Elon Musk fuma maconha em programa ao vivo e executivos da Tesla pedem demissão

Elon Musk se envolveu em mais uma controvérsia. O CEO e cofundador da Tesla e da SpaceX participou nesta quinta-feira (6) do podcast do comentarista de UFC Joe Rogan e, no meio do programa, resolveu dar um tapa na pantera.

Ao longo de duas horas e meia de programa, Musk falou de seus planos de construir um avião elétrico capaz de fazer decolagem vertical e alcançar velocidades supersônicas. Apesar de a ideia empolgar, ele logo tratou de jogar um balde de água fria nos entusiastas e disse que, no momento, há outras prioridades para suas empresas.

Carros elétricos são importantes, painéis solares são importantes, armazenamento estacionário de energia é importante… Todas essas coisas são mais importantes que criar um avião elétrico”, disse Musk.

O executivo também aproveitou a oportunidade para criticar a utilização indiscriminada de combustíveis fósseis, classificando-os como “o experimento mais estúpido da história da humanidade”.

A partir daí, a conversa transitou por outros caminhos, até que Rogan apresentou o executivo a uma mistura de tabaco e maconha.

“E isso é legal, né?“, questionou o executivo. “Totalmente legal”, respondeu o apresentador. Musk então deu um trago e disse que acha que já experimentou maconha uma vez. “Qual é, cara?”, retrucou Rogan em tom jocoso.

A risadinha de canto de boca tem uma explicação: no começo de agosto, Musk insinuou no Twitter que fecharia o capital da Tesla e recompraria as ações da companhia por US$ 420.

A publicação estremeceu o mercado financeiro, causou estranheza em analistas e rendeu algumas teorias da conspiração, que ganharam respaldo numa declaração feita pela rapper Azealia Banks no Instagram.

Na publicação, a cantora disse ter passado um tempo hospedada com Musk e sua namorada, a também cantora Grimes, e vê-la várias vezes confortando o bilionário por ter publicado no Twitter durante uma “viagem lisérgica”.

Dias depois, Musk veio a público negar que estava “louco na droga” quando falou no Twitter e que não consumiria maconha porque ela “não é útil para a produtividade”. Apesar dos esclarecimentos e pedidos de desculpas aos acionistas, Musk foi acusado e processado por tentar manipular as ações da Tesla na Bolsa.

Repecursão negativa

Apesar de o episódio de ontem ter ocorrido na Califórnia, estado norte-americano onde o uso recreacional da maconha é liberado, ele não foi bem recebido pelos executivos da Tesla.

Na manhã desta sexta-feira (7), Dave Morton, o executivo oficial de contas da montadora, pediu demissão do cargo menos de um mês depois de assumi-lo. Em comunicado, Morton explicou que “o nível de atenção pública recebida pela empresa, bem como o andar dos trabalhos na companhia, excederam minhas expectativas”.

A diretora de recursos humanos, Gabrielle Toledano, também decidiu não trabalhar mais para a Tesla. Em entrevista à Bloomberg, ela revelou que não retornaria aos escritórios depois de seu período de férias chegar ao fim.

O mercado também não reagiu bem ao ocorrido. Na manhã de hoje, as ações da Tesla estavam sendo negociadas numa baixa de 10%, a maior desvalorização sofrida pela empresa em dois anos. No momento em que esta matéria é escrita, entretanto, a companhia apresentou uma ligeira recuperação e opera em baixa de 5,31%.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …