Mulher é condenada à prisão na Dinamarca após encomendar morte com bitcoins

Uma mulher de 58 anos foi condenada nesta sexta-feira a seis anos de prisão por um tribunal de Lyngby, acusada de ter encomendado o assassinato de seu namorado através da denominada “deep web”, com pagamento mediante a moeda eletrônica bitcoin, porém o ataque nunca ocorreu.

Segundo informou a agência dinamarquesa “Ritzau”, a mulher, de origem italiana, mas residente na Dinamarca há três décadas, será expulsa para seu país natal após cumprir a pena imposta pelo tribunal.

A investigação começou em março, quando foi detectada na “deep web” uma mensagem com a intenção de matar um oficial de polícia siciliano.

Na mensagem foram incluídas fotos do policial, que se chama Sergio, e diversas informações sobre sua casa. O tribunal considerou provado que tinha sido feita uma transação em bitcoins equivalente a cerca de 4 mil euros, embora o assassinato não tenha se concretizado.

Após localizar o policial italiano e interrogá-lo, as pistas levaram as forças de segurança à Dinamarca, onde a mulher foi detida.

A mulher, no entanto, sempre defendeu sua inocência e durante o julgamento apontou para um homem chamado Luc, que lhe instruíu a comprar bitcoins e pode era o responsável por encarregar o assassinato, mas o Tribunal não considerou a versão crível, perante a falta de informação sobre o paradeiro deste suposto amigo.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas norte-americanos preveem fortes cataclismos no Leste da Rússia

Um grupo de cientistas norte-americanos, após analisar dados de satélite e de observação ao longo de 38 anos, estabeleceu que o aquecimento global provocado pelo homem pode levar a um aumento da frequência e da …

Alergias podem proteger contra o câncer de pele

De acordo com um novo estudo da Imperial College London, no Reino Unido, os componentes do sistema imunológico que provocam reações alérgicas também podem ajudar a proteger nossa pele contra o câncer. As descobertas podem um …

Físicos tentam comprovar existência de quinta dimensão

"Qual é a 5ª dimensão? Eu sei que a primeira é a altura, a segunda é a largura, a terceira é a profundidade e a quarta, o tempo. Mas ninguém parece saber o que é …

Salários na Venezuela condenam trabalhadores à pobreza extrema

O salário mínimo na Venezuela, fixado pelo chavismo governante, condena os trabalhadores do país à pobreza extrema pois está situado no equivalente a US$ 1,20 por dia, abaixo do patamar da miséria estabelecido pela ONU. Nos …

Irã ameaça EUA com "mãe de todas as guerras"

O presidente do Irã, Hassan Rohani, alertou neste domingo (22/07) para o perigo de os Estados Unidos começarem um conflito com seu país, o que seria "a mãe de todas as guerras", recomendando que Washington …

Série adaptada de livro de George R.R. Martin ganha trailer

O autor de Game of Thrones, George R.R. Martin, terá mais uma de uma de suas histórias adaptada para a televisão. Agora é a vez do conto de terror e ficção científica Nightflyers, publicado pela primeira …

Cientistas encontram vestígios de material nuclear de Fukushima em vinho californiano

Vinhos californianos produzidos nos anos seguintes ao desastre da usina nuclear de Fukushima contêm os isótopos da precipitação do acidente, informaram pesquisadores do Centro Nacional Francês de Pesquisa Científica (CNRS). Após o incidente na usina nuclear …

PSL faz convenção neste domingo para lançar candidatura de Bolsonaro

O Partido Social Liberal (PSL) faz hoje (22), no Rio de Janeiro, convenção nacional para lançar a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro à Presidência da República. É esperado o anúncio de quem irá compor …

Pais pintam casa como 'A Noite Estrelada' para que filho autista não se perca

Um casal da Flórida, nos Estados Unidos, adotou uma solução original para evitar que seu filho autista se perdesse ao voltar para casa: contratou um artista para pintar toda a fachada do imóvel à semelhança …

Dez anos depois do arquivamento de caso Madeleine, o mistério segue aberto

Dez anos depois de a Justiça portuguesa arquivar o caso de Madeleine McCann, a menina britânica que desapareceu em Algarve em 2007, o mistério segue aberto em Portugal, onde as autoridades analisam indícios que obrigaram …