Museu de Londres reunirá relatos de sonhos de britânicos na pandemia

Projeto visa documentar mudanças no sono causadas pelo confinamento e pela crise gerada com a covid-19, além de coletar narrativas sobre o período para gerações futuras.

Mudanças no sono aparentemente têm sido comuns durante a pandemia de covid-19. Para documentar esse impacto da crise, o Museu de Londres lançou nesta quinta-feira (26/11) um projeto que visa coletar relatados de sonhos e pesadelos que moradores da capital britânica tiveram durante o confinamento.

De acordo com o museu, a vida dos habitantes de Londres não mudou apenas no cotidiano devido à pandemia, mas também “em relação como dormimos e sonhamos”. Chamado de “Guardiões do Sono”, o projeto irá coletar sonhos na forma de história oral, além de analisar o que os sonhos podem dizer sobre saúde mental e maneiras de como lidar com o estresse externo, especialmente em tempos de crise.

Até 15 de janeiro, voluntários poderão se inscrever para participar do projeto, que é desenvolvido em parceria com o Museu dos Sonhos da Universidade de Western, no Canadá. Em fevereiro, os selecionados serão convidados para conversar sobre seus sonhos com uma equipe internacional de especialistas.

Segundo a curadora digital do Museu de Londres, Foteini Aravani, a gravação dos sonhos permitirá não somente “documentar uma experiência fundamental compartilhada da pandemia”, mas também ampliar a definição de “objeto de museu”.

“Iremos colecionar histórias orais em primeira pessoa com o objetivo de fornecer uma narrativa mais emotiva e pessoal deste tempo para futuras gerações”, acrescentou Aravani.

Sonhos mais vívidos do que o normal, pesadelos desconcertantes, insônia ou cansaço ao acordar são experiências frequentes após a chegada do coronavírus, segundo o levantamento do King’s College London e da empresa de pesquisa de mercado Ipsos MORI que inspirou o projeto do museu.

O levantamento, que ouviu 2.254 britânicos no final de maio, descobriu que 63% dos entrevistados sofreram algum distúrbio do sono desde o início do confinamento no Reino Unido, em 23 de março. A pesquisa questionou os entrevistados sobre os tipos de alterações do sono mais frequentes.

Quando o projeto do museu estiver concluído, será possível saber não somente como os britânicos dormiram na pandemia, mas o que eles sonharam a partir do momento em que se viram obrigados a ficarem confinados em casa.

// DW

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Xi deixa alerta para Biden: protecionismo norte-americano pode gerar 'nova Guerra Fria'

O líder chinês deixou um aviso para o presidente norte-americano, Joe Biden: os EUA arriscam entrar em uma nova Guerra Fria se continuarem com as políticas protecionistas do ex-presidente Donald Trump. Em um discurso virtual na …

Polícia prende ladrões que abriam túmulos e roubavam crânios para rituais nos EUA

A polícia do condado de Lake, no estado da Flórida, nos EUA, prendeu dois homens acusado de violarem sepulturas e roubarem crânios e ossos no cemitério Edgewood, na região. A investigação utilizou DNA encontrado em charuto, …

Instituto Pasteur abandona projeto de vacina contra Covid-19

O Instituto Pasteur da França anunciou nesta segunda-feira o abandono do seu principal projeto de vacina contra a Covid-19, após os resultados decepcionantes dos primeiros testes clínicos. "As respostas imunológicas induzidas foram inferiores às observadas …

Biden reimpõe restrições para passageiros procedentes do Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, restabeleceu nesta segunda-feira (25/01) a proibição da entrada no país de pessoas procedentes da União Europeia, Reino Unido e Brasil para conter a pandemia de covid-19. A nova …

Quem é 'el Chapo asiático' que foi preso acusado de controlar mercado de drogas de R$ 380 bilhões

A polícia holandesa prendeu o suposto chefe de uma das maiores quadrilhas de tráfico de drogas do mundo: Tse Chi Lop, apelidado de "El Chapo" da Ásia. O cidadão canadense nascido na China é apontado como …

Homem recebe primeiro transplante duplo de braço e ombro

A ciência cada vez mais evoluída. Um homem da Islândia foi o primeiro do mundo a receber um transplante duplo de braço e ombro. A cirurgia foi um sucesso e o paciente, o islandês Felix Gretarsson, …

Bolsonaro pode enfrentar um tribunal internacional por crimes contra a humanidade

Jair Bolsonaro pode enfrentar acusações no Tribunal Penal Internacional (TPI) depois de ser acusado de crimes contra a humanidade. Líderes indígenas no Brasil e grupos de direitos humanos estão pedindo ao tribunal que investigue o presidente …

Presidente mexicano López Obrador é diagnosticado com Covid-19

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, 67 anos, entrou para a lista dos líderes mundiais que foram infectados pela Covid-19. Ele informou nesse domingo (24) que testou positivo para o novo coronavírus, …

Desenterram em Jerusalém granada de mão britânica da 1ª Guerra Mundial

Em pleno centro da cidade de Jerusalém, foi desenterrada uma granada de mão britânica da Primeira Guerra Mundial. O artefato perigoso foi descoberto em uma antiga cisterna por Oscar Becherno, responsável pela escavação arqueológica em nome …

Portugueses reelegem presidente Rebelo de Sousa

Urnas em Portugal confirmam previsão de vitória do chefe de Estado de centro-direita, que ganha novo mandato de cinco anos. Combate à pandemia é prioridade. Como esperado, os portugueses reelegeram neste domingo (24/01) o presidente Marcelo Rebelo …