Nova obra atribuída a Banksy é descoberta em Londres

Grafite supostamente feito pelo misterioso artista britânico fica próximo a local onde foram realizados protestos do movimento ambiental Extinction Rebellion e traz mensagem de apoio à causa.

Um novo grafite atribuído ao artista britânico Banksy foi descoberto nesta sexta-feira (26/04) perto do monumento Marble Arch, no centro de Londres, onde ativistas ambientais do movimento Extinction Rebellion (Rebelião da Extinção) acamparam durante dias.

Localizada num dos cruzamentos mais movimentados de Londres, a obra retrata uma criança segurando o símbolo da Extinction Rebellion, sentada em frente a uma planta que brota do solo e uma pá. O grafite traz ainda a inscrição: “A partir deste momento, acaba o desespero e começa a tática”.

A autoria da obra ainda não foi reivindicada por nenhum artista. Especialistas em arte, no entanto, atribuíram o grafite a Banksy, cuja verdadeira identidade é conhecida por poucas pessoas no mundo. “Acho que é praticamente certo que é dele“, afirmou ao jornal londrino Evening Standard o leiloeiro Andrew Tetley.

O colecionador John Brandler, que tem uma galeria e várias obras de Banksy, afirmou ao jornal britânico The Guardian não ter dúvida que o mural foi feito pelo artista, tanto pelas características do desenho quanto pela causa apoiada.

Um porta-voz do distrito de Westminster confirmou que a autoria do grafite será investigada, mas não disse se o desenho será protegido como uma peça de arte pública, devido ao elevado valor dos trabalhos do artista.

Alguns ativistas que ainda estão protestando na região do Marble Arch disseram que não viram quem fez o grafite, mas acreditam realmente se tratar de uma obra de Banksy.

Os protestos da Extinction Rebellion paralisaram Londres por vários dias. Os ativistas bloquearam várias ruas na cidade para chamar a atenção para as mudanças climáticas. Durante os protestos, 1.130 pessoas foram presas, e 69 estão sendo processadas por obstruir via pública e resistência à ação policial.

A Extinction Rebellion surgiu no ano passado, quando milhares de manifestantes tomaram as ruas de Londres. Desde então, os “Rebeldes da Extinção” do Reino Unido ocuparam pontes sobre o Tâmisa e tiraram suas roupas no Parlamento Britânico. E o movimento deles se expandiu para mais de 30 países ao redor do mundo.

Suposto apoiador da causa, Banksy causou sensação no ano passado, quando uma de suas obras se desfez após ser leiloada por 1 milhão de libras. O artista também é conhecido por apoiar temas como imigração e refugiados, a causa palestina e o movimento dos “coletes amarelos” na França.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …