Passageiros podem viajar de graça até domingo na linha 4 do metrô do Rio

Os moradores e turistas que visitam a cidade do Rio de Janeiro têm até o próximo domingo (16) para realizar, de graça, a viagem na Linha 4 do metrô, que liga Ipanema à Barra da Tijuca. Para ser contemplado, o usuário deve embarcar em uma das cinco estações: Nossa Senhora da Paz, Jardim de Alah, Antero de Quental, São Conrado e Jardim Oceânico.

Com o fim da transferência na Estação General Osório, em Ipanema, ocorrida no dia 25 de março, a nova linha metroviária passou a funcionar com todo o potencial de mobilidade, atingindo o pico de 140 mil passageiros.

Esse aumento na demanda se deve, principalmente, à redução do tempo de viagem: o percurso entre as estações Jardim Oceânico (Barra) e Carioca, no Centro da cidade, por exemplo, passou a ser realizado em 30 minutos; até Uruguai, na Tijuca, o deslocamento é feito em 49 minutos.

A iniciativa teve início no sábado passado (8) com a finalidade de atrair as pessoas a experimentarem a viagem entre a Barra da Tijuca e a zona norte, sem a necessidade da troca de trens em Ipanema. O fim da transferência reduziu em nove minutos o tempo de deslocamento da viagem.

O usuário que se desloca, por exemplo, para o centro do Rio, leva em torno de 30 minutos. De carro, o deslocamento entre a Barra e o centro da cidade leva, em média, quase duas horas. Desde o início da interligação entre as linhas 1 e 4 do metrô, a média diária de embarques aumentou 20% nas cinco novas estações, atingindo 120 mil moradores.

De acordo com o presidente da concessionária Metrô Rio, Guilherme Ramalho, este é o grande momento para apresentar a Linha 4 aos cariocas e aos turistas que estejam visitando o Rio.

“Fizemos a ligação direta entre a Barra da Tijuca e as estações da zona sul, centro e zona norte, diminuindo o tempo de viagem e o intervalo entre os trens. Quem experimentar a viagem vai aprovar”, avaliou.

Usuários aprovam

A cozinheira e moradora da favela da Rocinha, na zona sul, Valdete de Lima, comemorou o fim da baldeação e a gratuidade das passagens.

“Antes eu ia de ônibus para o trabalho, em Botafogo. Demorava mais de uma hora para chegar por conta do trânsito. Com o metrô, consigo fazer esse mesmo trajeto em menos de meia hora. Com o fim da transferência em Ipanema ficou ainda melhor. Além da economia de tempo, essa semana também estamos economizando dinheiro. Estou convidando as minhas amigas que ainda não andaram para aproveitar essa oportunidade”, disse.

Já a chilena Raquel Barrenchea, que usou pela primeira vez a Linha 4 do metrô, elogiou a estrutura e o atendimento nas estações.

“Estava pronta para usar o meu bilhete, quando um funcionário me contou que não necessitaria de usar o tíquete. Quando viajo, procuro sempre utilizar o metrô para me deslocar. É um meio de transporte rápido e eficiente. Estou indo para o centro encontrar o meu irmão que não vejo há quatro anos”, disse a turista.

A gratuidade é exclusiva para o embarque nas estações da Linha 4. Os passageiros que deixarem o sistema em uma das estações das Linhas 1 e 2 e voltarem também por uma dessas estações deverão pagar a passagem normalmente. Em Jardim Oceânico, os passageiros que fizerem a integração com o BRT pagam apenas o valor da passagem do modal (BRT).

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …

Putin: Rússia reagirá de maneira devida às ameaças perto de suas fronteiras

Durante reunião com membros do Conselho de Segurança da Rússia nesta sexta-feira (14), o presidente da Rússia pediu que lhe fosse reportado sobre o agravamento do conflito israelo-palestino, que toca diretamente os interesses de segurança …

Covid: 16 mil pessoas foram imunizadas com doses de vacina trocadas no Brasil

Um levantamento de dados da Folha de São Paulo com informações do DataSUS, base de dados do Ministério da Saúde, mostrou que pelo menos 16 mil pessoas receberam doses de vacinas diferentes em seu processo …

Covid-19: diretor do Butantan prevê vacinação lenta até setembro no Brasil

Como diretor do Instituto Butantan desde 2017, Dimas Covas sempre precisou aliar o conhecimento técnico e científico com as particularidades do mundo político que, na visão dele, não parecem seguir uma lógica. E essa necessidade se …

Escalada de violência entre israelitas e palestinianos já fez mais de 100 mortos

O conflito entre israelitas e palestinianos subiu de tom na madrugada de hoje, com o Exército israelita a bombardear a faixa de Gaza. Desde segunda-feira já morreram 119 palestinianos nestes ataques, entre eles 31 …