países tenham que comprovar que se vacinaram contra a covid-19 para participar da 76ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que acontece na semana que vem …

Submarinos: França perde o "contrato do século" para a Austrália, que opta por EUA e Reino Unido

O jornal econômico Les Echos estampa em sua primeira página desta quinta-feira (16) uma notícia, ainda no condicional, que se concretizaria durante a madrugada: "A Austrália desiste de uma encomenda de 12 submarinos franceses …

VSR: o pouco conhecido vírus que se espalha entre crianças no mundo e também no Brasil

No início de 2021, a equipe do Hospital Infantil de Maimonides, no Brooklyn, em Nova York (EUA), começou a experimentar uma cautelosa sensação de alívio. Os casos de covid-19 na cidade estavam em queda. Como …

Com popularidade em queda, premiê britânico Boris Johnson reforma equipe de governo

Após semanas de boatos, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, decidiu modificar o governo nesta quarta-feira para formar uma "equipe unida" e enfrentar os desafios depois de um ano e meio de pandemia e em …

Relatório lista mais de uma dezena de crimes atribuídos a Bolsonaro

Um grupo de juristas liderados pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior entregou nesta terça-feira (14/09) à CPI da Pandemia um relatório de 226 páginas com possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante a …

Simulação virtual mais realista de sempre do Universo é revelada

Um dos aspectos mais incríveis da simulação é que mostra a evolução da matéria durante praticamente os 13,8 bilhões de anos de história do Universo, desde o Big Bang até a atualidade. Uma equipe internacional de …

Asteroide que dizimou dinossauros determinou sucesso das cobras, aponta estudo

As cobras devem seu sucesso na Terra, em parte, ao asteroide que atingiu o planeta há 66 milhões de anos e levou à extinção dos dinossauros, de acordo com um estudo publicado nesta terça-feira (14/9) …

“Abandonados pelo resto do mundo”: África vacinou apenas cerca de 3% da população contra a Covid

As autoridades alertam para os baixos índices de vacinação contra a Covid-19 no continente africano. Segundo dados divulgados nesta terça-feira, cerca de 3,5% da população foi totalmente imunizada contra o coronavírus. O balanço foi anunciado …

Europeus aprovam Merkel e confiam na liderança da Alemanha

Os europeus têm alta estima pela chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, e aprovam o estilo de liderança dela, baseado na busca de consensos, mostra uma pesquisa do Conselho Europeu de Relações Exteriores (ECFR, na …