É o fim: Microsoft encerra suporte oficial ao Windows Vista

Se você ainda usa um computador com Windows Vista, fique atento: a partir de hoje (11), a Microsoft encerra todo o suporte ao sistema operacional.

Isso significa que a plataforma não receberá mais nenhuma atualização daqui em diante, o que inclui patches de correção e updates de segurança.

Obviamente, máquinas equipadas com o software não deixarão de funcionar, mas o usuário precisa estar ciente de que o dispositivo estará mais suscetível a falhas e vírus, uma vez que essas vulnerabilidades não serão mais consertadas.

Até as linhas de suporte técnico ao programa foram finalizadas e, além disso, o Vista não é capaz de rodar programas e aplicativos mais recentes. Ou seja, caso você não tenha atualizado seu sistema para uma versão mais atual, agora talvez seja a hora.

A boa notícia é que poucos usuários ainda têm o Vista instalado em seus PCs, então o impacto será mínimo. De acordo com a empresa NetMarketshare, em março de 2015, a plataforma respondia por menos de 2% da fatia Windows do mercado.

O último levantamento da mesma companhia constatou que, até o momento, apenas 0,72% dos usuários possuem aparelhos com o Vista. Para efeito de comparação, o Windows XP, lançado em 2001, tem quase sete vezes mais utilizadores (7,44% do total).

Um histórico conturbado

Sucessor do popular XP, o Windows Vista foi lançado oficialmente em 30 de janeiro de 2007. Foi marcado por introduzir uma nova interface visual chamada Aero, na tentativa de modernizar o design do sistema.

O problema é que os aprimoramentos exigiam um computador bem mais potente, prejudicando principalmente aqueles que já tinham o XP – este, por sua vez, exigia especificações menos robustas.

Isso desencadeou diversos problemas de atualização por incompatibilidade dos drives, e muitas máquinas que conseguiam instalar o software operavam abaixo de sua performance original.

Outro constrangimento na história do Vista aconteceu logo no lançamento: o sistema tinha nada menos do que seis edições distintas. Havia as versões Starter, Home Basic, Home Premium, Business, Enterprise e Ultimate, cada uma com recursos diferentes.

Se para as empresas já era complicado adquirir um modelo específico para seus negócios, os usuários, então, ficavam confusos sobre qual atendia melhor suas necessidades, já que a Microsoft quase não especificava quais eram as diferenças entre as versões.

Também gerou controvérsias o Controle de Conta de Usuários (UAC, no inglês). Embora o Vista tenha recebido um upgrade generoso em recursos de segurança, o UAC não foi bem aceito pelos consumidores por exigir autorização para praticamente qualquer tarefa, até as mais básicas.

Além disso, a plataforma continha um mecanismo de DRM integrado que impedia arquivos protegidos de serem copiados.

Dezenas de atualizações futuras reduziram de forma considerável o efeito dessas restrições, mas o “estrago” já estava feito, causando o baixo nível de adoção do Windows Vista – ainda maior se comparado à popularidade de seus antecessores.

Felizmente, para a Microsoft, o Windows 7 não cometeu os mesmos erros e figura até como um dos sistemas operacionais mais famosos da companhia.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Japão lembra 75 anos de bomba de Hiroshima e pede união contra armas nucleares

Esta quinta-feira (6) marca o 75º aniversário do primeiro ataque com bomba atômica do mundo. Cerca de 140 mil pessoas morreram no bombardeio à cidade japonesa, realizado pelo Estados Unidos no fim da Segunda Guerra …

Donald Trump determina bloqueio do TikTok e WeChat nos EUA em 45 dias

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump assinou na noite de ontem (6) uma ordem executiva determinando o fim de relações com as empresas responsáveis pelos apps TikTok e WeChat no país norte-americano. Em comunicado emitido …

Brasil caminha para ter 200 mil mortes pelo coronavírus até outubro, diz especialista

Na semana em que o Brasil deverá registrar 100 mil mortes pelo novo coronavírus, um especialista brasileiro indica que o país caminha para dobrar esse número em dois meses, atingindo 200 mil óbitos pela pandemia …

Petição defende que França assuma controle do Líbano

Suspeita de que desastre em Beirute foi causado por negligência eleva indignação dos libaneses, que pedem mandato francês pelos próximos dez anos no país. Apelo recebe mais de 50 mil assinaturas após visita de Macron. Quase …

Macron visita Beirute devastada e cobra reformas no Líbano

Presidente francês visita local da explosão e ouve apelos por mudanças por parte da população, para quem o desastre é consequência de anos de corrupção, caos público e má gestão. O presidente da França, Emmanuel Macron, …

Após ser engolido, besouro consegue escapar do intestino dos sapos

Uma pesquisa mostrou que o besouro aquático Regimbartia attenuata tem a capacidade de sobreviver ser engolido por um sapo. Todos já ingerimos coisas que parecem querer sair correndo de dentro de nós, mas deve ser muito …

Disney+ chegará à América Latina em novembro

Ao divulgar que ultrapassou a marca de 60 milhões de assinantes, a Disney também reforçou uma informação que traz esperança a muita gente: o Disney+ deve mesmo chegar à América Latina em novembro. A informação foi …

China exorta Trump a não abrir 'caixa de Pandora' com aquisição do TikTok

China apela aos EUA que não abram a caixa de Pandora, exigindo vender a companhia TikTok, eles serão os próprios culpados pelas consequências, declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin. O presidente …

Twitter bloqueia conta oficial de campanha de Trump

O Twitter anunciou nesta quarta-feira (5) ter bloqueado temporariamente a conta oficial da campanha de reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por conta de um tuíte que continha informação equivocada sobre a …

Líbano inicia luto nacional e recebe ajuda internacional

Diversos países enviam suprimentos médicos a Beirute. Presidente da França chega ao Líbano para avaliar situação. Megaexplosão deixou ao menos 137 mortos, incluindo diplomata alemão, e mais de 5 mil feridos. Beirute amanheceu nesta quinta-feira (06/08) …