Macri e Temer planejam abertura do Mercosul aos mercados estrangeiros

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, chegará nesta terça-feira a Brasília para uma visita que pretende ser um incentivo para o desaquecido comércio bilateral e um empurrão para uma maior abertura do Mercosul aos mercados mundiais.

Macri será recebido pelo presidente Michel Temer, com quem compartilha a visão de que é necessário reduzir o peso dos governos na atividade econômica para abrir amplos espaços para o desenvolvimento do investimento privado.

Será a primeira visita de Estado de um líder latino-americano ao Brasil desde que Temer chegou ao poder após o impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff, em agosto de 2016. Dessa forma, Macri retribui a viagem que o peemedebista fez a Buenos Aires em outubro.

O segundo encontro entre os dois ocorrerá em um momento em que o comércio bilateral, eixo das relações entre as maiores economias do Mercosul, está em franca decadência.

O comércio entre os dois países, que há poucos anos chegou a US$ 35 bilhões, fechou 2016 em US$ 22,5 bilhões, com um superávit a favor do Brasil na casa de US$ 4 bilhões.

Em parte, essa queda foi atribuída à severa crise vivida pela economia brasileira, imersa em uma profunda recessão e que lembra a muitos uma velha máxima repetida pelo próprio Macri nos últimos meses: “Quando o Brasil espirra, a Argentina sofre uma pneumonia“.

Um dos setores fundamentais na relação entre os dois países é a indústria automotiva. Um acordo de livre-comércio foi firmado e entrará em vigor em 2020, mas ainda existem diversas restrições.

O subsecretário para a América Latina do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Paulo Estivallet, disse que o governo Temer acredita que algumas dessas restrições serão revisadas.

“Na medida do possível trabalharemos para que, durante a presidência argentina do Mercosul, no primeiro semestre deste ano, e durante a brasileira, no segundo semestre, possamos avançar o máximo possível na eliminação de barreiras comerciais entre os países”, afirmou o diplomata.

Dentro da análise que Macri e Temer farão da situação do bloco integrado por Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai (a Venezuela está suspensa), estão as negociações comerciais com a União Europeia (UE), mas também a busca de uma maior abertura para outras regiões.

Fontes dos governos dos dois países e dos outros membros do Mercosul afirmaram que as políticas protecionistas anunciadas pelo novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, podem ser uma oportunidade para a busca de novos mercados.

Essa avaliação foi feita, por exemplo, pelo ministro de Produção da Argentina, Francisco Cabrera, durante visita realizada na semana passada a Brasília, preparatória para a viagem de Macri.

“Em um momento em que se assiste ao retorno do protecionismo, é imperioso fortalecer a integração regional e ampliar a rede de acordos internacionais”, defendeu o ministro argentino.

Fontes do governo brasileiro confirmaram que há “pleno acordo” nessa linha de pensamento entre Macri e Temer. Além do acordo com a UE, o Mercosul pretende realizar negociações com Japão, Coreia do Sul e Canadá, afetados pela decisão dos EUA de abandonar a Parceria Transpacífica (TPP, na sigla em inglês).

A visita de Macri, por ser de Estado, incluirá depois do encontro com Temer uma série de reuniões com autoridades do Legislativo e do Supremo Tribunal Federal (STF). No entanto, o presidente argentino voltará amanhã mesmo para Buenos Aires.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Essa “formiga-diabo” pré-histórica ataca sua presa há 99 milhões de anos

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa. No …

Mataram um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros depois de 50 anos de perseguição

Notícia triste para quem luta pela preservação do meio ambiente. Conhecido como Demônio, um crocodilo de meia tonelada e 4,5 metros, que segundo moradores aterrorizava vilarejos na ilhas Bangka Belitung (Indonésia), foi morto na semana …

China diz que encontrou traços de coronavírus em frango brasileiro

Carga de asas de frango que chegou a Shenzhen, no sul do país asiático, foi confiscada. Funcionários da alfândega que entraram em contato com alimentos foram testados, mas exames deram negativo. Traços do novo coronavírus foram …

Vacinação em SP começa em janeiro, segundo diretor do Butantan

Com a pandemia, inúmeras empresas estão dedicadas ao desenvolvimento de uma vacina que possa ajudar na luta contra a COVID-19. Nesta quarta-feira (12), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou que o estado …

Descoberto "Stonehenge de madeira" de 4.500 anos em Portugal

A estrutura de madeira achada é a "única na pré-história da Península Ibérica", explicou o arqueólogo que lidera as escavações. Durante uma escavação no sítio arqueológico de Perdigões, arqueólogos descobriram uma estrutura para fins cerimoniais de …

Coronavírus reaparece na "protegida" Nova Zelândia e gera alerta

A detecção de quatro casos de transmissão local do novo coronavírus, depois de mais de 100 dias sem o vírus, levou as autoridades da Nova Zelândia a restaurar a quarentena em Auckland, cidade mais populosa …

Viagem aos anos 90: Airbnb abrirá reservas para pernoites na última Blockbuster

Quem viveu o boom das locadoras nos anos 90 sabe que ir até uma Blockbuster ou redes semelhantes de VHS e DVDs era um verdadeiro programa de final de semana: a experiência de assistir a …

Joe Biden escolhe Kamala Harris como candidata a vice

Senadora eleita pela Califórnia pode se tornar a primeira mulher vice-presidente dos Estados Unidos, caso chapa democrata derrote Donald Trump em eleição de novembro. O candidato à presidência dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta terça-feira …

Bilionários do Vale do Silício apostam em bunkers para vencer fim do mundo

Esqueça a vida no espaço: bilionários do Vale do Silício estão se preparando para o apocalipse comprando bunkers. A parte mais abastada da população mundial tem se mostrado interessada em adquirir “buracos na terra” equipados para …

Presidente russo Vladimir Putin anuncia registro de 1ª vacina contra COVID-19

Nesta terça-feira (11), o presidente Vladimir Putin anunciou o registro da primeira vacina russa contra a COVID-19. "Tanto quanto sei, nesta manhã foi registrada, pela primeira vez no mundo, uma vacina contra a COVID-19", disse o …