Narcisistas podem ser irritantes, mas são mais bem-sucedidos

Os narcisistas podem ser pessoas irritantes que procuram constantemente chamar a atenção, mas são também mais propensos a ter sucesso, de acordo com um novo estudo internacional.

Mesmo que seus traços de personalidade possam parecer negativos, os cientistas acreditam que a crença de superioridade dos narcisistas gera uma espécie de “resistência mental”, que não lhes permite desistir.

Uma equipe internacional de pesquisadores diz que os narcisistas tendem a se destacar em áreas como educação, trabalho e vida sentimental. O “elevado sentido de autoestima”, dizem, lhes assegura uma grande autoconfiança.

Para os psicólogos, o narcisismo é um dos três traços “sombrios” das personalidades “malévolas”. A este traço, soma-se a psicopatia e o maquiavelismo, sendo que os narcisistas tendem a ser egocêntricos, vaidosos e carentes de admiração alheia.

Segundo Kostas Papageorgiou, da Queen’s University, em Belfast (Reino Unido), a pesquisa mostra que os narcisistas são frequentemente bem-sucedidos socialmente, não se deixando intimidar pela rejeição e seu desejo por atenção pode torná-los “encantadores” e altamente motivados.

Ao deixar de lado a moralidade social convencional e focando apenas no sucesso, o “narcisismo pode parecer um traço muito positivo“, diz o psicólogo. “Se você é um narcisista, acredita firmemente que é melhor do que ninguém e que merece uma recompensa”, acrescenta.

Esse traço pode ser insuportável para todos os que cercam os narcisistas, mas Papageorgiou acredita que esse tipo de autoconfiança sem limites também está ligada à capacidade de ser “mentalmente forte” e disponível para “abraçar desafios”.

Eu, eu e eu

De acordo com o psicólogo, o “poder” do narcisismo está atualmente à vista do público: o comportamento prevaleceu na cultura popular e está também presente nas redes sociais, na televisão em tempo real ou na política.

Papageorgiou faz parte de uma equipe de pesquisadores que incluiu acadêmicos da Goldsmiths, da Universidade de Londres, do King’s College, da Universidade do Texas em Austin (EUA) e da Universidade Metropolitana de Manchester. Os resultados foram publicados no mês de abril na Science Direct.

A equipe usou o desempenho de jovens em exames do Ensino Médio para demonstrar como os narcisistas conseguiam superar pessoas com mais capacidades.

Através de uma amostra de mais 300 alunos identificados como narcisistas de uma escola de ensino médio na Itália, os cientistas descobriram que eles tendem a obter melhores notas em provas do que seria esperado em outros testes de inteligência.

Os psicólogos disseram que – além de características como o egoísmo e a necessidade de dominar – os narcisistas tinham altos níveis de resiliência e de determinação.

Conclusão: os narcisistas em estudo não eram mais inteligentes, mas eram mais confiantes e assertivos. E, dessa forma, conseguiam ultrapassar outros alunos que teriam maiores capacidades.

Mais atraentes

Segundo Papageorgiou, os narcisistas carregam seu sentido de superioridade de forma a obter vantagens para a escola, universidade, trabalho – e até mesmo para o romance. “Os narcisistas são bastante carismáticos. Se passarmos muito tempo tentando ser charmosos e persuadindo outras pessoas, isso pode nos tornar mais atraentes”, explica.

Para o psicólogo, é possível que haja um elemento evolutivo que contribui para o aumento do narcisismo. Os narcisistas tendem a ter mais parceiros sexuais, acabando por transmitir mais os seus genes. Papageorgiou diz que cerca de 60% do narcisismo é herdado, sendo o resto moldado pelo ambiente.

Os narcisistas podem ser “absolutamente destrutivos para quem os cerca”, mas não há nada de inevitável nisso, podendo as pessoas com esses traços limitar o impacto do seu caráter nos outros. “Podemos controlar esses traços, em vez de deixar que nos controlem”, explicou.

O pesquisador conclui que os traços de personalidade não devem ser vistos como “bons ou ruins”, mas como “produtos da evolução” e “expressões da natureza humana“.

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas revelam nova razão que explica dependência do álcool

De acordo com um novo estudo, a dependência do álcool tem uma relação direta com as mudanças climáticas: quanto mais frio é o clima e menos incidência de sol, mais as pessoas tendem a consumir …

Cientistas encontraram pássaro que é três espécies em uma só

Cientistas encontraram um pássaro incomum na Pensilvânia, que guarda um incrível segredo genético: a toutinegra é o híbrido de três espécies diferentes de pássaros. Uma equipe de cientistas encontrou um pássaro incomum na Pensilvânia, cuja mãe …

Hitler abraçou uma menina judia; 85 anos depois, a foto foi a leilão

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazista ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por …

No deserto mais seco do mundo, a chuva mata

No deserto mais seco e mais antigo da Terra, as coisas não funcionam da mesma maneira que em outros lugares. A água, por exemplo, não é uma bênção. No deserto do Atacama, no Chile, as …

CIA pensou em usar “soro da verdade” nos interrogatórios do 11 de setembro

O “Projeto Medicação” foi posto de lado em 2003, mas, até lá, os médicos da CIA estudaram a hipótese de substituir as violentas técnicas de interrogatório pelo uso de um “soro da verdade” que fizesse …

Distração de professora provoca ferimentos em 40 crianças na China

A distração de uma professora que se esqueceu de apagar uma luz ultravioleta em uma escola de Tianjin, perto de Pequim, causou ferimentos e queimaduras em mais de 40 crianças, informou nesta sexta-feira a imprensa …

Hábito diário pode ajudar a prever morte prematura

A velocidade com que caminhamos fornece muitas pistas sobre o nosso estado de saúde e pode mesmo ajudar a prever uma morte prematura.  Segundo um novo estudo, realizado o por cientistas da Universidade do Sul …

Assassino de John Lennon sente “mais vergonha” a cada dia que passa

Mark David Chapman, que assassinou John Lennon em 1980, disse a um conselho de condicional que se sente “mais e mais envergonhado” a cada ano que passa por ter assassinado o ex-Beatle. “Há 30 anos, eu …

Submarino argentino ARA San Juan é achado um ano após ter desaparecido com 44 tripulantes

A carcaça do submarino argentino Ara San Juan, desaparecido desde 15 de novembro de 2017 com 44 tripulantes a bordo, foi localizada no fundo do oceano Atlântico, a 800 metros de profundidade, a leste da …

Cientistas determinam qual foi o pior período na história da humanidade

Cientistas americanos chegaram à conclusão de que em 536 d.C., "um dos períodos mais terríveis" começou na história da humanidade. Segundo o historiador medieval Michael McCormick, arqueólogo da Universidade de Harvard, um "nevoeiro misterioso" caiu sobre a …