NASA planeja lançar telescópio para detectar asteroides que ameaçam a Terra

A NASA está se preparando para lançar, em meados da próxima década, um telescópio infravermelho capaz de detectar asteroides em rota de colisão com a Terra.

O projeto custará algo entre US$ 500 milhões e US$ 600 milhões, e tem como base um plano proposto pela primeira vez pelo Jet Propulsion Lab há quase 15 anos. A iniciativa também vai atender a um requisito do Congresso dos EUA de que a NASA detecte 90% dos asteroides e cometas potencialmente perigosos até 2020.

Embora o projeto, que recebe o nome de “Near-Earth Object Surveillance Mission”, não seja capaz de cumprir o prazo do Congresso, a National Academies of Sciences, Engineering and Medicine de Washington, D.C, afirmou que se tornará realidade.

Ele será uma combinação entre o Large Synoptic Survey Telescope (uma instalação terrestre que está sendo construída no Chile), e o telescópio infravermelho, apelidado de NEOCam. Ele será essencial para encontrar os corpos celestes ameaçadores que são escuros, indetectáveis na luz visível.

Para Jay Melosh, cientista planetário da Purdue University e autor do relatório, é de vital importância a capacidade de detectar esses asteroides discretos. “Existem muitos asteroides realmente escuros por aí”, disse. “Isso nos leva à necessidade do sistema de infravermelho”.

A construção desse telescópio, no entanto, pode exigir um aumento no orçamento anual de US$ 150 milhões da NASA para defesa planetária. A maior parte desse dinheiro é destinada atualmente à missão DART (Double Asteroid Redirection Test), que será lançada dentro de alguns anos para testar se é possível desviar a rota de um asteroide por meio de um grande impacto.

Ainda não está claro se o Congresso vai aprovar um novo orçamento para o NEOCam. Além disso, nem todo mundo apoia esse plano. Nathan Myhrvold, um tecnólogo bilionário e ex-diretor de tecnologia da Microsoft, criticou as estatísticas usadas pela equipe do projeto para estimar os diâmetros dos asteroides a partir de observações do telescópio anterior, o WISE.

A determinação do Congresso para a qual o NEOCam foi projetado para resolver também parece cada vez mais irrelevante. É que os pesquisadores agora julgam que asteroides com menos de 140 metros de diâmetro também representam ameaças à Terra por poderem gerar tsunamis, por exemplo.

Entretanto, apesar dos contratempos, a NASA decidiu se dedicar ao NEOCam, principalmente após um episódio embaraçoso no início deste mês: a agência espacial e os telescópios terrestres não conseguiram identificar, até o último minuto, um asteroide do tamanho de um campo de futebol em movimento lento, chamado 2019 OK, passando a apenas 65.000 quilômetros da Terra.

Se o NEOCam seria capaz de detectá-lo, e se a NASA deveria ou não colocar o telescópio no seu portfólio de financiamento científico, é algo que ainda está em debate.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sudão bane casamento infantil e mutilação genital feminina, mas prática apresenta desafios

Depois de derrubar o ditador Omar al-Bashir no ano passado, o Sudão deu importante passo para reverter alguns dos tantos horrores cometidos contra a população feminina no país – e tornou ilegal tanto o casamento …

Namíbia elege deputado chamado Adolf Hitler

O nome de um recém-eleito político da Namíbia, vem chamando atenção na mídia nacionais e internacionais. "Adolf Hitler teve uma vitória esmagadora nas eleições regionais na Namíbia", relatou o portal de notícias alemão Spiegel Online nesta …

Astrônomos mapeiam 1 milhão de galáxias previamente desconhecidas

Cerca de um milhão de galáxias previamente desconhecidas para além da Via Láctea foram adicionadas a um mapa detalhado de seção de espaço. Pesquisas sobre o espaço normalmente demoram anos para serem completas, mas um novo …

Brasil recebe vacina de Oxford em janeiro, promete Pazuello

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que o primeiro lote das vacinas de Oxford chega ao Brasil em janeiro. Serão 15 milhões de doses entre janeiro e fevereiro, totalizando 260 milhões ao longo do …

Cingapura é primeiro país a aprovar venda de carne de laboratório

Empresa californiana obteve autorização da cidade-Estado para usar sua carne de frango produzida a partir de cultura celular em chicken nuggets e garante que preço será competitivo. Cingapura é o primeiro país do mundo a aprovar …

Relatório da ONU aponta que 2020 deve ser um dos 3 anos mais quentes já registrados

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) publicou um relatório que aponta que o ano de 2020 deve ser um dos três anos mais quentes desde o início dos registros de temperatura. O secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, …

Documentos oficiais mostram que a China escondeu informações sobre a Covid-19

Relatórios oficiais chineses teriam sido transmitidos à rede de TV americana CNN por meio de um informador anônimo. A investigação se chama “Wuhan files” e tem como foco o começo da pandemia de Covid-19, em …

Jovem que filmou morte de George Floyd por policiais brancos ganha prêmio por bravura

A mulher que filmou o assasinato de George Floyd pelo policial Derek Chauvin vai ser condecorada com um prêmio por sua coragem. Darnella Frazier, de 17 anos, fez o registro enquanto ia com o primo …

Remédio experimental reverteu o declínio mental da idade avançada em dias

Apenas algumas doses de um medicamento experimental podem reverter o declínio relacionados à idade na memória e flexibilidade mental em ratos, de acordo com um novo estudo realizado por cientistas da UC San Francisco. A droga, …

Bebê nasce de embrião congelado há 27 anos: quase a idade da mãe

A pequena Molly Everette Gibson, de um mês, estabeleceu um novo recorde no mundo. A garotinha, filha de Tina e Ben Gibson, nasceu de um embrião que foi congelado há 27 anos e gerado por …