Militar da Aeronáutica é preso com cocaína na Espanha

Fernando Frazão / Agência Brasil

Um militar brasileiro foi preso nesta terça-feira (25/06) no aeroporto de Sevilha suspeito de carregar 39 quilos de cocaína na mala. Ele chegou à cidade espanhola em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB) junto a uma comitiva que acompanha o presidente Jair Bolsonaro na viagem para a cúpula do G20 no Japão.

A droga foi interceptada durante um controle de bagagens na escala do voo em Sevilha. O sargento da Aeronáutica, de 39 anos, está detido no aeroporto espanhol sob suspeita de tráfico de drogas e deve ser ouvido por um juiz num prazo de 72 horas após a prisão.

No Twitter, Bolsonaro disse ter pedido ao ministro da Defesa brasileiro, general Fernando Azevedo e Silva, a “imediata colaboração com a polícia espanhola, na pronta elucidação dos fatos, cooperando em todas as fases da investigação, bem como instauração de um inquérito Policial-Militar”.

“As Forças Armadas têm um contingente de cerca de 300 mil homens e mulheres formados nos mais íntegros princípios da ética e moralidade”, escreveu o presidente, afirmando que o militar será “julgado e condenado na forma da lei” caso seja comprovada sua participação no crime.

O Ministério da Defesa afirmou nesta quarta-feira que já colabora com as autoridades espanholas em “todos os aspectos” da investigação. “As autoridades de ambos os países já estão colaborando para que este incidente seja imediatamente esclarecido e, caso se comprove o delito, seja punido com todo o rigor da lei”, disse um porta-voz. A pasta iniciou uma investigação sobre o caso e expressou em nota o repúdio por “atos dessa natureza”. Por ora, o nome do sargento será mantido em sigilo.

O vice-presidente Hamilton Mourão também se pronunciou sobre a prisão, afirmando que esta não é a primeira vez que um militar é detido transportando drogas. Ele pediu uma investigação para avaliar se o brasileiro tem conexões com o tráfico de entorpecentes.

“As Forças Armadas não estão imunes a esse flagelo da droga. Isso não é a primeira vez que acontece, seja na Marinha, seja no Exército, seja na Força Aérea”, disse Mourão em entrevista à Rádio Gaúcha, acrescentando que “esse elemento vai ser julgado por tráfico internacional de drogas e vai ter uma punição bem pesada”.

O vice-presidente ainda chamou o sargento de “mula qualificada”. “É óbvio que, pela quantidade de droga que o cara tava levando, ele não comprou na esquina e levou, né? Ele estava trabalhando como mula. Uma mula qualificada, vamos colocar assim”, afirmou.

O militar não estava no mesmo avião que Bolsonaro rumo a Osaka, cidade japonesa que sediará a cúpula entre as 19 principais economias do mundo e a União Europeia nos dias 28 e 29 de junho.

A aeronave presidencial também tinha escala programada em Sevilha, mas os planos de viagem foram alterados. Na noite de terça-feira, a agenda do presidente passou a informar que a escala seria em Lisboa. Não foi esclarecido se a mudança teve alguma relação com a prisão do militar.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …

Projeto de estrada cortando parque das cataratas de Iguaçu ameaça outras áreas de proteção pelo Brasil

Uma das paisagens naturais mais impressionantes do Brasil e reconhecida pela Unesco, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas, no Paraná, pode ser cortado ao meio por uma rodovia asfaltada – em …

Por que a imunidade de rebanho está longe de ser realidade

Embora costume ser apresentada como simples cálculo matemático, alcançar a imunidade de rebanho não é tarefa fácil. Ela não só depende da infecciosidade das variantes, como da adoção de medidas sanitárias pela população. Apesar das campanhas …

Uso de maconha na adolescência pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro

O consumo de maconha pode ser prejudicial ao cérebro humano durante a adolescência, de acordo com estudo publicado na última quarta-feira (16). Segundo a pesquisa, realizada em regiões da Europa, o uso recreativo da planta pode …

EUA terão feriado para comemorar fim da escravidão

Data já celebrada na maioria dos estados vai se tornar feriado federal. O "Juneteenth" lembra dia em que os últimos escravos negros foram libertados no país, em 1865. Após aprovação pelo Congresso dos Estados Unidos na …

5 perguntas sobre os denisovanos, 'parentes' extintos dos humanos modernos que viveram na Terra há 50 mil anos

Desde que os primeiros vestígios dos denisovanos foram descobertos em 2008, os cientistas não descansaram tentando obter mais informações sobre eles. A tarefa, no entanto, não tem sido fácil, porque até agora só foram encontrados pequenos …