Júri do Nobel da Literatura não se entende (e deixa o prêmio pendurado)

Elke Wetzig / Wikimedia

A jornalista bielorrusa Svetlana Alexievich, Nobel da Literatura 2015

A jornalista bielorrusa Svetlana Alexievich, Nobel da Literatura 2015

Estava previsto para esta quinta-feira (7) o anúncio do Prêmio Nobel da Literatura, na mesma semana que os restantes galardões deste ano. Contudo, a entrega foi adiada devido ao que muitos acreditam ser uma falta de consenso do júri.

Após serem conhecidos os Prêmios Nobel da Medicina, Física e Química, essa quinta-feira teria sido altura de se conhecer o Prêmio Nobel da Literatura deste ano – mas o anúncio foi adiado, possivelmente para dia 13 de outubro.

Os rumores que circulam, aliados ao fato de que já há muitos anos não haver um adiamento como este, levam a comunidade literária a acreditar que existe mais por trás deste acontecimento do que uma mera questão de agenda.

Duas possibilidades avançadas à rádio portugesa TSF apontam para uma falta de consenso do júri, seja porque o autor a premiar este ano é “especialmente controverso”, ou para que se encontre consenso em relação à origem ou sexo do vencedor – um cuidado a ter para contrariar a preferência histórica por autores do sexo masculino provenientes de países ocidentais.

Citada pelo jornal Diário de Notícias, a secretária-permanente Sara Danius garante que o atraso não tem a ver com um impasse do júri, mas apenas com o fato de as reuniões da Academia para a decisão do vencedor terem começado “excepcionalmente tarde” este ano.

“O atraso não tem a ver com uma divergência interna. (…) O comitê apresentou as decisões, os membros tomaram posição e segue-se a votação na quarta reunião, onde a decisão é tomada. Essa é a regra, que não deverá ser alterada. A decisão final surge às 10h de segunda-feira da semana em que se realiza o anúncio”, afirmou.

Contudo, a última reunião não chegou a se realizar e não existem garantias de que os membros do júri tenham disponibilidade de agenda para se reunirem na próxima segunda-feira, como é agora esperado.

Muitos apontam Danius como a origem do impasse, já que o júri pode não estar de acordo suas orientações sobre o perfil do galardoado, como ocorreu o ano passado com a premiada Svetlana Alexievich, escritora de não-ficção, que muitos consideram como não sendo literatura.

Danius defendeu a escolha considerando a obra “um monumento ao valor e ao sofrimento do nosso tempo”, em comunicado oficial da Academia.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …