Pais mais velhos tendem a ter filhos mais “nerds”

Christos Tsoumplekas (Back again!) / Flickr

-

Homens que se tornam pais mais tarde têm chance maior de ter um filho com traços típicos – e positivos – de “nerds” e “geeks”, diz um estudo recém-publicado no Reino Unido.

Esses meninos se tornam mais espertos, focados e menos preocupados em se enturmar, de acordo com artigo publicado por pesquisadores da Universidade King’s College de Londres no periódico Translational Psychiatry.

Curiosamente, a idade da mãe não teve impacto nos resultados, os quais parecem ser relevantes apenas para filhos do sexo masculino.

As descobertas estão entre as raras notícias positivas relacionadas a gestações tardias, comumente associadas à maior incidência de problemas genéticos, autismo e esquizofrenia.

Os pesquisadores analisaram resultados de testes feitos com 12 mil gêmeos britânicos de um amplo estudo que acompanha seu desenvolvimento – infância e adolescência – desde 1994, para entender quais fatores contribuem para a construção de sua individualidade.

Os pesquisadores criaram o que chamaram de “Geek Index”, avaliando crianças de 12 anos de idade com relação a seu QI, sua habilidade de focar em um tema e introversão.

“Nossa hipótese é de que QI alto, foco no assunto de interesse e algum grau de introspecção social provavelmente são benéficos em uma economia movida pelo conhecimento”, diz o artigo científico.

“Ainda que esses traços estejam distribuídos pela população, a literatura etnográfica agrupa-os sob o guarda-chuva do termo ‘geek'”, completa.

Os que tiveram altas pontuações no ranking “geek” acabaram se saindo melhor na escola, sobretudo em temas como ciência, tecnologia, engenharia e matemática.

Explicações

Entre os participantes do estudo, pais com idade igual ou inferior a 25 anos tiveram filhos que pontuaram menos no ranking geek do que pais com idades entre 35 e 40 ou mesmo com mais de 50 anos.

Entre as possíveis explicações para isso, os cientistas apontam que os pais nerds podem estar demorando mais para ter filhos e transmitir suas “nerdices” para eles.

Homens mais velhos também podem estar criando um ambiente familiar que encoraja traços “nerds”, graças a empregos melhores e mais estáveis que aumentam o acesso a educação e experiências diversas. Pode haver ainda novas mutações no esperma, afetando o desenvolvimento dos filhos.

No entanto, estudiosos não recomendam que casais tomem decisões quanto à concepção com base nessas descobertas, justamente por causa dos riscos associados a gestações tardias. “Famílias não devem ser influenciadas por este estudo em suas decisões quanto a ter filhos”, adverte Magdalena Janecka, pesquisadora do King’s College.

“Ainda que pareça legal ser geek, não recomendo que os futuros pais retardem seus planos de iniciar uma família para propositadamente aumentar as chances de ter uma criança com essas qualidades”, afirma o professor da Universidade de Sheffield Allan Pacey.

“Os perigos da paternidade tardia estão bastante descritos (na literatura médica), incluindo os riscos de infertilidade, aborto espontâneo ou distúrbios debilitantes ao nascer. Dito isso, acho bastante intrigante a ideia do ‘gene geek’. E, diante da tendência de termos filhos cada vez mais tarde, talvez estejamos destinados a criar uma futura sociedade de gênios que nos ajudarão a resolver os problemas do mundo”, explica.

Ao mesmo tempo, a equipe de pesquisadores também acredita que alguns traços genéticos herdados de pais mais velhos podem ter influência tanto sobre o aspecto “nerd” quanto sobre as possibilidades de desenvolvimento do autismo.

“Quando a criança nasce com apenas alguns desses genes, parece ter mais chance de ser bem-sucedida na escola. No entanto, com uma ‘dosagem’ mais alta desses genes, somada a outros fatores de risco, pode ser que ela tenha uma predisposição maior para o autismo”, disse a pesquisadora Janecka.

As diferenças de gênero não foram esclarecidas pelo estudo. Pode ser que as medições não tenham sido capazes de perceber as diferenças nas manifestações de “nerdices” entre meninos e meninas. Ou pode ser que haja diferenças na forma como o cérebro de meninos e meninas se desenvolve.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oceano de magma revela que a Lua surgiu milhões de anos antes do imaginado, diz estudo

O magma fundido que cobria a Lua ao se formar levou "quase 200 milhões de anos" para se solidificar em rocha de manto, 85 milhões de anos depois da data de consenso, mostra estudo alemão. Uma …

Vacina da Moderna mostra resultado e vai para fase final de testes

Candidata a vacina gera anticorpos e é bem tolerada por participantes, afirma empresa americana. A partir de 27 de julho, 30 mil pessoas vão participar da fase final e decisiva dos ensaios clínicos nos Estados …

Maior educação feminina e controle da natalidade farão população mundial crescer menos

A população mundial deve começar a encolher na segunda metade do século 21, atingindo 8,8 bilhões em 2100, cerca de 2 bilhões a menos do que previa a ONU. O estudo foi publicado nesta …

Museu da Língua Portuguesa lança projeto que usa a palavra para lidar com as dores da pandemia

A palavra não é somente nossa maior ferramenta de comunicação e um dos principais instrumentos para a criação humana – ela pode ser também um remédio. Usar a palavra para curar nossos males e dores é …

Estudo indica que imunidade ao coronavírus é temporária

Pesquisadores britânicos monitoraram os níveis de anticorpos contra a covid-19 em 90 pacientes recuperados. Resultados sugerem que o contato com o vírus só fornece imunidade por alguns meses, como no caso da gripe. Pacientes que se …

Essa é a explosão mais forte na história do universo e acabou de ser detectada

A maior explosão no Universo desde o Big Bang foi descoberta, localizada no aglomerado de galáxias Ophiuchus a milhões de anos-luz de distância de nós. O evento liberou cinco vezes mais energia do que a …

Encontradas espécies que vivem em 'deserto marinho' no oceano Pacífico

Cientistas usaram a oportunidade de visitar o sul do oceano Pacífico para retirar amostras de uma área oceânica particularmente pobre em vida, lançando luz sobre uma região marinha inóspita. Pesquisadores alemães do Instituto Max Planck de …

Polícia alemã tenta capturar "Rambo da Floresta Negra"

As autoridades de segurança do estado alemão de Baden-Württemberg estão conduzindo nesta segunda-feira (13/07) uma megaoperação para capturar um fugitivo armado com pistolas e um arco e flecha que se esconde na Floresta Negra, no …

Rio começa a implementar sistema de iluminação inteligente

O conceito de smart cities está por aí há anos e nas últimas temporadas tem se tornado cada vez mais uma realidade no Brasil, graças aos avanços tecnológicos. O Rio de Janeiro é mais uma …

Coágulos sanguíneos em “quase todos os órgãos” de pacientes que morrem de Covid-19

Pesquisas de autópsias em pacientes com Covid-19 mostraram coágulos sanguíneos presentes não exclusivamente nos pulmões, mas sim em “quase todos os órgãos”, afirmou uma patologista da Universidade de Nova York à CNN na última semana. A …