Mais de 20 ex-reféns do Boko Haram voltarão às aulas na Nigéria

(dr) AmnestyInternational / Twitter

#BringBackOurGirls

#BringBackOurGirls

Meninas que voltarão às aulas foram libertadas em outubro. As reféns soltas no último sábado ainda passam por tratamento médico e psicológico.

As 82 meninas libertadas pelo Boko Haram no último sábado depois de passarem três anos sequestradas ainda aguardam para reencontrar suas famílias, mas aquelas encontradas no ano passado irão voltar às aulas em setembro, disseram autoridades da Nigéria, segundo a Reuters.

O porta-voz do presidente informou nesta quinta que, no total, 24 meninas que estiveram entre as cerca de 270 raptadas pelo grupo militante islâmico da cidade de Chibok, no nordeste nigeriano, em abril de 2014, devem retornar à escola.

Entre elas estão as 21 libertadas em outubro passado, graças a um acordo mediado pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha, e três outras que escaparam ou foram resgatadas.

O governo está preparando as meninas para voltarem à escola em setembro deste ano porque já perderam muito academicamente”, disse o porta-voz da Presidência, Garba Shehu. “Não são todas as 103 libertadas até agora, mas 24 delas”, acrescentou.

Nenhuma das garotas libertadas no sábado estará entre as que retomarão os estudos daqui a quatro meses porque ainda estão recebendo um tratamento médico e psicológico na capital, Abuja, que deve durar de dois a três meses, informou a conta de Twitter do governo.

No sábado, 82 delas foram soltas em troca de membros do grupo jihadista que já matou 15 mil pessoas desde 2009 em uma insurgência que pretende criar um califado islâmico no nordeste do país.

Aisha Jummai Alhassan, ministra dos Assuntos da Mulher, disse aos repórteres nesta quinta-feira que fotos das meninas foram enviadas às famílias de Chibok para identificação.

O mediador e advogado Zannah Mustapha disse que algumas das garotas sequestradas se recusaram a ser soltas com as 82 no último final de semana, alimentando temores de que tenham sido radicalizadas, e muitas se sentem amedrontadas, envergonhadas e até poderosas demais para voltar às suas vidas antigas.

Relembre o caso

Os jihadistas do grupo Boko Haram invadiram no dia 14 de abril de 2014 a escola de Chibok, no estado de Borno, e conseguiram sequestrar 276 meninas que se preparavam para fazer suas provas.

Um mês depois do rapto, o grupo publicou um vídeo no qual mostrava uma dezena delas vestidas de preto recitando o Alcorão resignadas.

O líder do Boko Haram, Abubakar Shekau, se vangloriou na época, afirmando que as meninas haviam sido convertidas ao islã e que foram obrigadas a se casar com membros do grupo jihadista.

Muitos ativistas pelos direitos humanos afirmaram qBoko Haramue as meninas podem ter sido vendidas como escravas a membros do grupo ou utilizadas como bombas humanas nos ataques dos jihadistas.

O sequestro em massa chocou o mundo e deu início à campanha internacional #BringBackOurGirls.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oceano de magma revela que a Lua surgiu milhões de anos antes do imaginado, diz estudo

O magma fundido que cobria a Lua ao se formar levou "quase 200 milhões de anos" para se solidificar em rocha de manto, 85 milhões de anos depois da data de consenso, mostra estudo alemão. Uma …

Vacina da Moderna mostra resultado e vai para fase final de testes

Candidata a vacina gera anticorpos e é bem tolerada por participantes, afirma empresa americana. A partir de 27 de julho, 30 mil pessoas vão participar da fase final e decisiva dos ensaios clínicos nos Estados …

Maior educação feminina e controle da natalidade farão população mundial crescer menos

A população mundial deve começar a encolher na segunda metade do século 21, atingindo 8,8 bilhões em 2100, cerca de 2 bilhões a menos do que previa a ONU. O estudo foi publicado nesta …

Museu da Língua Portuguesa lança projeto que usa a palavra para lidar com as dores da pandemia

A palavra não é somente nossa maior ferramenta de comunicação e um dos principais instrumentos para a criação humana – ela pode ser também um remédio. Usar a palavra para curar nossos males e dores é …

Estudo indica que imunidade ao coronavírus é temporária

Pesquisadores britânicos monitoraram os níveis de anticorpos contra a covid-19 em 90 pacientes recuperados. Resultados sugerem que o contato com o vírus só fornece imunidade por alguns meses, como no caso da gripe. Pacientes que se …

Essa é a explosão mais forte na história do universo e acabou de ser detectada

A maior explosão no Universo desde o Big Bang foi descoberta, localizada no aglomerado de galáxias Ophiuchus a milhões de anos-luz de distância de nós. O evento liberou cinco vezes mais energia do que a …

Encontradas espécies que vivem em 'deserto marinho' no oceano Pacífico

Cientistas usaram a oportunidade de visitar o sul do oceano Pacífico para retirar amostras de uma área oceânica particularmente pobre em vida, lançando luz sobre uma região marinha inóspita. Pesquisadores alemães do Instituto Max Planck de …

Polícia alemã tenta capturar "Rambo da Floresta Negra"

As autoridades de segurança do estado alemão de Baden-Württemberg estão conduzindo nesta segunda-feira (13/07) uma megaoperação para capturar um fugitivo armado com pistolas e um arco e flecha que se esconde na Floresta Negra, no …

Rio começa a implementar sistema de iluminação inteligente

O conceito de smart cities está por aí há anos e nas últimas temporadas tem se tornado cada vez mais uma realidade no Brasil, graças aos avanços tecnológicos. O Rio de Janeiro é mais uma …

Coágulos sanguíneos em “quase todos os órgãos” de pacientes que morrem de Covid-19

Pesquisas de autópsias em pacientes com Covid-19 mostraram coágulos sanguíneos presentes não exclusivamente nos pulmões, mas sim em “quase todos os órgãos”, afirmou uma patologista da Universidade de Nova York à CNN na última semana. A …