Olho castanho traiu especialista em fertilização que usou seu sêmen em paciente

(dr) Rebecca Dixon

Dixons descobriram que Rebebcca (à esq.) não era filha biológica de Daniel (à dir.)

Dixons descobriram que Rebebcca (à esq.) não era filha biológica de Daniel (à dir.). Pais com olhos azuis nunca podem dar filho de olho castanho…

Um ex-especialista em fertilização de Ontário, no Canadá, está sendo acusado de ter usado seu próprio sêmen para engravidar pelo menos duas pacientes.

Daniel e Davina Dixon, e sua filha Rebecca, entraram com uma ação civil contra o médico especialista em fertilização Norman Barwin.

Eles recorreram à Justiça depois de descobrirem que Rebecca não era filha biológica de Daniel.

A família quer que Barwin seja punido criminalmente e também cobra dele uma indenização. Os Dixons buscaram os serviços do médico em 1989 para ajudar Davina a engravidar.

Segundo o processo, o médico coletou uma amostra do esperma de Daniel, que o casal acreditava que seria usado para o tratamento de fertilização.

Rebecca, hoje com 26 anos, nasceu em 1990. “Desde que nasceu até hoje, Rebecca, Daniel e Davina acreditavam que Rebecca era a filha biológica de Daniel”, diz o documento.

No entanto, as suspeitas surgiram quando Davina viu um post no Facebook em fevereiro deste ano sobre como seria pouco usual para dois indivíduos de olhos azuis terem um filho com olhos castanhos.

Segundo a genética, os pais com olhos castanhos podem ter filhos com olhos castanhos ou filhos com olhos claros, mas quando ambos os pais têm olhos azuis, seu par de genes são azul-azul, logo só podem transmitir aos filhos os genes de olhos azuis.

“Ela ficou preocupada porque ela e Daniel têm olhos azuis e Rebecca, castanhos“, acrescenta o processo.

(dr) CBC

Norman Barwin é acusado de ter usado seu próprio esperma para engravidar pelo menos duas pacientes

Norman Barwin é acusado de ter usado seu próprio esperma para engravidar pelo menos duas pacientes

‘Semelhança estranha’

A família fez um teste de DNA que confirmou que Daniel não era o pai de Rebecca.

Eles começaram, então, a investigar a história de Norman Barwin. E descobriram que, em 2013, o médico havia sido punido por fazer inseminação artificial em três pacientes com o sêmen errado na clínica de Ottawa. A família também percebeu que Rebecca possuía “uma semelhança física estranha com Barwin”.

Meses depois, Rebecca entrou em contato pela internet com Kathryn Palmer, de 25 anos. No ano passado, Kathryn descobriu que Barwin era seu pai biológico. Os pais dela também foram pacientes do médico.

Rebecca e Kathryn fizeram, então, um segundo exame de DNA, que confirmou que elas eram meias-irmãs.

A advogada que representa os Dixons diz que Barwin pode ter usado seu próprio esperma para engravidar outras pacientes. E acrescentou que, se a hipótese for confirmada, transformará a ação civil em uma ação civil coletiva contra o médico.

Nenhuma das acusações contra Barwin foi provada. O advogado do médico afirmou que vai divulgar um comunicado apresentando sua defesa nas próximas semanas.

O caso guarda semelhanças com o do médico brasileiro Roger Abdelmassih. Especialista em reprodução humana, e um dos pioneiros da fertilização in vitro no Brasil, foi condenado a 278 anos de prisão por abusar sexualmente de suas pacientes enquanto estavam sob efeitos de sedativos.

Segundo relatos, o ex-médico brasileiro teria usado o sêmen de desconhecidos para engravidar algumas das mulheres.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

A consciência é um campo energético: afirma estudo

Uma nova ideia incomum em neurociência sugere que nossa consciência é derivada de um campo de ondas eletromagnéticas emitidas pelos neurônios quando disparam suas cargas elétricas. A ideia é que essas ondas de atividade elétrica sejam …

Pais gays viram alvo de investigações na Rússia

Alguns anos atrás, o advogado Vladimir (nome modificado), morador de uma grande cidade russa, decidiu ter um filho com o auxílio de uma mãe de aluguel. Sua família inteira ficou contente quando uma menina nasceu. …

Líbano: Saad Hariri volta ao posto de primeiro-ministro para formar novo governo

Saad Hariri foi nomeado novamente primeiro-ministro do Líbano, com o desafio de chegar a um acordo com as várias forças políticas do país e formar um governo capaz de realizar as reformas necessárias para …

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …